Slid de Anatomia Humana - Sistema Circulatorio

Slid de Anatomia Humana - Sistema Circulatorio

Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba.

  • Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba.

  • Curso de Graduação em Fisioterapia. 1ºP

  • Anatomia Humana

  • Sistema Circulatório

  • Docentes: Patrícia Otávia e Fábio Lima.

  • Discentes: Ariane Medeiros

  • Eziani Evaristo

  • Rayanne Medeiros

  • Sandir Figueiredo

  • Walter Júnior

O aparelho circulatório é responsável pelo fornecimento de oxigênio, substâncias nutritivas e hormônios aos tecidos; além disso, também exerce a função de transportar os produtos finais do metabolismo até os órgãos responsáveis por sua eliminação.

  • O aparelho circulatório é responsável pelo fornecimento de oxigênio, substâncias nutritivas e hormônios aos tecidos; além disso, também exerce a função de transportar os produtos finais do metabolismo até os órgãos responsáveis por sua eliminação.

  • O sistema circulatório é um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos, no interior dos quais circulam humores. Os tubos são chamados vasos e os humores são o sangue e a linfa. Para que estes humores possam circular através dos vasos, há um órgão central – o coração, que funciona como uma bomba contrátil-propulsora.

Sistema sanguífero - constituído pelos vasos condutores do sangue (artérias, veias e capilares) e o coração (o qual pode ser considerado como um vaso modificado).

  • Sistema sanguífero - constituído pelos vasos condutores do sangue (artérias, veias e capilares) e o coração (o qual pode ser considerado como um vaso modificado).

  • Sistema linfático- constituído pelos vasos condutores de linfa (capilares linfáticos, vasos linfáticos e troncos linfáticos) e por órgãos linfóides (linfonodos e tonsilas);

  • Órgãos hemopoiéticos - constituídos pela medula óssea e pelos órgãos linfóides (baço e timo).

  • É um órgão muscular, oco, e que funciona como uma bomba contrátil- propulsora. Repousa sobre o diafragma, entre a porção inferior dos dois pulmões, e esta encerrado em uma membrana especial o pericárdio, ocupando uma região topográfica do tórax conhecida como mediastino médio.

  • É composta de três camadas: uma externa - o epicárdio, uma média - o miocárdio e uma interna – o endocárdio

  • Miocárdio: composto por camadas e feixes de músculo cardíaco;

  • Endocárdio: o revestimento interior do coração;

  • Pericárdio: um saco fibro-seroso que envolve o coração;

  • É a passagem de sangue através do coração e dos vasos. A circulação se faz por meio de duas correntes sangüíneas, as quais partem ao mesmo tempo do coração. A primeira corrente sai do ventrículo direito através do tronco pulmonar e se dirige aos capilares pulmonares, onde se processa a hematose, ou seja, a troca de CO2 por O2.

Circulação Pulmonar.

  • Circulação Pulmonar.

  • Circulação Sistêmica.

  • Circulação Colateral.

  • Circulação Portal.

  • Artérias

  • Veias

  • Capilares Sanguíneos

São tubos cilindróides, elásticos, nos quais o sangue circula centrifugamente em relação ao coração e seus batimentos ás vezes são notados apenas pela palpação.

  • São tubos cilindróides, elásticos, nos quais o sangue circula centrifugamente em relação ao coração e seus batimentos ás vezes são notados apenas pela palpação.

  • Calibre

  • Elasticidade

  • Ramos

  • Número

  • Situação

  • Desenvolvimento das artérias

Transporta o sangue que cedeu oxigênio, isto é, o sangue venoso, do coração para os pulmões.

  • Transporta o sangue que cedeu oxigênio, isto é, o sangue venoso, do coração para os pulmões.

