OI - Organização Industrial

OI - Organização Industrial

Professor: José Baia – Matéria: OI (ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL)

Aluno: Fábio Cavalcante

Curso: Inspeção de Equipamento Industrial – Turma: Tarde (IV modulo)

Julho 2010

ASPECTOS MERCADOLÓGICOS

O planejamento mercadológico é um desenvolvimento sistemático de ações programadas para atingir os objetivos da empresa através do processo de análise, avaliação e seleção das melhores oportunidades. O processo de planejamento de Marketing consiste em definir a missão da empresa, seus objetivos e metas, o portfólio de negócio e os planos funcionais.

A definição da missão deve ser orientada para o mercado, deve ser realizável, estimulante e específica para direcionar a empresa no sentido das melhores oportunidades de mercado. A definição da missão conduz aos objetivos e metas.

Os objetivos estabelecem o alvo ou o ponto desejado pela empresa. São padrões de empenho qualitativo e guias que determinam as ações da empresa durante determinado período.

As metas são padrões de desempenho quantitativos que representam a quantificação dos objetivos estabelecidos e indicam desempenho.

O planejamento mercadológico exige análise e escolha do portfólio de negócios da organização. O melhor portfólio é aquele que se adapta às forças e fraquezas da empresa diante das oportunidades do ambiente. A organização investirá maior volume de recursos em seus negócios mais lucrativos e reduzirá seus investimentos ou abandonará os negócios mais fracos.

Este tipo de análise não constitui a única solução para encontrar a melhor estratégia de negócios, entretanto, pode ajudar a administração a compreender a situação geral da empresa, a perceber contribuição de cada negócio ou produto, a destinar recursos para seus negócios e a orientar a empresa para um futuro sucesso.

Cada uma das áreas funcionais da empresa provê inputs para o planejamento mercadológico. Uma vez que os objetivos organizacionais tenham sido definidos, a administração de cada área deve preparar o grupo de planos funcionais que coordena as atividades dos departamentos de Marketing, de finanças, de produção e outros.

Cada departamento tem uma idéia diferente sobre quais objetivos e atividades são os mais importantes. Os administradores de Marketing devem entender os pontos de vista dos outros departamentos e trabalhar em acordo com os administradores funcionais de cada um deles para desenvolver um planejamento que possa alcançar os objetivos gerais da empresa da melhor maneira possível.

Enfim o planejamento mercadológico é - um processo gerencial de desenvolver e manter um ajuste viável entre os objetivos, habilidades e recursos organizacionais. O planejamento deve ser flexível para se adaptar às necessidades de sobrevivência da organização, manutenção ou crescimento de mercado.

IMPLANTAÇÃO NA INDÚSTRIA

Os investimentos mercadológicos estão entre as linhas de maior impacto no demonstrativo de resultado das empresas de bens de consumo ou indústria. No entanto, mais do que o peso nos resultados da empresa, esses investimentos contribuem fortemente para a saúde de seus negócios no longo prazo.

Uma das tarefas básicas na atuação comercial é, portanto, aperfeiçoar os recursos mercadológicos, objetivando o contínuo desenvolvimento da franquia de suas marcas. Estas, com a sucessiva atração e manutenção de seus consumidores, geram aumento em seus volumes de venda e contribuições aos resultados financeiros da empresa.

Embora básica e vital essa função enfrenta uma série de obstáculos para sua melhor execução:

Círculo vicioso provocado por desequilíbrio de força com o comércio, fato que acaba demandando partes crescentes dos recursos mercadológicos em detrimento dos investimentos junto ao consumidor.

•Demandas de resultado de curtíssimo prazo, o que exacerba ainda mais o conflito com o comércio, tirando poder de barganha da indústria.

Resultados positivos e satisfatórios, a esconder ineficiências que inibem resultados ainda melhores e mais perenes.

Falta de transparência e disciplina na aquisição de serviços mercadológicos, com geração de grande diferença de preço pago por um mesmo serviço.

Rotatividade de profissionais e falta de registro, o que faz com que a aprendizagem sobre a efetividade de diferentes ações mercadológicas se perca ao longo do tempo.

