Vocabulário de Logística por Diego Xavier Pereira

Vocabulário de Logística por Diego Xavier Pereira

VOCABULÁRIO DE LOGÍSTICA

POR DIEGO XAVIER PEREIRA – USP

ABC Costing (Custeio Baseado em Atividades)Consiste na identificação, análise e custeio das atividades desenvolvidas pela empresa associadas a sua demanda por produtos e serviços. Distinguem-se do método tradicional de custeio por absorção que utiliza-se de critério de rateios pré-estabelecidos para alocação dos custos indiretos ao produto/serviços.

Agente (Agent)Representante responsável pela negociação de contratos para compra e venda de mercadorias e/ou serviços.

Amortização (Amortization)Redução gradual de uma dívida por meio de pagamentos periódicos combinados entre credor e devedor. Os empréstimos e hipotecas bancárias são, em geral, pagos dessa forma. No caso de empréstimos à longo prazo , a amortização se faz mediante a tabelas especiais nas quais se incluem os juros relativos ao capital a reembolsar.

Análise Incremental (Incremental analysis)Processo avaliação de decisões sob a ótica dos custos adicionais incorridos pela tomada de decisão.

Armazém Alfandegário (Bonded Warehouse)Armazém que opera sujeito a regulamentos e normas especiais sob responsabilidade da Receita Federal, permitindo a guarda de produtos em processo de importação antes de sua nacionalização.

Armazém Refrigerado (Refrigerated Warehouse)Armazém que fornece refrigeração e controle de temperatura, geralmente utilizado para guarda de produtos perecíveis.

Armazém Regional (Regional Warehouse)Uma instalação que serve preferencialmente uma região ou apenas uma localidade. O armazém regional também pode suprir outros armazéns filiados, diretamente ao consumidor ou ambos.

Automação (Automation)Substituição de trabalho humano por máquinas, equipamentos e computadores.

Base de dados (Data Base)Dados armazenados de uma forma que permita ter flexibilidade na classificação de dados, geração de estatísticas, indicadores e relatórios.

BenchmarkUma série de indicadores usados para atingir objetivos, alvos de operação e programas de produtividade. Busca de práticas eficientes no mercado, torná-las metas e aplicá-las em seu negócio.

Big BagEmbalagem para acondicionamento, transporte ou armazenagem de produtos a granel.

BinAcessório de uma estanteria, que pode ter divisões internas para armazenar pequenos itens.

Caixa (Box)Nome comum para uma embalagem de unitização para embarque, estocagem, movimentação, etc.

Canais de distribuição (Distribution Channel)Meios/canais por onde os produtos manufaturados são distribuidos de sua origem até o consumidor final, incluindo os armazéns públicos, despachantes, atacadistas e varejistas, etc. Processo pelo qual uma empresa distribui os seus produtos (pós-produção).

Capacidade (Capacity)É o potencial de um sistema, trabalhador, máquinas, meio físico, instalação ou centro de trabalho de realizar as funções esperadas.

Carga Completa / FTL (Full Truck Load)Termo utilizado para designar cargas que utilizam a capacidade completa de um veículo ou equipamento de transporte rodoviário.

Carga de Alta Densidade (Hight Density Load)Uma carga ou produto cuja relação peso/volume é alta.

Centro de Distribuição (Distribution Center)Armazém para produtos acabados. O termo é usado para diferenciar uma operação mais complexa e de alta velocidade à de um armazém comum, cuja principal função é estocagem.

CFR - Cost and Freight (Custo e Frete)A entrega também é consumada quando as mercadorias transpõem a amurada do navio, no porto de embarque, desembaraçadas para exportação pelo vendedor. O vendedor deve pagar o frete até o porto de destino, mas o risco de perda ou dano, bem como qualquer custo adicional, ficam por conta do comprador. Incoterm usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Ciclo do Pedido (Order Cicle)É o fluxo de pedido ao longo de toda a cadeia de suprimentos. O gerenciamento do ciclo do pedido é feito ao longo das etapas existentes desde sua emissão até a entrega ao cliente: captação, processamento, análise de crédito, picking, em trânsito e entrega.

Ciclo de Reabastecimento (Replenishment Cycle)Processo de reabastecimento dos níveis de estoque seja de um armazém ou de um fornecedor.

CIF - Cost, Insurance and Freight (Custo, Seguro e Frete)A entrega também é consumada quando as mercadorias transpõem a amurada do navio, no porto de embarque, desembaraçadas para exportação pelo vendedor. Quando se usa este Incoterm, o vendedor, além de pagar o frete até o porto de destino, também deve contratar e pagar o seguro marítimo, de cobertura mínima, cujo acionamento, se necessário, fica por conta do comprador. Demais riscos e custos adicionais correm por conta do comprador. Incoterm usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

CIP - Carriage and Insurance Paid to… (Transporte e Seguro Pagos até…)O vendedor entrga as mercadorias, desembaraçadas para exportação, ao transportador designado e, além de pagar o frete até o destino combinado, também está obrigado a contratar e pagar o seguro de transporte, mas somente para a cobertura mínima. Demais riscos e custos adicionais correm por conta do comprador. Incoterm usado sem restrição quanto ao modo de transporte. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Código de Barras (Bar Code)Método de dados codificados para leitura rápida e acurada. Os códigos de barra são uma série de barras e espaços alternados, impressos ou estampados, representando informações codificadas que podem ser reconhecidas por leitores eletrônicos.

CommoditiesVários itens ou mercadorias com características similares, em geral de baixo valor agregado.

Computador de bordo (On board computer)Um computador instalado em veículos, com funções diversas de controle e segurança, como por exemplo consumo de gasolina, desempenho do motorista, comportamento do motor e aspectos de segurança.

Conhecimento de Carga (Consignment Note)Documento preparado pelo expedidor que envolve um contrato de transporte. Contêm detalhes sobre a remessa a ser transportada e assinada pelo transportador em âmbito nacional como prova de recebimento.

Conhecimento de Embarque (Bill of Lading)Documento que evidencia o contrato de transporte e prova o direito sobre as mercadoria. Também constitui o documento que é, ou pode ser, necessário para atender uma reivindicação de seguro.

Conhecimento de Embarque Consolidado (Consolidated Bill of Lading)Um conhecimento de embarque usado quando os produtos são agrupados em uma embalagem maior e ou container.

Conhecimento de Transporte Aéreo (AirWay Bill)Documento que evidencia o contrato de transporte de produtos por via aérea.

Conhecimento de Transporte Ferroviário (Rail Consignment Note)Documento que evidencia o contrato de transporte de produtos por ferrovia.

Conhecimento de Transporte Rodoviário de Carga(Road Consignment Note)Documento que evidencia o contrato de transporte de produtos por rodovia.

Consignação (Consigment Stock)Estoque de mercadorias acabadas, em poder dos agentes ou distribuidores, que ainda são de propriedades dos fornecedores.

Consolidação (Consolidating)Processo de reunir mercadorias de diferentes embarcadores, compatíveis por natureza e destino em um mesmo contêiner e ou veículo, com o objetivo de aproveitar espaço e otimizar os custos de transporte.

Contaminação (Contamination)Materiais ou ações externas estranhos que podem afetar desfavoravelmente um produto.

Contêiner (Container)Unidade de embalagem padrão utilizada no transporte de carga geral cuja principal característica é a velocidade nas movimentações nos pontos de transbordo.

Contêiner Refrigerado (Refrigerated container)Unidade de embalagem padrão capacitada utilizada para transportar mercadorias que necessitem de uma temperatura controlada.

Conteinerização (Containerazation)Método de expedição em que os produtos são acondicionados em Conteineres, aumentando a facilidade de movimentação e segurança dos produtos até o seu destino.

Contrabando (Contraband)Práticas ou mercadorias ilegais e/ou proibidas.

CPT - Carriage Paid to… (Transporte Pago até…)O vendedor entrega as mercadorias, desembaraçadas para exportação, ao transportador designado e paga o frete até o destino combinado. Mas o comprador arca com os riscos e custos adicionais que incorporam depois que as mercadorias tenham sido entregues. Incoterm usado sem restrição quanto ao modo de transporte. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Cross dockingProcesso de transferência de mercadorias de um veículo para outro, realizado em uma instalação. Neste processo a mercadoria não chega a ser armazenada em citada instalação.

Custeio Baseado em Atividade (Activity Basead Costing)Metodologia que auxilia a determinação do custo dos produtos de uma forma mais realista que as medidas tradicionais de custo de pessoal direto e horas de máquina. Neste caso os custos são calculados e acumulados, com base em cada atividade desenvolvida.

