Esboço Condensado da Bíblia

Esboço Condensado da Bíblia

1. Gênesis. O livro das origens. A origem do universo, do gênero humano etc. Em grande parte, é o registro histórico das origens do povo escolhido.

  • 1. Gênesis. O livro das origens. A origem do universo, do gênero humano etc. Em grande parte, é o registro histórico das origens do povo escolhido.

  • 2. Êxodo. O cativeiro, a libertação e as origens da história de Israel em sua jornada a Canaã, sob a liderança de Moisés.

  • 3. Levítico. Livro de leis acerca da moralidade, limpeza, alimento etc. Ensina o acesso a Deus por meio dos sacrifícios.

  • 4. Números. Livro das peregrinações de Israel, a jornada de quarenta anos no deserto.

  • 5. Deuteronômio. Repetição das leis outorgadas pouco antes da entrada de Israel em Canaã.

1. Josué. Registro da conquista de Canaã sob a liderança de Josué e da divisão da terra entre as doze tribos.

  • 1. Josué. Registro da conquista de Canaã sob a liderança de Josué e da divisão da terra entre as doze tribos.

  • 2. Juízes. História das seis servidões de Israel e das várias libertações da terra por meio dos quinze juízes.

  • 3. Rute. A bela história de Rute, ascendente de Davi e de Jesus Cristo.

  • 4,5. 1 e 2Samuel. História de Samuel, com as origens e os primeiros anos da monarquia em Israel sob os reinados de Saul e Davi.

  • 6,7. 1 e 2Reis. História das origens do reino de Israel e mais tarde do reino dividido. Aparecem as personalidades heróicas de Eliseu e Elias.

  • 8,9. 1 e 2Crônicas. Em grande parte, é o registro dos reinados de Davi, de Salomão e dos reis de Judá até a época do cativeiro.

  • 10. Esdras. Registro do regresso dos judeus do cativeiro e da reconstrução do Templo.

  • 11. Neemias. Relato da reconstrução dos muros de Jerusalém e do restabelecimento das ordenanças sagradas.

  • 12. Ester. Relato de como os judeus foram salvos pela rainha Ester do complô idealizado por Hamã. Estabelecimento da Festa de Purim.

1. Jó. O problema do sofrimento, mostrando a maldade de Satanás, a paciência de Jó, a vaidade da filosofia humana, a necessidade da sabedoria divina e a libertação final do sofrimento.

  • 1. Jó. O problema do sofrimento, mostrando a maldade de Satanás, a paciência de Jó, a vaidade da filosofia humana, a necessidade da sabedoria divina e a libertação final do sofrimento.

  • 2. Salmos. Coleção de 150 cânticos espirituais, poemas e orações utilizadas através dos séculos pelos judeus e pela igreja para adoração e devoção.

  • 3. Provérbios. Coleção de máximas e dissertações sobre sabedoria, temperança, justiça etc.

  • 4. Eclesiastes. Reflexões sobre a frivolidade da vida, nossos deveres e obrigações perante Deus.

  • 5. Cântico dos Cânticos. Poema religioso que simboliza o amor mútuo entre Cristo e a igreja.

  • Profetas maiores (5)

  • 1. Isaías. O grande profeta da redenção. Livro rico em profecias messiânicas, mesclado com maldições pronunciadas sobre as nações pecadoras.

  • 2. Jeremias. O profeta chorão. Viveu desde os tempos de Josias até o cativeiro. Tema principal: a reincidência, o cativeiro e a restauração dos judeus.

  • 3. Lamentações. Série de clamores de Jeremias, lamentando as aflições de Israel.

  • 4. Ezequiel. Livro de impressionantes metáforas que descrevem claramente a triste condição do povo de Deus e o caminho, a exaltação e a glória futura.

  • 5. