UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA

UNOESC – CAMPUS DE XANXERÊ

EDSON SEFFRIM

LUANA PAULA BENNEMANN

MARINA ABIDO

ARQUITETURA DE INTERIORES PARA FINS RESIDÊNCIAIS:

REVESTIMENTOS.

XANXERÊ

2009.

EDSON SEFFRIM

LUANA PAULA BENNEMANN

MARINA ABIDO.

ARQUITETURA DE INTERIORES PARA FINS RESIDÊNCIAIS:

REVESTIMENTOS.

Ante-Projeto de Pesquisa apresentado como requisito parcial para obtenção da aprovação na disciplina de Metodologia da Pesquisa do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Campus Xanxerê.

Professor: Elisa Iop.

XANXERÊ

2009

SUMÁRIO

1. Material de Consumo 14

TOTAL 14

INTRODUÇÃO

A arquitetura de interiores traça uma trajetória onde a relação, pessoa espaço é intima e pessoal. As técnicas industriais, em progresso constante, descobrem continuamente novos materiais, com os mais variados aspectos, formas e características.

Os revestimentos dizem respeito aos objetos, a tetos, pisos e paredes. Considerando-se aos objetos, diríamos que os revestimentos são acabamentos: cera, verniz, poliuretano, pátina e laca.

No que diz respeito aos tetos encontramos madeira, sob forma de lambri, teto em gesso, tijolo e concreto armado. Pisos onde temos pedras naturais, mármore, granito, ardósia, cerâmica lajotas e porcelanato. Finalmente as paredes, elas podem receber acabamentos, os mais variados sob seu material.

Neste anteprojeto nos propusemos a investigar a diversidade de revestimentos existentes no mercado brasileiro na atualidade.

APRESENTAÇÃO DO PROBLEMA

Quais são as principais tendências de revestimentos disponíveis no mercado brasileiro para arquitetura de interiores?

OBJETIVOS

Objetivo geral

Conhecer as principais tendências de revestimentos para arquitetura de interiores para ambientes residenciais, destacando através de exemplos concretos suas possibilidades de aplicação.

Objetivo específico

- Contextualizar o campo da arquitetura de interiores, seus aspectos teórico e práticos.

- Conhecer as principais tendências de revestimentos disponíveis no mercado para ambientes residenciais.

- Demonstrar a aplicabilidade de alguns desses revestimentos através de exemplificações.

JUSTIFICATIVA

A presente pesquisa se faz necessária devido às várias possibilidades que os novos materiais proporcionam, para dar ao ambiente um visual conforto e também beleza, desde pastilhas de vidro, mármore, laminado de madeira, porcelanato, até variados tipos de pedras e tijolos. Contudo, diante da diversidade de revestimentos disponível no mercado nacional, que nos possibilita inúmeras combinações, é preciso conhecer a fundo tudo o que nos é oferecido. As texturas podem criar expectativas em relação à profundidade e ao espaço, as cores criam expectativas de rusticidade ou aconchego, leveza ou densidade. Juntando-as teremos ambientes com possibilidades surpreendentes.

HIPÓTESE

As principais tendências de revestimentos existentes no mercado brasileiro para a arquitetura de interiores apontam para uma diversidade de produtos que privilegiam a praticidade e leveza dos ambientes internos.

REVISÃO TEÓRICA

Desde os tempos mais remotos a humanidade sempre buscou demonstrar sua criatividade artística embelezando suas moradias, fossem elas cavernas ou tendas. È então fácil concluir que a procura de novas técnicas e matérias sempre estiveram presentes. Com os avanços da tecnologia e a disseminação do conhecimento e experiências em termos globais, existem hoje no mercado nacional, inúmeras técnicas e matérias disponíveis para o mercado de revestimento interno, encontrar o material e as técnicas de aplicação que satisfaçam ao gosto do cliente e mais do que isso, seja uma extensão de sua personalidade, requer profundo conhecimento do que se busca e do que existe no mercado.