Custo de Distribuição  (Distribution Cost)Custos relacionados à distribuição de produtos sob responsabilidade de Marketing e Logística.

Custos de Manuseio (Handling Costs)São os custos envolvidos na movimentação de mercadorias no armazém.

Custos de Manutenção de Inventário (Inventory Carrying Costs)Custo do inventário em mãos, incluindo taxas, depreciações, custo de capital investido, seguros e outros. Expressa como um percentual do inventário total, o custo de manutenção do inventário é utilizado no cálculo da quantidade econômica dos pedidos.

Custos Diretos (Direct Costs)Custos que podem ser identificados diretamente com uma unidade de produto. É o caso dos custos decorrentes de matéria-prima, embalagem e mão-de-obra - parte do salário paga ao colaborador que trabalha diretamente no produto, segundo o período de tempo gasto com a unidade que está sendo produzida.

Custos Externos de Armazém (External Costs)São custos que se originam fora das instalações do armazém, mas que são inerentes ao armazém. Estes custos incluem: transferências de mercadorias (levar e trazer), custos de inventário, seguros, impostos e outros custos de controle de estoque.

Custos Indiretos (Indirect Costs)Custos realacionados com a fabricação e que não podem ser economicamente identificados com as unidade que estão sendo produzidas. Por exemplo: aluguel de instalação de fábricas, depreciação, mão-de-obra indireta, imposto, seguro, etc..

Custos Internos (Internal Costs)Custos gerados dentro da instalação e sob controle direto do gerenciamento do armazém. Ele incluem estocagem, manuseio, serviços de escritório e administrativos.

Custo Médio Unitário (Average Cost per Unit)É o valor resultante da divisão do total de custos fixos e variáveis totais, dividido pelo número de unidades produzidas ou vendidas.

DAF - Delivered at Frontier (Entregue na Fronteira)Termo a ser usado somente no caso de fronteira terrestre. As mercadorias são colocadas à disposição do comprador antes da divisa alfandegária do país vizinho, dentro do veículo que as transportam, portanto, sem descarga. O vendedor se responsabiliza pelo desembaraço de exportação, mas não de importação. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

DDP - Delivered Duty Paid (Entregue com Direitos Pagos)Significa que o vendedor entrega as mercadorias ao comprador no local de destino, já desembaraçadas para importação, mas sem descarregá-las. Incoterm usado sem restrição quanto ao modo de transporte. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

DDU - Delivered Duty Unpaid (Entregue com Direitos Não Pagos)Significa que o vendedor entrega as mercadorias no local de destino, mas sem o desembaraço de importação e sem descarregá-las. Incoterm usado sem restrição quanto ao modo de transporte. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Demanda Interplantas (Interplant Demand)Transferência ou embarque de materiais entre as instalações, ou divisões, de uma mesma empresa.

Depreciação (Depreciation)Redução do valor do ativo em consequência de desgaste pelo uso, obsolescência tecnológica ou queda de preço de mercado - geralmente máquinas, equipamentos e edificações. O cálculo da depreciação pode ser feito pelo custo original (ou custo histórico) ou pleo custo atual (ou custo de reposição). Os métodos para se calcular a depreciação são o da linha reta, o do balanço decrescente e o da anuidade e fundo de amortização.

DES - Delivered Ex Ship (Entregue no Navio)O vendedor entrega a mercadoria no porto de destino, dentro do navio, arcando com todos os custos e riscos de transporte. A descarga e desembaraço de importação ficam por conta do comprador. Incoterm usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Descrição de Tarefa (Job Description)Lista de obrigações, responsabilidades, regras, qualificações e remuneração de uma função de trabalho específico.

Despachante/Agente Marítimo (Broker)Agente que intermedia transações de negócios recebendo uma comissão. Despachantes estão presentes em diversas etapas do processo logístico, tais como embarques domésticos e internacionais, liberação alfandegária, aluguel de equipamentos, entre outros.

Destinatário (Consignee)Para quem as mercadorias são entregues.

Desvio/Variação (Deviation)A diferença entre um valor previsto e o valor realizado.

Deteriorização (Deterioration)Qualquer perda de qualidade, valor, ou utilização da mercadoria.

