Cuidando do idoso

Cuidando do idoso

(Parte 1 de 9)

Este manual Ø um documento importante para a sociedade. Os cuidados e as açıes em prol da pessoa idosa tem sido uma das prioridades desta Administraçªo. Mais do que uma atitude benevolente, a atençªo à vida do idoso Ø um ato de amor, respeito e gratidªo àqueles que nos proporcionaram a base das nossas vidas.

Sªo pessoas que nos deram suporte e que, nesta fase da vida, precisam de nós, nªo só afetivamente, mas nas situaçıes prÆticas do dia a dia. Neste sentido, a Secretaria Municipal de Saœde (SMS) elaborou esta cartilha. O conteœdo Ø basicamente composto por normas e dicas eficazes, elaboradas por um grupo de tØcnicos - do Programa Saœde do Idoso, da SMS - altamente especializados nesta questªo.

Um trabalho que estÆ inserido na política da Prefeitura para a Terceira

Idade. Um universo de açıes que englobam palestras educativas em relaçªo à melhor qualidade de vida, dinâmicas de grupo e incentivo às atividades físicas. Muitas destas açıes realizadas em parceria entre SMS e Secretaria de Açªo ComunitÆria e Cidadania (Seac), por meio dos Centros de ConvivŒncia (Cecons), alØm de programas desenvolvidos em conjunto com a Secretaria Municipal de Esportes (Semes) e outros setores da Administraçªo Municipal.

O Manual do Cuidador do Idoso, feito dentro do espírito de valorizaçªo deste grupo da sociedade, vai direto ao ponto, enumerando as açıes eficazes à prÆtica e ao convívio entre a pessoa idosa e seu cuidador. É um texto claro, sem rodeios, cujo objetivo Ø proporcionar mais qualidade a vida dos nossos idosos e, consequentemente, daqueles que os cercam.

Beto Mansur Prefeito Municipal de Santos

O Programa Saœde do Idoso, criado em maio de 2001, pela Secretaria

Municipal de Saœde vem se destacando por uma sØrie de iniciativas voltadas para o contingente de munícipes com mais de 65 anos, que hoje jÆ representa em Santos 15,6% da populaçªo da Cidade. Cerca de 20 mil idosos jÆ estªo matriculados no programa, que funciona em 9 unidades bÆsicas, e proporciona uma sØrie de atividades voltadas a melhor qualidade de vida na terceira idade.

O crescimento gradativo do programa, que só em 2003 fez 38 mil 440 atendimentos, revela a preocupaçªo da SMS em oferecer aos mais de 65 mil idosos que residem em Santos, políticas pœblicas compatíveis com o crescimento desse segmento. O primeiro passo foi a contrataçªo de geriatra. O segundo, proporcionar aos nossos profissionais cursos de capacitaçªo em geriatria e gerontologia, lançando-se em seguida o Manual da Saœde do Idoso, com capítulos em linguagem didÆtica, explicando as doenças prevalentes na terceira idade.

E desde maio de 2003 vem proporcionando cursos gratuitos voltados a cuidadores de pessoas idosa e jÆ hÆ novas ediçıes programadas.

O Manual que ora estÆ sendo lançado pela Secretaria Municipal de

Saœde Ø voltado especialmente a figura do cuidador, servindo de importante instrumento nas aulas e para fonte permanente de orientaçªo e consulta a todos aqueles que dedicam horas de suas vidas a cuidar de amigos e parentes, incluindo-se nesse segmento tambØm os voluntÆrios que de forma solidÆria assumem a tarefa de ajudar o próximo, quando ele envelhece e passa a ter limitaçıes em suas habilidades sensitivas e motoras.

Cada capítulo traz importantes informaçıes envolvendo os cuidados com a nutriçªo do idoso, as alteraçıes na comunicaçªo, o manuseio de medicamentos, os primeiro socorros, inclusive em situaçıes graves como a parada cÆrdio respiratória. Ensina o cuidador a lidar na prevençªo de quedas, e com problemas de memória, depressªo e demŒncia, alØm de passar noçıes nos cuidados de higiene e enfermagem .

Essa preocupaçªo em preparar cuidadores de pessoas idosas nasceu, sem dœvida nenhuma, de uma realidade incontestÆvel. Santos jÆ abriga um nœmero significativo de idosos quase o dobro em relaçªo à mØdia do Estado.

E projeçªo divulgada neste mŒs, pelo IBGE estima que a queda da fecundidade e da mortalidade infantil em todo o País jÆ proporciona esperança de vida no próximo ano de 71,8 anos no Brasil e de 81,29 em 2050, contra 62,60 em 1980.