Crescente escassez de tempo útil, com inibição do aprofundamento analítico sobre o perfil e a tendência dos investimentos mercadológicos que permitiriam identificar mais oportunidades de otimização.

Interesses pessoais de maus profissionais colocados acima dos da empresa, quando se faz necessário decidir sobre os investimentos de marketing.

Para que esses obstáculos sejam ultrapassados, é preciso que se adotem processos que possam:

Incentivar, principalmente, uma cultura voltada à busca constante de maior eficácia mercadológica.

Assegurar a visibilidade dos recursos empregados.

Identificar oportunidades de melhoria.

Priorizar e focar eventuais mudanças para capitalizar tais oportunidades.

Disciplinar mensuração de atividades, visando avaliação do retorno sobre investimento tanto antes, quanto depois de sua execução.

Coeficiente de Eficácia Mercadológica – CEM

Investimentos em atividades mercadológicas englobam os recursos empregados na comercialização de marca, visando aumentar seu volume de vendas e sua contribuição aos resultados financeiros da empresa.

Esses investimentos assumem várias formas, sendo sua classificação traduzida em diferentes graus de eficácia no desenvolvimento contínuo da franquia de uma dada marca no mercado:

Alta eficácia:

Toda atividade que impacta positivamente o consumidor potencial da marca, favorecendo seu consumo. Propaganda, programas de amostragem e promoções diretamente voltadas ao consumidor podem ser altamente eficazes.

Baixa eficácia:

Atividades com fraca interferência nas dinâmicas de mercado relacionadas ao comportamento do consumidor da marca, gerando pouca influência na sua decisão. Descontos de preço não repassados ao consumidor, custos de produção de comerciais e incentivos para balconistas são alguns exemplos de atividades que, apesar de necessárias, apresentam baixa eficácia na construção de marcas.

Independente do impacto junto ao consumidor, todos os diferentes tipos de investimento apresentam distintos níveis de eficácia na sua execução. Uma atividade de baixa eficácia na construção de marca pode ter uma execução de maior ou menor eficácia.

Maior eficácia:

Custos de produção de comerciais bem negociados resultam em economias a serem revertidas para outras atividades de maior impacto direto junto ao consumidor. Ganham, portanto, eficácia no seu processo de execução.

Menor eficácia:

Uma campanha de mídia não apropriada e/ou cara com relação ao mercado torna a atividade de propaganda menos eficaz, apesar de sua grande adequação para atrair e converter consumidores para a marca.

Para se usar a ferramenta CEM, três passos de fácil aplicação são necessários, conforme demonstrado a seguir.

CEM

O (CEM) pode ser modificado de várias formas:

Incluir outras atividades mercadológicas que melhor reflitam seu negócio. Para cada atividade inserida é necessário:

(1) que se crie uma planilha com as variáveis de execução dessa nova atividade, para se chegar ao respectivo cálculo de eficácia de execução;

(2) que se ajuste a fórmula de cálculo dos índices de Eficácia Parcial (EP) e do Coeficiente de Eficácia Mercadológica (CEM).

Inserir novas variáveis de execução em uma atividade mercadológica, incorporando práticas aprimoradas e de validada eficácia. Será preciso ajustar a fórmula de Eficácia de Execução (EE) na planilha da atividade mercadológica em questão.

Aumentar a acidez do coeficiente, alterando a graduação do índice de Eficácia de Execução (EE) nas planilhas das atividades mercadológicas. O modelo anexo trabalha com mais de 35% das variáveis de execução presentes para ascender ao Amarelo (graduação dois) e mínimo de 70% para Verde (graduação três). Além disso, altera a sinalização do semáforo (Verde, Amarelo, Vermelho) do (CEM) e dos (EPs) (ver legenda na página principal) na formatação condicional de cada célula pertinente.

>70

70 ≤ ≥ 50

<50

Legenda CEM e EP

= 3

= 2

= 1

Legenda EE

(CEM) – Coeficiente de eficiência mercadológica

(EP) – Eficiência Parcial

(EE) – Eficiência de Execução

Comentários