DEQ - Delivered Ex Quay (Entregue no Cais)O vendedor entrega a mercadoria no cais do porto de destino, arcando com todos os custos e riscos de transporte e descarga. A responsabilidade do comprador começa no desembaraço de importação. Incoterm usado para transporte marítimo, hidroviário ou multimodal. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Distribuição (Distribution)As atividades e o planejamento necessários para movimentar um produto acabado até o cliente. A Distribuição é o canal de pós-produção, sendo parte integrante da cadeia de suprimento.

Distribuição Física (Physical Distribution)O termo aplicado para as atividades logísticas que ocorrem entre o final da linha de produção e o consumidor final. Inclui tráfego, embalagem, manuseio de materiais, armazenagem, entrada de pedido, controle de estoque, suprimento do cliente e previsões.

Distribuidor (Distributor)O agente comercial que insere-se na cadeia de distribuição. Distribuidores compram e vendem as mercadorias acabadas. Eles podem alterar, montar, combinar ou adicionar valor à mercadoria.

Doca (Dock)Um tipo de plataforma contígua uma instalação para a carga e descarga de produtos.

DowntimeO tempo ocioso de um equipamento ou veículo em operação, devido à necessidade de manutenção, reparos ou troca de operadores.

ECR Resposta Eficiente ao Consumidor(Efficient Consumer Response)É uma estratégia na qual varejistas, atacadistas, distribuidores e indústria trabalham em conjunto com o objetivo de proporcionar maior valor ao consumidor, identificado oportunidades de melhoria nas práticas comerciais, financeiras, logísticas e TI, reduzindo custos totais na cadeia de suprimento.

Embalagem Comercialização (Trade Package)Embalagem que contém um múltiplo da embalagem de apresentação, constitui a unidade para extração do pedido, e, por sua vez, é um sub-múltiplo da embalagem de movimentação.

Embalagem de Apresentação (Product Package)Embalagem que envolve a embalagem de contenção, e com a qual o produto se apresenta ao usuário no ponto de venda.

Embalagem Interna (Inner Packing)Material auxiliar de embalagem como papel, espuma ou madeira usado para amortecer impactos e prevenir a movimentação da mercadoria dentro da embalagem principal.

Embalagem Primária (First Pack)É aquela que contêm o produto (vidro, lata, plástico, etc.) sendo a medida de produção e de consumo. Também pode ser a unidade de venda do varejo.

Embalagem Secundária (Second Pack)É o acondicionamento (contenedor) que protege a embalagem primária. Por exemplo, uma bandeja de cartão com filme termoencolhível.

Embalagem Terciária (Third Pack)É o caso das embalagens de madeira, papelão, plástico ou outro material. A combinação da embalagem primária e secundária acaba sendo a medida de venda do atacadista.

Embalar/Empacotar (packiage)Atividade de acondicionar produtos em embalagens e/ou contêiners.

Empilhadeira (Forklift Truck)Um equipamento motorizado para movimentação de cargas nos armazéns.

Endereço (Address)1) Combinação de letras e números utilizados para identificar a localização física das mercadorias no armazém.2) Em processo de arquivo, uma legenda de nome e número que designa a localização na memória do computador.

Endereçamento de Armazém (Locator Address System)Prática utilizada em armazéns para direcionamento e alocação de produtos no estoque.

Endereçamento Dinâmico (Random location System)Sistema de estocagem de materiais no armazém pelo qual os itens são estocados em qualquer posição disponível, aleatoriamente dependendo da disponibilidade do espaço. Este sistema pode ser eficiente em termos de utilização de espaço, mas deve ser cuidadosamente monitorado para evitar que o estoque se perca o controle de estoque.

Estanterias (Shelves)Estrutura de armazenagem para itens de pequeno porte.

Estivador (Docker)O trabalhador que carrega e descarrega as mercadorias nos navios.

Estoque (Inventory)Estoques ou itens que dão suporte à produção (matéria-prima, e itens de material em processo), atividades de apoio (suprimentos de operação, manutenção e reparo) e atendimento ao cliente (produtos acabados e sobressaltantes).

Estoque Ativo (Active Inventory)Estoque que abrange matéria-prima, material em processo, produtos acabados, que serão usados ou medidos durante um período específico.

Estoque Cíclico (Cycle Inventory)Parte do estoque necessária para atender a demanda normal de produção, com exceção do estoque excedente e do estoque de segurança.

Estoque Disponível (Available Stock)O total do inventário que pode ser vendido ou usado.

