Livro Protocolo Atenção Básica em Enfermagem

Livro Protocolo Atenção Básica em Enfermagem

(Parte 1 de 10)

Secretaria Municipal de Saúde
ATENÇÃO BÁSICA

MONTES CLAROS JANEIRO DE 2006

ANDRA APARECIDA S. DIONÍSIO (Enfermeira) ANDRÉA BARBOSA DO AMARAL (Enfermeira)

ANGELA GARDÊNIA D. VASCONCELOS (Enfermeira)

ALEX SOARES LEITE DE FREITAS (Enfermeiro) ANTÔNIO PRATES CALDEIRA (Médico Pediatra)

CARLA REJANE FIGUEIREDO (Enfermeira)

CARLA VASCONCELOS AFONSO (Enfermeira)

CAROLINA DOS REIS ALVES (Enfermeira)

CLÁUDIA DANYELLA ALVES LEÃO (Enfermeira)

CLÁUDIA MENDES CAMPOS VERSIANI (Enfermeira) CHRISTIANE BORGES EVANGELISTA (Enfermeira)

CYNTHIA DANIELLA BARBOSA (Enfermeira)

DANILO FERNANDO NARCISO (Médico de Família)

DEIVIANE PEREIRA SILVA (Enfermeira)

EDILENE OLIVEIRA AMARAL (Enfermeira)

EMANUEL RODRIGUES (Enfermeiro)

EVA PATRÍCIA PEREIRA ARAÚJO (Enfermeira)

FABÍOLA AFONSO F. PEREIRA (Enfermeira)

JANAÍNA MICHELLE SILVA (Enfermeira)

JANETTE CALDEIRA FONSECA (Enfermeira)

JOSÉ RONIVON FONSECA (Enfermeiro)

JOYCE MARY DRUMOND LEMOS TEIXEIRA (Clínica Médica)

JULIANO ARRUDA SILVEIRA (Médico Psiquiatra)

KARINE SUENE M. ALMEIDA RIBEIRO (Enfermeira)

KÊNIA SOUTO MOREIRA (Enfermeira) LEANDRO GODOY (Médico de Família)

LUCIANA C. TAVARES (Enfermeira)

MARDEN COSTA LOPES (Enfermeiro)

MARIA ÂNGELA PINHEIRO (Médica Geriatra)

MARIA APARECIDA FONTES (Enfermeira)

MARIA FERNANDA VELOSO SILVA (Enfermeira) MARIA HELENA MOREIRA GONÇALVES (Enfermeira)

MARIA LUIZA SANTIAGO (Médica Ginecologista)

MARIZA ALVES BARBOSA (Enfermeira) MURILO CHARLES LEITE (Enfermeiro) ORLENE VELOSO DIAS (Enfermeira)

PAULA CRISTINA FELIPE A. ALMEIDA (Enfermeira)

TATIANA FRÓES NASCIMENTO (Enfermeira)

VERÔNICA ISABEL VELOSO FONSECA (Enfermeira) WESLANE ALMEIDA CAVALCANTI (Enfermeira)

DE MONTES CLAROS

PROTOCOLO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE NA REDE MUNICIPAL 6

PARTE I: SAÚDE DA CRIANÇA14
PARTE I: SAÚDE DO ADOLESCENTE28
PARTE I: SAÚDE DA MULHER34
PARTE IV: SAÚDE DO ADULTO9
PARTE V: SAÚDE DO IDOSO1
PARTE VI: DST/AIDS123
REFERÊNCIAS146

PROTOCOLO DA ASSISTÊNCIA A SAÚDE DA REDE MUNICIPAL DE MONTES CLAROS ATENÇÃO BÁSICA 6

1 INTRODUÇÃO

A Atenção Básica caracteriza-se como um conjunto de ações, de caráter individual ou coletivo, situada no primeiro nível de atenção dos sistemas de saúde, voltadas para a promoção da saúde, a prevenção de agravos, o tratamento e a reabilitação. As responsabilidades dos municípios com a atenção básica crescem progressivamente, na medida em que adquirem condições e capacidade para ampliar suas atribuições e assumir a implementação de novas ações e atividades.

A Estratégia de Saúde da Família consolida-se cada vez mais como a forma mais eficaz e eficiente de reorganização dos serviços de saúde, incorpora e reafirma os princípios básicos do Sistema Único de Saúde (SUS), estruturando-se a partir de uma Unidade Básica de Saúde da Família com um território de abrangência definido e uma equipe Multiprofissional constituída por médico, enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

Este protocolo normatiza as ações dos profissionais inseridos nas

Unidades de Saúde, no nível primário e secundário, validando na consulta de enfermagem a prescrição de medicamentos, os encaminhamentos de pacientes e a solicitação de exames complementares, no município de Montes Claros.

A Lei nº 7.498 de 25 de junho de 1986 que regulamenta o exercício da enfermagem no Brasil é clara e garante o direito de todos que compõem a classe de enfermagem (Art. 01). São pontos relevantes na prática do enfermeiro como integrante da equipe de saúde, na atenção básica: a consulta de enfermagem, em toda a sua complexidade de execução (Art. 1, alínea i); a prescrição de medicamentos, desde que sejam estabelecidos em programas de Saúde Pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde (Art. 1 alínea c) e solicitação de exames de rotinas e complementares conforme resolução do Conselho Regional de Enfermagem (COFEN) nº 271 de 2002.

PROTOCOLO DA ASSISTÊNCIA A SAÚDE DA REDE MUNICIPAL DE MONTES CLAROS ATENÇÃO BÁSICA 7

2 OBJETIVOS

Normatizar as ações dos profissionais inseridos nas Unidades de Saúde, desenvolvidas através de programas preconizados pelo Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais e Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros.

Estruturar as consultas de enfermagem visando aumentar a resolubilidade, para evitar a fragmentação da assistência.

Viabilizar a integração Multiprofissional e o trabalho em equipe.

protocolo

Integrar ensino, serviço e comunidade, de acordo com as normas deste

3 DESENVOLVIMENTO

Todas as atividades desenvolvidas pelo profissional enfermeiro na consulta de enfermagem, principalmente no nível de atenção básica à saúde, estão descritas neste protocolo por área de atenção, sendo:

Saúde da Criança; Saúde do Adolescente; Saúde da Mulher; Saúde do Adulto; Saúde do Idoso; DST/AIDS.

(Parte 1 de 10)

Comentários