Crianças atØ 14 anos e idosos ficarªo empatados - cada segmento - com 18% da populaçªo em 2050. Pessoas com mais de 80 anos tambØm serªo em nœmero cada vez maior. Em 1980 eles eram 600 mil no País, atingiram 1,8 milhªo em 2000 e serªo 13,7 milhıes em 2.050. A taxa atual de crescimento Ø de 1,8% ao ano.

Essa clareza em traçar os rumos de políticas voltadas a populaçªo idosa estÆ presente no planejamento da Secretaria Municipal de Saœde. E sinaliza o respeito que temos à fatia da populaçªo que deu sua enorme contribuiçªo para o crescimento do País.

Tomas Söderberg

SecretÆrio Municipal de Saœde Setembro de 2004

O auto cuidado ou cuidar de si representa a essŒncia da existŒncia humana.

Todavia, cuidar do outro representa a essŒncia da cidadania, do desprendimento, da doaçªo, do amor como diz o mandamento bíblico: Ama o próximo como a ti mesmo .

O idoso, por sua longa vivŒncia, experiŒncia e ensinamentos, um dia, cansado, com poucas forças, incapaz de se cuidar, necessitarÆ do desprendimento, do amparo, da ajuda do outro , que Ø o cuidador.

O que Ø ser cuidador? Cuidador Ø um ser humano de qualidades especiais, expressas pelo forte traço de amor à humanidade, de solidariedade e de doaçªo. Costuma doar-se ou voluntariar-se para as Æreas de sua vocaçªo ou inclinaçªo. Seus prØstimos tŒm sempre um cunho de ajuda e apoio humanos, com relaçıes afetivas e compromissos positivos.

E quem Ø o cuidador do idoso? É a pessoa capacitada para auxiliar o idoso o qual apresenta limitaçıes para realizar as atividades e tarefas da vida quotidiana, fazendo elo entre o idoso, a família e serviços de saœde ou da comunidade.

Com a intençªo de informar, orientar e instruir os cuidadores, a Secretaria

Municipal de Saœde de Santos elaborou, dentro do Programa Saœde do Idoso, Cursos de Cuidadores da Pessoa Idosa e apresenta nesta data o Manual de Cuidadores do Idoso.

CUIDADOS COM A NUTRI˙ˆO NO IDOSO13
ALTERA˙ÕES NA COMUNICA˙ˆO16
CUIDADOS NO MANUSEIO DOS MEDICAMENTOS NO IDOSO19
DO IDOSO23
PRIMEIROS SOCORROS NA PESSOA IDOSA29
PARADA CARDIO-RESPIRATÓRIA3
PREVEN˙ˆO DE QUEDAS37
ATIVIDADE F˝SICA NO IDOSO39
PROBLEMAS DE MEMÓRIA, DEPRESSˆO, DEM˚NCIA42
ESPIRITUALIDADE NA TERCEIRA IDADE46
CUIDANDO DO CUIDADOR48
REFER˚NCIAS50
COLABORADORES52

A RELA˙ˆO: IDOSO-CUIDADOR..............................................................................09 NOÕES DE CUIDADOS DE ENFERMAGEM PARA O CUIDADOR ˝NDICE

9Manual de Cuidadores do Idoso

1. Como se caracteriza o envelhecimento?

O envelhecimento Ø um processo de diminuiçªo progressiva de habilidades motoras, sensitivas e de conhecimento. Isto pode levar a:

apego aos próprios valores; dificuldade de aceitar o novo;

supervalorizaçªo da própria história de vida;

conflitos com a realidade atual.

2. O que ocorre com a pessoa, no aspecto emocional, no processo de envelhecimento?

As mudanças mais encontradas sªo:

Labilidade afetiva

Depressªo

Comportamento de queixa

Mudança rÆpida de humor, explosªo diante de estímulos insignificantes.

Prostraçªo, alteraçªo do apetite e do sono, autoestima baixa, falta de interesse pelo que se passa à sua volta, irritabilidade, forte sentimento de culpa.

Diminuiçªo da capacidade em se adaptar à realidade e a frustraçıes, tendo como conseqüŒncia queixas freqüentes.

3. Quais as reaçıes mais comuns no idoso que adoece e se torna dependente?

Nestas situaçıes, o idoso apresenta vÆrias reaçıes:

10Manual de Cuidadores do Idoso

Reaçıes

Sentimento de culpa

Primitivizaçªo da personalidade

Depressªo

Irritabilidade e agressividade

Inveja e ciœme

(Parte 1 de 9)

Comentários