Estoque Físico (Physical Inventory)A quantidade de produtos em estoque que é separadamente identificável em um local específico (armazém, estoque, ou outro local de estocagem ) expresso em termos quantitativos e/ou financeiros.

Estoque de Produtos Acabados (Finished Product inventory)Produtos disponíveis para embarque para o cliente.

Estoque de Segurança (Safeted Stock)É a quantidade mínima de estoque mantida no inventário em acréscimo aos requerimentos de previsão de produção ou vendas. O estoque de segurança visa garantir o atendimento de situações emergenciais, flutuações de demanda ou atrasos.

Estoque em Estudo de Viabilidade (Feasibility Study)Uma análise que examina a viabilidade técnica e econômica de um projeto.

EXW - Ex Works (Na Origem)Transação onde cabe ao comprador retirar as mercadorias no estabelecimento do vendedor, ou em outro local por ele nomeado (armazém, fábrica, etc), não desembaraçadas para exportação e não embarcadas em qualquer veículo coletor. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

FAS - Free Alongside Ship (Livre ao Lado do Navio)O vendedor cumpre com a entrega das mercadorias quando elas estão colocadas ao lado do navio, no porto de embarque designado, desembaraçadas para exportação. Incoterm usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

FCA - Free Carrier (Livre no Transportador)Significa que o vendedor entrega as mercadorias, desembaraçadas para o exportador, ao transportador designado pelo comprador, no local combinado. Quando a entrega é feita no estabelecimento do vendedor, este tem a obrigação de colocar a mercadoria no veículo que vai transportá-la. Se a entrega ocorrer em qualquer outro local, o vendedor não é responsável pela descarga do veículo usado para transportar a mercadoria de sua fábrica até outro local. Fica sendo obrigação do importador descarregar do veículo enviado pelo exportador a voltar a embarcar em qualquer outro meio de transporte. Incoterm usado sem restrição quanto ao tipo de transporte. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Fluxograma (Flow Chart)1) Sistema de símbolos usado para auxiliar a descrição e análise dos principais elementos de trabalho envolvidos em um processo.2) No processamento de dados, um gráfico que representa o processo e o fluxo de informações.

FOB - Free on Board (Livre a Bordo)A entrega é consumada quando as mercadorias transpõem a amurada do navio, no porto de embarque designado. Exige que o vendedor faça o desembaraço de exportação. Incoterm usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário. (Publicação Icoterms 2000 da Edições Aduaneiras Ltda.)

Freight ForwarderResponsável pelo transporte internacional, onde ele busca espaço em navios, aviões, e transporta a carga para o cliente.

Gerenciamento de Materiais (Materials Management)Planejamento e controle associado com a logística de suprimentos (inbound), assim como obtenção e transporte de matéria-prima e componentes.

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos(Suply Chain Management)Abordagem integral que envolve questões fundamentais relacionadas à cadeia de suprimentos como estratégias funcionais, estrutura organizacional tomada de decisão administração de recursos, funções de apoio, sistemas e procedimento.

Giro de Estoque (Item popularity/Inventory Turns)Termo que indica quantas vezes cada item (SKU) mantido em estoque é demandado num certo período.

Gráfico Espinha de Peixe (FishBone Chart)É um diagrama de causa e efeito utilizado em medição de qualidade total.

Identificação Automática (Automatic Identification)Sistema que fornece informações pela leitura automática de código de barras ou outras simbologias.

Inbound (Logística de Suprimentos)Etapa da operação logística, que envolve , a movimentação da materiais de sua origem até o ponto de produção ou armazenagem.

INCOTERMSTermo de vendas internacional desenvolvidos pela Câmara Internacional de Comércio para definir as responsabilidades dos vendedores e dos compradores o mais claro e preciso possível.

Infestação (Infestation)A poluição das mercadorias através da presença de insetos, roedores, pássaros e sus detritos.

Instalação (Facility)Contempla as instalações física e os equipamentos de estocagem. Os equipamentos fixos de estocagem no armazém devem ser consideradas parte das instalações, enquanto que os equipamentos de movimentação de material não se incluem.

Inventário Físico (Phisical Inventory)Contagem física de todos os itens localizados dentro do armazém.

