É o deslocamento de ar através do edifício, por suas aberturas, umas funcionando como entrada e outras como saída higiene

Renovação do ar ambiente conforto térmico suprimento de O 2 a) Requisitos básicos do ser vivo desconcentração de CO 2 b) Desconcentração de outros gases:

sulfito de hidrogênio a mônia

Concentrações máximas toleradas de alguns gases:

sulfito de hidrogênio –0,01%

Tem origem na urina e excrementos acumulados no chão c) Remoção do excesso de calor dos ambientes:

Pode incrementar as trocas de calor por convecção e evaporação

As diferenças de pressão exercidas pelo ar, sobre uma construção, podem ser causadas:

pela ação dos ventos pela diferença de densidade do ar interno e externo (efeito chaminé) a mbas si multanea mente

Pela ação dos ventos Pela ação dos ventos

Zonas expostas a sobrepressãoe outras expostas a su bpress ão

Entradas (aberturas) nas zonas de sobrepressãoe saídas (aberturas) nas paredes sujeitas a subpressão

Distribuição das pressões depende da direção e velocidade dos ventos e da arquitetura da edificação.

Pela ação dos ventos Pela ação dos ventos

Pela ação dos ventos Pela ação dos ventos

Efeito Chaminé Efeito Chaminé

Elevação da temperatura do ar interior densidade do ar ascensão

Ar interno sai pelas aberturas mais altas e ar externo penetra pelas aberturas mais baixas

O fluxo serámais intenso, quanto mais altas forem as aberturas de saída e mais baixas forem as aberturas de entrada.

Efeito Chaminé Efeito Chaminé

Efeito Chaminé Efeito Chaminé

Efeito Chaminé Efeito Chaminé

Simultaneidade de processos Simultaneidade de processos

Somatório de forças ou contraposição (prejudica a ventilação)

Éo que acontece na prática

Simultaneidade de processos Simultaneidade de processos

O fluxo de ar que entra e sai de um edifício depende:

da diferença de pressão entre os ambientes interno e externo da resistência ao fluxo de ar, oferecida pelas aberturas e pelas obstruções internas de implicações relativas àforma

Produzida por dispositivos especiais (ventiladores, exaustores etc.) que requerem energia, e que proporcionam diferenças de pressão criadas mecanicamente.

Vantagens: tratamento do ar (filtragem, secagem, umidificação) e melhor distribuição

Pode ser exaustora(sistema de ventilação de pressão negativa) ou diluidora(sistema de ventilação de pressão positiva)

Ventiladores forçam o ar externo para dentro da construção, aumentando a pressão do ar, o que por sua vez movimenta o ar interno para fora.

Ar da ventilação émisturado com ar viciado do ambiente: “ação diluidora”

Pode ser do tipo lateralou do tipotúnel

O ar éretirado por exaustores, criando um vácuo parcial na construção, e esta diferença de pressão entre o exterior e o interior determina que o ar externo seja succionadopara o interior da edificação.

Bomba de ar funcionando para vencer as pressões de resistência impostas pelos dutos e demais equipa mentos;

São usados para criar diferenças de pressão entre o exterior e o interior da instalação;

Classificados em centrífugose axiais

Composto de carcaça, rotor, mancais, eixo

Utilizados em sistemas cuja pressão de resistência varia de 12 a 76 m c.a

Composto basicamente da hélice e eixo, e em alguns casos, de carcaça

Utilizados em sistemas com pressão de resistência até6,4 m c.a

Os dutos são responsáveis pela distribuição do ar e podem ser de madeira, alvenaria, chapas metálicas, lonas ou, mesmo, filmes plásticos

Difusores são usados para insuflar o jato de ar no recinto, em várias direções e velocidades

Consiste na evaporação de uma determinada quantidade de água

Ar a ser resfriado tem menor pressão de vapor que superfície umedecida ou de água livre, e cede a energia necessária para a evaporação

Comentários