Manuel de Produção

Manuel de Produção

(Parte 1 de 2)

produção gráfica produção gráfica

maqueta >Dimensões 5

produção > índice

arte final >Documento 4

Fontes tipográficas 5 Fotografias e ilustrações 6 Logótipos 7 Guias e bleed 8 orçamento > Tipologia 30

Formato 3 Páginas 3 Cores 3 Suporte, acabamento e quantidade 34 Pedido de orçamento 35

Metodologia para projecto de design pedido conceito conteúdos layout imagens

(fotos+ilustrações+logotipos) maqueta provas arte final orçamento impressão acabamento pré-impressão offset* pré-impressão digital - pequeno formato pré-impressão digital - grande formato desmontagem impressão acabamento montagem ozalide chapas impressão fotolito ozalide chapasimpressão acabamento acabamento offset* e outras formas de impressão flexografia, rotogravura e serigrafia produção e acompanhamento

4 maqueta maqueta > dimensões dimensão > Definir dimensão do documento. Quando a impressão do projecto é em papel, devemos sempre que possível, utilizar um formato normalizado (norma ISO 6). O formato normalizado melhora a rentabilidade da folha de impressão, diminui os custos de produção e o desperdício de papel.

A4A3 área útil de impressão de: 70cm x 00cm = 68cmx98cm 50cm x 70cm = 48cmx68cm

700 m(70cm) 3 m

0 m 97 m

A folha base para impressão tem normalmente as dimensões de 70x 0 cm ou de 50x70 cm. Exemplo de plano de impressão de um A4.

dimensão máxima para aproveitamento de papel unidades de medida > quilomêtro > metro (mts) > milímetro (m) > decímetro (dm) > centímetro (cm) >milímetro (m) > micrometro (µm).

0 m (margem de segurança / “boca de máquina”) quilometro = 0 m metro = 0 cm decímetro = 0 cm centímetro = 0 m milímetro = 0 µm inch (in/polegada) = ,54 cm foot (ft/pé) = in = 0,3048 cm maqueta > dimensões maqueta > dimensões dm 0 cm 0 m escalas > modelo matemático, permite obter a proporção correcta entre o real e o que pretendemos representar.

Dimensão mínima tipográfica > Conforme as especificidades do tipo de letra escolhido, deve ser testada a legibilidade da dimensão mínima a utilizar; habitualmente, considera-se o corpo 6pt.

abcdefghijklogotipomnopqrstuvwxyzabcdefghijklogotipomnopqrstuvwxyz
ABCDEFGHIJKLOGOTIPOMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLOGOTIPOMNOPQRSTUVWXYZ
345678901234567890

Corpo > Antigamente as letras eram fundidas em peças de chumbo, corpo significava a altura que uma letra ocupava numa peça de chumbo. Actualmente considera-se que o corpo de letra é a distância entre o topo de uma ascendente e o fundo de uma descendente.

Pt > Pontos (pt) é a medida utilizada para medir a dimensão do corpo de letra. Um Ponto corresponde a 0,35mm ou 0,0 polegadas. Pica é outra unidade de medida tipográfica, utiliza-se para medir letras maiores e para medir o comprimento de linhas de texto.

corpo 6pt

Abcg altura do corpo de letra

0 picas

3 pontos 36 pontos maqueta > tipografia

Altura-x > A altura da letra x define o tipo de letra, caracteriza os seus traços, as suas proporções, a sua legibilidade e o número de letras que se podem compor numa linha de texto. Um tipo de letra com uma grande altura-x significa que as letras minúsculas são proporcionalmente maiores em relação às maísculas. Normalmente a altura-x é um pouco maior que a metade de uma maiúscula.

AbcghMx altura da letra x altura do corpo de letra espaço oco

Diferentes tipos de letra com o mesmo corpo de letra (50pt).

maqueta > tipografia

Abx Abx Abx Abx altura da letra x espaço oco altura do corpo de letra

Família tipográfica > A família tipográfica é como uma família, composta por vários membros com diversos parentescos, onde todos, apesar de diferentes, possuem traços semelhantes.