JIT - Just in timeFilosofia de manufatura baseada na eliminação de toda e qualquer perda/desperdício e na melhoria contínua da produtividade. Os elementos principais do Just-in-Time são ter somente estoque necessário, quando necessário; melhorar a qualidade tendendo a zero defeitos; reduzir lead time reduzindo os tempo de setup, filas e tamanhos de lote; revisar incrementalmente as operações e realizar tudo isso a custo mínimo.

KittingMontagem simples de componentes de peças, muitas vezes realizado no armazém.

KanBanTécnica japonesa de gestão de materiais e de produção no momento exato, ambas (gestão e produção) controladas por meio visual e/ou auditivo. Trata-se de um sistema de “puxar” no qual os centros de trabalho sinalizam com um cartão, por exemplo, que desejam retirar peças das operações de alimentação entre o início da primeira atividade até conclusão da última, em uma série de atividades.

Kaizen (ver melhoria contínua)Termo japonês que significa melhoria contínua.

Leitor de Código de Barras (Bar Code Reader)Um equipamento eletrônico para identificação e decodificação de um símbolo do código de barras.

LogísticaO gerenciamento integrado dos fluxos (inbound e outbound) de materiais, peças, suprimentos, material em processo e produtos acabados. Originalmente limitada ao transporte e armazenagem, a logística atualmente este presente na programação de produção, previsão de demanda, serviços ao consumidor, processamento de pedidos, controle de estoque e gerenciamento das informações envolvidas.

Lote (Batch)Quantidade definida de um produto ou componente que é tratada e identificada como uma entidade no que diz respeito a certas operações, como por exemplo, movimentação, processamento, aquisição, produção, transporte.

Manuseio de Materiais (Materials Handling)A movimentação de materiais ou mercadorias em todo o processo logístico.

Matérias-Primas (Raw Material)Mercadorias aguardando serem transformadas em produtos manufaturados ou componentes.

Melhoria ContínuaUm esforço contínuo para gerar qualidade, reduzir custos e aumentar os níveis de serviços, pela exposição e eliminação das causas de problemas.

Milk RunProcesso de planejamento de rota de coleta com múltiplas paradas.

MRP I - Planejamento das Necessidades de Materiais (MRP)Técnica para planejamento das prioridades que é orientada por um programa mestre de produção e relaciona as demandas de componente aos programas de produção de itens.

MRP II - Planejamento Recursos de Manufatura (MRPII)Método formal e total de planejamento e programação eficiente de pessoas, instalações, materiais e ferramentas de uma empresa de manufatura.

Nivelador de Doca (Dock leveler)Plataforma operada manual ou hidraulicamente, localizada na entrada da doca, que pode ser elevada ou abaixada adequando-se à altura da base dos diferentes veículos de transporte.

Notificação Avançada de Embarque (Advanced Shipment Notice)Informações detalhadas de um embarque, incluindo conteúdo e natureza, enviadas antecipadamente para o destinatário (Fax, EDI, Internet).

Notificação de Chegada (Arrival Notice)Um documento que o transportador para o embarcador informando que o carregamento chegou.

Número do Lote (Lot Number)Números de identificação usados para manter uma avaliação separada para um lote específico de mercadoria.

Otimização (Optimization)Busca do melhor resultado ou solução possível dada uma base de recursos, condições e pesquisas dadas.

Outbound (logística de distribuição)Etapa da operação logística, que envolve , a movimentação de produtos acabados de um Cetro de produção ou armazenagem, para os locais de consumo.

Palete (Pallet)É uma plataforma disposta horizontalmente para carregamento, constituída de vigas ou blocos, que permitem o arranjo e o agrupamento de materiais, possibilitando o manuseio, estocagem, movimentação e transporte como uma única carga.

PadronizaçãoPrática que visa definir e adotar padrões de veículos, equipamentos e unitizadores necessários para simplificar, racionalizar e eliminar desperdícios.

Pedidos em Aberto (Back Log)Pedido recebido do cliente mas ainda não embarcado.

PEPS - Primeira entrada primeira saída(FIFO - First in first out)Método de rotação de inventário no qual os itens mais antigos são embarcados primeiro. É também o método de valorização do inventário no qual o custo é baseado nas primeiras compras.

Perdas e Avarias (Lost and Damage - L&D)Este termo é usualmente aplicado quando alguma perda ou dano é identificando no momento da entrega.

Peso Bruto (Gross Weight)É o peso total do produtos mais a embalagem utilizada.