  • Artéria Pulmonar Direita - é mais longa e ligeiramente maior que a esquerda. Quando ela deixa a bifurcação, curva-se em torno da aorta ascendente, encaminha-se horizontalmente para a direita, dorsal à aorta e à veia cava superior e ventral ao brônquio direito

  • Artéria Pulmonar Esquerda - é mais curta e um pouco menor que a direita. No feto, entretanto, é maior e mais importante porque fornece o ducto arterial

É o principal tronco das artérias sistêmicas. Em sua emergência no óstio aórtico do ventrículo esquerdo tem cerca de 3 cm de diâmetro. Sob em direção ao pescoço por uma curta distância, depois se inclina para a esquerda passando dorsalmente à raiz do pulmão esquerdo, Desce no interior do tórax, no lado esquerdo da coluna vertebral, e passa através do hiato aórtico do diafragma para a cavidade abdominal

  • É o principal tronco das artérias sistêmicas. Em sua emergência no óstio aórtico do ventrículo esquerdo tem cerca de 3 cm de diâmetro. Sob em direção ao pescoço por uma curta distância, depois se inclina para a esquerda passando dorsalmente à raiz do pulmão esquerdo, Desce no interior do tórax, no lado esquerdo da coluna vertebral, e passa através do hiato aórtico do diafragma para a cavidade abdominal

São tubos nos quais o sangue circula centripetamente em relação ao coração. As veias fazem seqüência aos capilares e transportam o sangue que já sofreu trocas com os tecidos, de periferia para o centro do sistema circulatório que é o coração.

  • São tubos nos quais o sangue circula centripetamente em relação ao coração. As veias fazem seqüência aos capilares e transportam o sangue que já sofreu trocas com os tecidos, de periferia para o centro do sistema circulatório que é o coração.

  • Forma - É variável de acordo com a quantidade de sangue em seu interior

  • Calibre - Classificadas como veias de grande, médio e pequeno calibre e vênulas

  • Número - É maior que o de artérias

O que são as varizes?

  • O que são as varizes?

  • Varizes são veias que se tornam doentes e, por isso, ficam tortuosas, alongadas e dilatadas. Manifestam-se de diversas maneiras, como pequenas linhas avermelhadas, no estágio inicial, à de calibre maior e azuladas, formando até grandes nódulos. Elas se desempenham de forma alterada, dificultando a circulação do sangue.

  • É uma das principais características das veias, embora haja exceções, pois estão ausentes nas veias, do cérebro e em algumas veias dos troncos e do pescoço. As válvulas são pregas membranosas da camada interna na veia, em forma de bolso. Possuem uma borda aderente à parede do vaso e uma borda livre, voltada sempre para a direção do coração. O espaço delimitado pela borda aderente e situado entre a válvula e a parede da veia chama-se seio da válvula.

São vasos microscópicos, interpostos entre artérias e veias. Neles se processam as trocas entre o sangue e os tecidos. Sua distribuição é quase universal no corpo humano, sendo rara sua ausência em tecidos ou órgãos, como é o caso da epiderme, da cartilagem hialina, da córnea e da lente.

  • São vasos microscópicos, interpostos entre artérias e veias. Neles se processam as trocas entre o sangue e os tecidos. Sua distribuição é quase universal no corpo humano, sendo rara sua ausência em tecidos ou órgãos, como é o caso da epiderme, da cartilagem hialina, da córnea e da lente.

  • Sistema Linfático

  • É um sistema formado por vasos e órgãos linfóides e nele circula a linfa, sendo basicamente um sistema auxiliar de drenagem, ou seja, auxiliar do sistema venoso.

  • Baço: é um órgão linfóide, situado no lado esquerdo da cavidade abdominal, junto ao diafragma, ao nível das 9º, 10º e 11º costelas. Apresentam duas faces distintas, uma relacionada com o diafragma – face diafragmática e outra voltada para as vísceras abdominais – face visceral.

  • Timo: órgão Linfóide, formado por massa irregular, situado em parte no tórax e em parte na porção inferior do pescoço. A porção torácica fica atrás do esterno e a porção cervical anteriormente e dos lados da traquéia.

Comentários