Um dos mais valorizados revestimento no mercado nacional é o mármore, rocha constituída de calcários metamorfoseados tais como a calcita e mais raramente a dolomita. Pode apresentar-se com granulação muito fina ou então com granulação grossa, mostrando a característica clivagem dos cristais de calcita. (imagens 1 e 2 do anexo) O quartzito cujo componente principal é o quartzo, é uma rocha derivada do arenito que ao sofrer por milhares de anos pressão e calor (rocha metamorfoseada) recristaliza seus grãos de quartzo se tornando mais compacto e abrasivo. (imagens 3 e 4 do anexo) O granito é uma rocha eruptiva muito resistente e dura, composta essencialmente por quartzo e feldspato. Utilizado como pedras ornamentais e de revestimento o termo granito designa um amplo conjunto de rochas silicatadas. (imagens 5 e 6 do anexo) E a ardósia é uma rocha fracamente metamorfoseada, caracterizada por apresentar uma clivagem perfeita, podendo assim formar grandes placas de poucos milímetros de espessura ,com superfícies plana continua. É constituída principalmente por quartzo, mica branca, feldspato e oxido de ferro. (imagem 7 do anexo)

A arquitetura de interiores que por vezes é confundida com decoração de interiores é uma técnica cenográfica visual e arquitetônica de composição e decoração de ambientes internos. (cômodos, casas, residências, escritórios, palácios etc.) (Wikipedia).

Revestimentos são usados em paredes, pisos, tetos, moveis, ou mesmo em adornos, para embelezar o ambiente como um todo, mas também para criar sutilezas.

“Deus mora nos detalhes” Ludwig Mies Van Der Rohe.

METODOLOGIA

O melhor método de se conhecer o mercado é indo até ele, ou seja, pesquisar com os próprios fornecedores. É claro, que para isso precisaremos saber o que procuramos, definirmos através de estudo na literatura disponível os principais tipos e aplicações dos materiais para revestimento. E então tendo uma relação, dividirmos em grupos, por suas características tais como durabilidade, beleza, disponibilidade de cores e texturas, preço, etc.

Feito isso, poderemos mostrar através de exemplos fotográficos, aplicações dos diversos tipos e poderemos fazer uma breve análise dos mesmos.

CRONOGRAMA

ATIVIDADES

MESES 2009

MESES 2010

Ago

Set

Out

Nov

Dez

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Definição das áreas de interesse dos acadêmicos, dos grupos e das temáticas de pesquisa

X

Elaboração do ante-projeto de pesquisa

X

X

Apresentação do ante-projeto de pesquisa

X

Elaboração do Projeto definitivo

X

Realização da pesquisa

X

X

Elaboração do relatório final

X

X

Revisão do

Texto e Metodologia

X

Apresentação do relatório de pesquisa

X

ORÇAMENTO

Itens

Valor R$

1. Material de Consumo

Livro Clarice Mancuso

26,00

Transporte

50,00

Cadernos anotações

20,00

Entradas na decorare 2009

30,00

2. Material Permanente

Amostras

200,00

3. Serviços e Outros

Fotocópias

8,00

Alimentação

80,00

-

-

TOTAL

414,00

REFERÊNCIAS

MANCUSO, Clarice; Arquitetura de interiores e decoração – A arte de viver bem. Editora Sulina. Porto Alegre, Março de 2000.

SULMARMORES, 07 setembro 2009. Disponível em:

<http://www.sulmarmores.com.br/produtos.htm > Acesso em 28 out. 2009.

DIMARMORE, 10 out. 2009. Disponível em:

<http://www.dimarmore.com.br/site/materiais-php?materiais=granitos > Acesso em 28 out. 2009.

DESIGN DE INTERIORES, 15 out. 2009. Disponível em:

<http:pt.wikipedia.org/wiki/arquitetura_de_interiores> Acesso em 28 out. 2009.

ANEXOS

Imagem 01

Imagem 02

.

Imagem 03

Imagem 04

Imagem 05

Imagem 06

Imagem 07

Comentários