Plataforma de Carga (Load Plataform)Superfície elevada que facilita o carregamento, nivelando-se com a carroceria do veículo de transporte. Normalmente disposta lateralmente ao armazém.

Pipeline1) Oleoduto, cano para transporte de líquidos ou gases.2) Termo usado para descrever as atividades variadas do sistema logístico, como um pipeline de abastecimento.

Prateleira (Rack)Estrutura de estocagem de um mais níveis, que é usado para suportar empilhamentos de mercadorias ou cargas paletizadas.

Previsão de Demanda (Forecast)Estimativa de demandas futuras. Apresentada em termos de unidades ou valor monetário, a previsão é usada no planejamento de operações e vendas e para controle da empresa.

Processamento de Pedidos (Order Processing)O início do processo de distribuição. O processamento de pedidos inclui a entrada do pedido, verificação de crédito e dados, programação, faturamento, consolidação, expedição, rastreamento, cobrança e recebimento .

RFP (Request for Proposal)Conjunto de documentos enviado aos fornecedores potenciais para elaboração de propostas técnicas e comerciais. Descreve detalhadamente sistemas ou especificações de produtos.

RFI (Request for Information)Documento enviado para fornecedores potenciais para fornecimento de informações que serão utilizadas no processo de pré qualificação.

RackEstrutura unitizadora para acomodação de materiais diversos.

Rampa (Ramp)Superfície inclinada que conecta diferentes níveis dentro do armazém, com o intuito de permitir que os equipamentos de movimentação trafeguem dentro das instalações.

Redistribuição  (Redistribution)Processo de distribuição de mercadorias por duas ou mais vezes entre o produtor e o consumidor final.

Relatório de Recebimento (Receiving Report)Relatório que descreve as quantidades e as condições nas quais as mercadorias chegaram.

Resposta Rápida (Quick Response)Uma prática similar ao JIT utilizada pelos varejistas, na qual estes informam os fornecedores de sua posição de estoque on-line de acordo com as suas vendas, o objetivo deste sistema é otimizar os níveis de estoque, sem prejuízo às vendas.

Roll on/roll off (RO/RO)Navio especializado no transporte de veículos, e ou produtos sob rodas.

Scanner de Mão (Handheld)Scanner pequeno e portátil que lê o código de barras.

Sistema de Distribuição (Distribution System)Conjunto de processos de transporte de mercadorias dentro e entre plantas, armazéns e outras instalações.

SKU (Stock keeping unit)Representa um item com uma unitização específica. Por exemplo se um produto A é armazenado utilizando diferente unitizadores, cada uma desses itens será um SKU diferente.

Tambor (Drum)Um contenedor de produtos a granel geralmente feito de motal de forma cilíndrica e fundo plano.

Taxa de Ad ValoremProporcionamente ao valor: uma frase aplicada a certas tarifas de frete ou alfandegárias cobradas sobre produtos como porcentagem do seu valor.

Taxas de Manuseio ou Movimentação (Handling Charges)A cobrança para as operações costumeiras de manuseio e movimentação.

Taxa de Movimentação portuária(THC - Terminal Handling Charges)A cobrança para as operações costumeiras de manuseio e movimentação em terminais portuários.

Terceirização (Outsourcing)Filosofia de gestão que delega a provedores especializados as etapas de algum processo que não faz parte do negócio central (core-bussiness) de uma empresa.

Transportador Comum (Comum Carrier)É uma empresa que transporta mercadorias a qualquer momento para qualquer lugar e cliente.

Transporte Intermodal (Intermodal Transport)Embarque de mercadoria no qual é usado mais de um modal de transporte.

UEPS - Ultima entrada primeira saída(LIFO - Last in first out)Método de rotação de estoque no qual o itens mais novos no estoque são expedidos primeiro. É também um método de valorização do estoque no qual o custo é baseado nos materiais ou produtos comprados por último.

Valor Agregado (Added Value)Termo que indica que para cada função de produção ou distribuição, o valor do produto aumenta em termos de tempo, lugar e forma de utilização para várias atividades.

Valor Declarado (Declared Value)Valor da mercadoria declarado pelo embarcador, indicado na Nota Fiscal, Conhecimento, Fatura Comercial ou qualquer outro documento oficial.

 

|Home|© Coimex Logística Integrada

Desenvolvido por:

Comentários