Regular Italic Bold Bold italic Família Tipográfica

LightSemiboldLight italicBlack italic

BlackSemibold italic

Light condensed

Light condensed italic

Light semicondensed

Light semicondensed italic

Light semiextended

Light semiextended italic condensed condensed italic

Semicondensed

Semicondensed italic

Semiextended

Semiextended italic

Semibold condensed italic

Semibold condensed

Semibold semicondensed italic

Semibold semicondensed

Semibold semiextended italic

Semibold semiextended

Bold condensed italic

Bold condensed

Bold semicondensed italic

Bold semicondensed

Bold semiextended italic

Bold semiextended

Black condensed italic

Black condensed

Black semicondensed italic

Black semicondensed

Black semiextended italic

Black semiextended maqueta > tipografia maqueta > tipografia composição de texto tracking > amplitude aconselhável de -30 a +30 Estamos no séc. XXI, onde quase tudo está ao alcance de um clique, com um clique estamos do outro lado do mundo, com um clique alinhamento

Consectetuer adipiscing elit. Aliquam sit amet orci eget augue sagittis tempus. Sed id massa vel libero sagittis dictum. Cras hendrerit, nisl et tristique varius, augue lorem mollis turpis, quis convallis metus purus sit amet velit. In hendrerit. Donec tincidunt, quam vitae tincidunt faucibus, justo lectus adipiscing ipsum, ac ultricies neque elit nunc. Consectetuer adipiscing elit. Aliquam sit amet orci eget augue sagittis tempus. Sed id massa vel libero sagittis dictum. Cras hendrerit, nisl et tristique varius, augue lorem mollis turpis, quis convallis metus purus sit amet velit. In hendrerit. Donec tincidunt, quam vitae tincidunt faucibus, justo lectus adipiscing ipsum, ac ultricies neque elit nunc.

Consectetuer adipiscing elit.

Aliquam sit amet orci eget augue sagittis tempus. Sed id massa vel libero sagittis dictum. Cras hendrerit, nisl et tristique varius, augue lorem mollis turpis, quis convallis metus purus sit amet velit. In hendrerit. Donec tincidunt, quam vitae tincidunt faucibus, justo lectus adipiscing ipsum, ac ultricies neque elit nunc.

esquerda justificado direita centrado dentes de cavalo, viúvas e orfãos...

Estamos no séc. XXI, onde quase tudo está ao alcance de um clique, com um clique estamos do outro lado do mundo, com um clique visitamos familiares e amigos, com um clique conhecemos novos amigos, com um clique aprendemos e ensinamos, com um clique temos acesso às notícias, com um clique adquirimos produtos e serviços e se assim o desejarmos, personalizados.

empresas. Hoje em dia, a localização de uma empresa não define a sua área de vendas; se assim o entender, a sua estratégia de expansão poderá no limite abranger os 5 continentes, mesmo que não contemple instalações nesses mercados.

dentes de cavalo excessivo espacajamento entre palavras viúva uma palavra pendurada no final da página orfão uma linha de texto pendurada no início da página kerning Estamos no séc. XXI, onde quase tudo está ao alcance de um clique, com um clique estamos do outro lado do mundo, maqueta > tipografia

O comprimento máximo de uma linha de texto não deve exceder as 70 letras, cerca de 0 a palavras.

composição de texto ligações / ligatures fi fl fi fl versaletes letras maiúsculas com dimensão de letras minúsculas, são normalmente utilizados para destacar uma parte do texto.

Estamos no séc. XXI, onde quase tudo está ao alcance de um clique, com um clique estamos do outro lado do mundo, com um clique visitamos familiares e amigos, com um clique conhecemos novos amigos, com um clique aprendemos e ensinamos, com um clique temos acesso às notícias, com um clique adquirimos produtos e serviços e se assim o desejarmos, personalizados. 7/9 - 107 caráceres

O clique não é unidade de medida, mas alterou a noção de distância e, consequentemente, o paradigma de gestão das empresas. Hoje em dia, a localização de uma empresa não define a sua área de vendas; se assim o entender, a sua estratégia de expansão poderá no limite abranger os 5 continentes, mesmo que não contemple instalações nesses mercados. 10/12 - 85 caráceres

