Formação:

  • Formação:

    • Comunicação social, propaganda, administração, economia, sociologia, psicologia, relações publicas e jornalismo
  • Características:

    • Organização - Iniciativa
    • Pensamento lógico - Bom senso
    • Autocontrole - Jogo de cintura
    • Cultura geral - Expressão oral e escrita

Carreira:

  • Carreira:

    • Cada agência: estrutura e modo operacional próprio
    • Estagiário, assistente, contato, supervisor, diretor de contas, planejador, gerente (VP)

Funções:

  • Funções:

    • Levantar e analisar informações
    • Acompanhar e analisar pesquisas de mercado
    • Planejar
    • Vender
    • Elaborar cases
    • Iniciar e manter atualizado o livro do cliente
    • Administrar

Funções:

  • Funções:

    • Coordenar
    • Supervisionar
    • Executar
    • Negociar
    • Cobrar os clientes e parceiros
    • Agendar reuniões

Funções:

  • Funções:

    • Preparar a sala de reuniões
    • Conduzir e controlar o andamento das reuniões
    • Fazer apresentações a clientes
    • Fazer relatórios de visita
    • Fazer os pedidos de criação, mídia e produção
    • Avaliar os trabalhos da criação e da mídia
    • Manter o cliente satisfeito

Atitudes:

  • Atitudes:

    • Ter confiança
    • Ser positivo
    • Manter entusiasmo
    • Ser amigo
    • Ter opinião
    • Prestar colaboração
    • Ter boa vontade
    • Assumir liderança
    • Ter interesse pelo negócio do cliente

  • Atendimento:

  • profissional de negócios com base técnica em comunicação

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 50:

    • “Donos da conta”
    • Relacionamento pessoal com a diretoria
    • Influência ditatorial sobre os demais departamentos
    • Sua palavra era lei
    • Dept. de Criação: Redatores e ilustradores – salas separadas
    • Dept. Mídia: não tinha informações de pesquisa (qualidade de hoje)

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 60:

    • TV toma força
    • Mudança no enfoque da criação
    • Aumento do número de anunciantes
    • Know-how de marketing
    • Trabalhos mais técnicos

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 60:

    • Figura “Dono da agência” foi desaparecendo
    • Duplas de criação
    • Novos veículos de comunicação no mercado – públicos específicos
    • Pesquisas ampliadas – análise técnica da programação
    • Diretor de atendimento e planejamento – assumir a liderança da agência: orientar trabalhos, aprovar planos e layouts, apresentação das peças e planos de mídia

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 60:

    • Atendimento: grande força dentro da agência e junto ao cliente
    • Transição para década de 70: explosão da Criação: conquistas de prêmios nacionais e internacionais – passam a visitar o cliente junto do atendimento

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 70:

    • Recolhimento gradativo do atendimento
    • Criação – grande peso
    • Atendimento – nada de sugestões/recomendações
    • 70/80: profissionais de Mídia valorizados

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 70:

    • Mídia: planejamento, programação, negociação e aplicação de verbas publicitárias nos diversos meios
    • Sofisticação das pesquisas de audiência, segmentação dos veículos
    • Força: pesquisa de mídia
    • Atendimento: diminuição do envolvimento com esta área – parou de discutir os planos de mídia

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 80:

    • Mídia: assume planejamento da campanha
    • Planejamento: triângulo: mídia/planejamento/criação
    • Bases para o pensamento estratégico de comunicação

Retrospectiva histórica

  • Retrospectiva histórica

  • Década 90:

    • Atendimento retraído, mal preparado, restrito a funções administrativas, de follow-up, supervisão e menor peso nas recomendações para o cliente
    • Criação, mídia e planejamento – mãos de especialistas

SÉCULO XXI

  • SÉCULO XXI

    • UMA NOVA ATITUDE PARA O ATENDIMENTO
    • Tendência: atendimento não existir mais no século XXI
    • Especialização do processo
    • Corrêa: atendimento ainda exerce papel muito importante: não tem como desaparecer – capacidade de amarrar todo o processo, coordenar todas as etapas e o trabalho dos diversos participantes
    • Atendimento: voltar a função generalista: de tudo um pouco
    • Conhecer todas as áreas, discutir qualquer assunto com qualquer especialista
    • Trabalhar em nível estratégico – tático e operacional para especialistas

SÉCULO XXI

  • SÉCULO XXI

    • Deve ter conhecimento:
      • Relações humanas, psicologia, sociologia, marketing, propaganda, promoção de vendas, RP, marketing direto, mídia, criação, produção gráfica e eletrônica, computação, economia de mercado, pesquisa, lógica, ética, artes e cultura geral.
      • Marketing, comunicação e do negócio do cliente

Precisa ser:

  • Precisa ser:

    • Assessor de clientes -Facilitador de trabalhos
    • Elo da rede - Habilidade em lidar com problemas
    • Relacionar-se bem com as pessoas - Negociar
    • Administrar - Coordenar
    • Supervisionar - Vender

ASSESSOR X FORNECEDOR

  • ASSESSOR X FORNECEDOR

    • - Interesse da conta em primeiro lugar
    • - Orientar no que deve ser feito
    • - Fornecedor: responde a solicitação

ASSESSOR X FORNECEDOR

  • ASSESSOR X FORNECEDOR

    • Assessor:
      • Mais amplo: encontrar a solução adequada
      • Avaliar melhores alternativas
      • Estabelecer prioridades
      • Vislumbrar as relações entre os fatos
      • Contribuir para a solução dos problemas
      • Fazer das tripas o coração para servir os interesses dos clientes
      • Ganhar sua confiança
      • Criar oportunidades para poder opinar e orientar na adoção do melhor caminho

ASSESSOR X FORNECEDOR

  • ASSESSOR X FORNECEDOR

        • Conseqüências:
          • Melhor entrosamento
          • Melhor trabalho profissional
          • Mais vantagem competitiva da agência
          • Maior faturamento
          • Satisfação pessoal
    • Primeiro: interesse do cliente, depois o da agência

Variáveis que influenciam o relacionamento agência/cliente:

  • Variáveis que influenciam o relacionamento agência/cliente:

    • Interação
    • Continuidade
    • Consistência
    • Ajuda
    • Verba predeterminada
    • Administração
    • Confiança
  • ATENDIMENTO CRIATIVO

CORREA, Roberto. O atendimento na agência de propaganda. São Paulo: Global, 2006. p. 15 - 76

  • CORREA, Roberto. O atendimento na agência de propaganda. São Paulo: Global, 2006. p. 15 - 76

Comentários