Manual de Mineração

Manual de Mineração

(Parte 1 de 8)

Para movimentar materiais a granel em processos minerais e na indústria de agregados, a Metso Minerals dispõe de ampla linha de alimentadores destinados a serviços de alimentação primária, retomada e dosagem. A variedade de tipos e modelos ofertados permite a escolha mais adequada para cada caso específico. A tabela na página seguinte indica as principais características e faixas de aplicação desses equipamentos.

a n i u q á M e d r o d a t n e m i l A s a t a p a s r o d a t n e m i l A o i r ó t a r b i v o d a i o p A * o s n e p s u S * * a i r ó t a r b i v a h l a C e d r o d a t n e m i l A a t e v a g r o d a t n e m i l A o i r ó t a r b i v I I e n i l a r b i V e d r o d a t n e m i l A a i e r r o c e d a x i a F e d a d i c a p a c

. x á m o h n a m a T l a i r e t a m e d a d a r u g r a l a d

% 0 5 é t A a r i e t s e a d a r u g r a l a d % 0 8 é t A a s e m a d a r u g r a l a d % 0 3 é t A a s e m a d a r u g r a l a d

% 0 2 é t A a t e v a g a d a r u g r a l a d % 0 3 é t A a s e m a d a r u g r a l a d

% 0 1 é t A a i e r r o c s e õ ç a c i l p A s i a p i c n i r p

-s o d a s e p s o ç i v r e S -a i r á m i r p o ã ç a t n e m i l A s e d n a r g e d a d a m o t e R

-s e m u l o v

-s o d a s e p s o ç i v r e S -A s e r o d a t i r b e d o ã ç a t n e m i l * s o i r á m i r p -s i a i r e t a m e d s a d a m o t e R * * s o d ú a r g i a i r e t a m e d a d a m o t e R a i d é m a i r t e m o l u n a r g e d s a h l i p e s o l i s e d n a r t e d o ã ç a t n e m i l A- o pr a i e r r o c e d s e r o d a t

-m e g a s o D o t i u c r i c e d o ã ç a t n e m i l A s n e g a s o d m e r e u q e r e u q a x a t e s a s i c e r pe s a i d é m s s a t l ao ã ç a t n e m i l a e d

-a d a m o t e Re ds i a i r e t a m s o n i fu o / eb o s s o d i m ú s a h l i p e s o l i s s n e g a t n a V o t c a p m i o a a i c n ê t s i s e r a t l A -r o p l e v í s s i m d a a g r a c a t l A - a e r á e d e d a d i n u -e d a d i l i b i n o p s i d a t l A o x u l f e d m e g a l u g e r a o B l a i r e t a m o r a v e l e e d o P - e m r o f n o c o t n e m i r p m o C

-e d a d i s s e c e n a d a r u t l a a r i z u d e r e d o P

-o ã ç a l a t s n i s i a i r e t a m m e b a i e s u n a M e d r o e t o t l a m o c s o s o l i g r a e d a d i m u

-e d a ç n a r u g e s a t l A o t n e m a n o i c n u f -s o n i f s o d a i v é r p o ã ç a r a p e S -o ã ç n e t u n a m l i c á f e a c u o P -o ã ç a t n e m i l a e d e l o r t n o c m o B -o t s u c o x i a Bo ã ç i s i u q a e d

-o t s u c o x i a Bo ã ç i s i u q a e d -l i c á f e a c u o Po ã ç n e t u n a m

-s e õ s n e m i d s a n e u q e P -e d a ç n a r u g e s a o B o t n e m a n o i c n u f o x u l f e d e l o r t n o c m o B

-e d r o s r e v n o c m o c a i c n ê ü q e r f e l o r t n o c m o B o ã ç a t n e m i l a -o t s u c o x i a Bo ã ç i s i u q a e d

-a i c n ê t o p a n e u q e P a d a l a t s n i à l e v í s n e s s o n e M - l a i r e t a m e d a ç n e s e r p o s o l i g r a e l o r t n o c o m i t Ó o ã ç a t n e m i l a -e d a d i c a p a c a t l A -s e õ s n e m i d s a n e u q e P -l a n o i c a r e p o o d í u r o x i a B

-o t s u c o x i a Bo ã ç i s i u q a e d

-o m i t Óo x u l f e d e l o r t n o c -s i a i r e t a m m e b a i e s u n a M e d r o e t o t l a m o c s o s o l i g r a e d a d i m u s n e g a t n a v s e D