Esta nova dinâmica de mercado, mais concorrencial e com um consumidor mais exigente, é um enorme desafio para as PME portuguesas, nomeadamente nas artes gráficas, onde se tem assistido, quase diariamente, a uma evolução ou revolução tecnológica. 12/15 - 71 caráceres

Hoje em dia, a localização de uma empresa não define a sua área de vendas; se assim o entender, a sua estratégia de expansão poderá no limite abranger os 5 continentes, mesmo que não contemple instalações nesses mercados.

maqueta > tipografia arquitectura de uma página

Lorem ipsum dolor sit amet Donec tincidunt, quam vitae tincidunt faucibus

Consectetuer adipiscing elit. Aliquam sit amet orci eget augue sagittis tempus. Sed id massa vel libero sagittis dictum. unc vitae quam a elit sodales tempus. Cras hendrerit, nisl et tristique varius, augue lorem mollis turpis, quis convallis metus purus sit amet velit. In hendrerit. Donec tincidunt, quam vitae tincidunt faucibus, justo lectus adipiscing ipsum, ac ultricies neque elit eget nunc.

Maecenas pretium magna vitae magna. Quisque posuere. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Nunc tristique dolor nec quam pretium laoreet.

Suspendisse potenti. Aenean in risus. In quis nulla. Donec euismod tincidunt magna. Morbi quam enim, vestibulum vel, ultricies vitae, tristique vel, nibh. Cras lacinia adipiscing est. Sed sagittis lacus sit amet ligula. Ut quis elit sit amet urna vulputate mollis.

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Aliquam pede. Nulla facilisi. Donec rhoncus mauris eu nulla. Curabitur tincidunt sodales dui. Donec eget lectus. Praesent malesuada cursus erat. Suspendisse enim eros, pulvinar non, aliquet quis, pretium quis, nisi. Nullam quis elit. Donec quis arcu. Donec tortor metus, imperdiet eget, dictum a, commodo sed, dolor. Praesent lobortis odio ut ligula. Cras faucibus eros non nulla.

Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae; Donec dictum. Mauris interdum, metus id hendrerit consectetuer, enim urna accumsan magna, non pellentesque diam sapien ac purus. Cras Malesuada tristique diam. Phasellus lorem erat, iaculis sit amet, consequat in, adipiscing sit amet, sem. Sed dapibus elit id massa. Integer porttitor diam quis mauris. Maecenas ut orci ac quam dapibus varius. Cras sagittis.

largura da coluna dimensão máximo 60 palavras por linha capitular T > ¶ espacejamento entre parágrafos entrelinha indentação T > ¶ corpo de letra T > A tracking T > A caixa alta menu > change case > alinhamento T > ¶ alinhamento T > ¶ alinhamento T > ¶ caixa baixa menu > change case > lowercase

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.

