Cirurgia Carotídea:Técnica de Endarterectomia

Cirurgia Carotídea:Técnica de Endarterectomia

(Parte 1 de 5)

Cirurgia Carotídea Liberato Koraoglan

Pitta GBB, Castro A, Burihan E, editores. Angiologia e cirurgia vascular: guia ilustrado. Maceió: UNCISAL/ECMAL & LAVA; 2003. Disponível em: URL: http://www.lava.med.br/livro

Cirurgia Carotídea: Técnica de Endarterectomia

Liberato Karaoglan de Moura

Roberto Chiesa Germano Melissano,

Antonio Maria Jannello, Marcelo Ruettimamn Liberato de Moura

O ICTUS ou acidente vascular cerebral (AVC) representa nos Estados Unidos a terceira causa de morte e a primeira causa de invalidez, com uma incidência de aproximadamente

500.0 casos/ano. A taxa de incidência do ICTUS oscila entre 100 a 300 casos por

100.0 habitantes/ano dependendo do estudo e do país de origem, (sendo mais alta na

Tailândia e no Japão). Pelo menos 20 a 30% dos casos de AVC têm como causa básica a doença das carótidas extras cranianas, com predominância da arteriosclerose.

A abordagem cirúrgica dos vasos extracranianos tem como meta a resolução dos sintomas neurológicos e a prevenção dos ataques isquêmicos maiores. Na ausência de métodos clínicos mais eficazes para tratar e prevenir o desenvolvimento do AVC isquêmico na patologia carotídea estenosante e em face da importância desta patologia, dos seus riscos, dos seus custos sociais é que a cirurgia veio definitivamente com segurança e eficácia a contribuir decisivamente na redução desses custos como um todo.

Numa estimativa de 1993 indica-se que nos

E.E.U.U. o custo total do Ictus/Ano é de US30.0, sendo US17.0, relacionados com custos diretos e US13.0 com custos indiretos representados pela perda da produtividade. Em publicação mais recente1 os custos estimados estão expressos na tabela 1:

Cirurgia Carotídea Liberato Koraoglan

Pitta GBB, Castro A, Burihan E, editores. Angiologia e cirurgia vascular: guia ilustrado. Maceió: UNCISAL/ECMAL & LAVA; 2003. Disponível em: URL: http://www.lava.med.br/livro

Tabela 1 - Custos estimados em várias situações (em U$):

Ictus/ procedimento Custo médio Variação

ICTUS Maior Primeiro Ano 34.0 21.0 – 48.0 Anual 18.0 9.500 – 32.0 ICTUS Menor 9.0 6.0 – 14.0 Arteriografia 1.600 1.0 – 3.500 Endarterectomia 8.500 7.500 – 1.600

Revisão Histórica – Atualização

A palavra carótida deriva do termo grego Karotide ou karos que significa sono profundo.

De acordo com Rufus em Ephesus (100 A.C.) o termo foi aplicado para as artérias do pescoço, porque a compressão desses vasos produz estorpor ou sono.

Em 1927 Egas Moniz realiza a primeira angiografia cerebral por punção direta e, dez anos depois, ele publicaria 537 arteriografias, nas quais foram encontrados 4 casos de oclusão da carótida interna. Este foi o principal marco das futuras possibilidades da cirurgia vascular. Contudo só a partir de 1951, com a publicação de um estudo profundo correlacionando a doença cérebro-vascular com a oclusão carotídea, por um neurologista canadense, Miller – Fisher, passa-se a creditar ao mesmo a base de uma visão moderna desta patologia, surgindo então as primeiras cirurgias de reconstrução para a insuficiência cérebro-vascular, listada cronologicamente2 na tabela 2

Tabela 2 - Primeiras reconstruções carotídeas

Autor Data de

Operação Redução da

Estenose

Procedimento Restau ração do Fluxo

Carrea et al 20/10/51 Parcial Anastomose término-terminal de CE para CI

Sim

Strully et al 28/01/53 Total Tromboendarter ectomia seguida de ligadura e resseccão

Não

DeBakey 07/08/53 Total Tromboendarter ectomia Sim

Eastcott et al

19/05/54 Ambos Anastomose

Término- terminal de CP para CI

Sim

Eastcott et al 06/54 Parcial Tromboendarter ectomia Sim

Denman 14/07/54 Total Ressecção com Sim et al enxerto

Lin et al 12/5 Parcial Ressecção com enxerto da veia safena

Sim

Total;

Parcial Tromboendarter ectomia

Tromboendarter ectomia

Sim Sim

Cooley et al 08/03/56 Parcial Endarterectomia Sim

Lions e Galbraith

09/08/56 Parcial By-pass

Carótida Subclávia com enxerto de nylon

Sim

Seguramente com esses trabalhos foram fundamentados os princípios técnicos da cirurgia de carótida.

(Parte 1 de 5)

Comentários