-o t s u c o t l Ao ã ç i s i u q a e d

-a l u m u c a ( o ã ç a d e v á M o d n a t i s s e c e n , o x i a b r o p s o n i f e d r o d a t n e m i l a u o a i e r r o c e d a r e t n a m a r a p e t n e r r o c

) a z e p m i l -a p l a c s e m e n a c i f i s s a l c o ã N s o n i f o d a s u r e s e d o p o ã N l a i r e t a m o r a v e l e -o d a t i m i l o t n e m i r p m o C

-a d a l a t s n i a i c n ê t o p a t l A -o ã ç n u f m e i a c e d a d i c a p a C l a i r e t a m e d e d a d i t n a u q a d o s o l i g r ae d a d i m u eo d n e d o p

, s e õ ç i d n o c s a t r e c m e , é t a e t n a r e p o n i e s - r a n r o t d o m i x á m o h n a m a T : l a i r e t a m"

-m e i a c e d a d i c a p a C e d e d a d i t n a u q a d o ã ç n u f o s o l i g r a l a i r e t a me e d a d i m u, é t a o d n e d o p ,

, s e õ ç i d n o c s a t r e c m e e s - r a n r o t e t n a r e p o n i e t s a g s e d o d i p á R o t n e m i t s e v e r -a r a c o ã ç n e t u n a M -e d o m i x á m o h n a m a T " 6 l a i r e t a m d o m i x á m o h n a m a T o d a t i m i l l a i r e t a m -m e i a c e d a d i c a p a C e d e d a d i t n a u q a d o ã ç n u f o d n e d o p , o s o l i g r a l a i r e t a m

, s e õ ç i d n o c s a t r e c m e

, é t a e t n a r e p o n i e s - r a n r o t d o m i x á m o h n a m a T o d a t i m i l l a i r e t a m -s a d e t s a g s e d o t l A s a i e r r o c

Os alimentadores de sapatas são máquinas projetadas para atender a qualquer tipo de serviço, seja para materiais secos, úmidos ou pegajosos, ou para operar em ambientes poluídos ou corrosivos.

A linha de alimentadores Metso Minerals/ Faço, disponível em ampla variedade de tamanhos, supre a necessidade de movimentação de materiais em serviços de alimentação e dosagem, nas instalações de mineração, pedreiras ou indústrias de base.

Os nossos produtos contam com a longa e sólida experiência da Metso Minerals em projeto e fabricação de equipamentos de processamento de minérios, podendo, desta forma, garantir a escolha adequada do modelo e tamanho do alimentador para um ótimo desempenho, por um custo mínimo de investimento e manutenção.

cos: série MT e série MPA série

Os alimentadores de sapatas são fabricados em 2 modelos bási- MT constitui uma linha padronizada, com tamanhos definidos. São máquinas compactas, com tremonha e acionamento integrados à própria base principal, utilizando redutor shaftmounted.

Os alimentadores da série MP são projetados especificamente, conforme lay-out e requisitos de capacidade da instalação.

Ambas as séries utilizam roletes e correntes de trator de marcas tradicionais, de fácil aquisição no mercado, que proporcionam um ótimo desempenho e longa vida útil, graças aos seus sistemas de vedação, simples e eficientes.

As sapatas utilizadas são disponíveis em diferentes larguras padronizadas, podendo ser fornecidas fundidas em aço manganês para aplicações pesadas que requeiram alta resistência ao impacto e desgaste ou em chapas de aço laminado para aplicações leves.

O projeto permite que as correntes onde se fixam as sapatas sejam posicionadas externa ou internamente à região da tremonha em função dos requisitos de maior facilidade de acesso para manutenção ou de reduzido gabarito lateral da máquina, onde o espaço físico para instalação seja limitado.

L + 1200

1700 A + 1600

A + 1300

Dimensões aproximadasDimensões aproximadasDimensões aproximadasDimensões aproximadasDimensões aproximadas

Trata-se de uma linha padrão de alimentadores de médio porte. As dimensões e principais características são indicadas abaixo:

• Acionamento: coroa, pinhão, eixo de transmissão, redutor shaft mounted, correia V e motor.

• Corrente e material rodante D4 ou equivalente.

• Velocidade ajustável por mudança de relação de redução por correias V na faixa de 3-1 m/min.

• Potência do motor escolhida em função da velocidade, conforme cálculo apresentado.

• Tremonha conforme dimensões indicadas - opcional.

opiT oãsnemiD arietsead )m(

)t(soseP oãçatropxeemuloV

.melE sievóm

(Parte 1 de 8)

Comentários