Capítulo 1 versaletes T > A maqueta > tipografia sinais de correcção ortográfica

Estamos no séc. XXI, onde quase tudo está ao acance de um clicue, com um clique estamos do outro lado do mundo, com um clique visitamos familiares e amigos, com um clique conhecemos novos amigos, um clique aprendemos e ensinamos, com um clique temos acesso às notícias, com um clique adquirimos produtos e bens e se assim o desejarmos, personalizados. O clique não é unidade de medida, mas alterou a a noção de distância e, consequentemente, o paradigma de gestão das empresas. Hoje em dia, a localização de uma empresa não define a sua áera de vendas; se assim o entender, a sua expansão de estratégia poderá no limite abranger os 5 continentes, mesmo que não contemple instalações nesses mercados. Esta nova dinâmica de mercado,mais concorrencial e com um consumidor mais exigente, é um enorme desafio para as PME portuguesas, nomeadamente nas artes gráficas, onde se tem assistido, quase dia riamente, a uma evolução ou revolução tecnológica. Neste rápido passo de corrida, a indústria portuguesa das artes gráficas tem investido na modernização dos equipamentos e na especialização dos seus recursos humanos, tem igualmente implementado, nem sempre com sucesso, modelos de gestão que aperfeiçoem o seu desempenho, nomeadamente o “Think Lean”, ou em português, “Produção Magra”. O “Think Lean”, modelo de gestão desenvolvido pela “Toyota” logo após a Segunda Guerra Mundial, tem como principal objectivo eliminar o desperdício na produção, para poder implementar os conceitos de operacionalização “Just in time” e “Autonomização”. O “Just in time” tem como objectivo produzir só o estritamente necessário, evitando gastos supérfluos com produção excedente e armazenamento. A Autonomização (“Jidoka”) é um sistema japonês, defende que a produção deve ser executada por equipamento supervisor, isto é, máquinas que têm agregado um sistema de vigilância de controle de qualidade. Este sistema permite detectar falhas durante a produção, alertar através de sinais sonoros e/ou luminosos e até parar a produção. Os sistemas de autonomização mais avançados, podem ainda corrigir o defeito, classificálo, compensar a quantidade do produto final e prosseguir a produção sem a intervenção do homem. A implementação do “Jidoka” permite libertar o homem da produção, passando antes a intervir na supervisão e resolução dos problemas. Os 5 S’s, são igualmente um modelo japonês, utilizado para a organização do local de trabalho e eliminação dos desperdícios. Os 5 S’s estão divididos da seguinte forma; 1. “Seiri” - Sentido de utilização. Na área de trabalho só deve existir o estritamente necessário ao desempenho da função, facilita o fluxo e a mobilidade no local de trabalho, promovendo o aumento da produtividade. 2. “Seiton” – Sentido de organização. A área de trabalho deve ser organizada, todos os instrumentos necessários ao desempenho da função devem estar acessíveis e disponíveis por forma a eliminar os movimentos desnecessários. 3. “Seiso” - Sentido de limpeza. Manter a área de trabalho limpa, facilita a localização de uma ferramenta, um projecto, um trabalho. 4. “Seiketsu” – Sentido de padronização. Organização de espaços de arrumos para produtos que são necessários, mas que não estamos sempre a utilizar. 5. “Shitsuke” - Sentido de auto-disciplina. Manutenção dos 4 itens anteriores.

falta de letra e/ou substituiçãolq falta de palavracom serviços substituir palavra suprimir letras, palavras e sinais de pontuação letras e palavras e trocadas acrescentar espaço entre palavras e parágrafos diminuir espaço entre palavras e parágrafos espaço irregular entre palavras eliminação de parágrafo ou de espaço na frase alinhamento vertical http://portaldasartesgraficas.com/diversos/sinais_revisao.htm mais informação em:

maqueta > legibilidade painéis: percepção visual 3 m

,40 m

,60 m

0,60 m

Para una vida más sana y feliz: puro sabor, puro placer.

Para aprovechar lo que nos cerca, hay que crear el espacio cierto para uno mismo. A todas horas del día. m

0,70 m maqueta > resolução de imagem resolução de imagem > É medida através do número de linhas que existe ou deverá existir numa polegada.

lpix2=dpi número de linhas por polegada x = número de pontos por polegada

50 linhas = 30dpi50 linhas = 0dpi 0 linhas = 0dpi

50 linhas = 30dpi50 linhas = 0dpi 0 linhas = 0dpi

maqueta > resolução de imagem resolução de imagem > output e input enquadramento

50 linhas (300dpi) 45 m

50 linhas 0 m

50 linhas 0 m

57 linhas 4 (dpi) 45 m enquadramento

390 linhas (780dpi) 45 m

390 linhas (780dpi) 45 m

390 linhas 0 m

390 linhas 0 m

50 linhas (300 dpi) 45 m

50 linhas (300 dpi) 45 m

Cor > É um dos elementos mais importantes em comunicação, devemos sempre aplicá-la com o máximo rigor possível.

A prévia definição das cores e declinações nos vários espaços torna as suas aplicações mais fáceis e rigorosas. A cor é uma sensação, resulta da capacidade que o olho humano tem para recepcionar e processar um determinado comprimento de onda de radiação electromagnética, o espectro visível. A percepção do espectro visível pelo olho humano faz-se através de dois tipos de células fotorreceptoras; os cones, responsáveis pela captação da informação luminosa e os bastonetes, que são especialistas em receberem informação de ambientes escuros. Todo o processo de captação do espectro visível pelo olho humano é muito complexo e sofisticado, mas também subjectivo e individual, porque cada um de nós capta o espectro visível de forma diferente.

(Parte 1 de 2)

Comentários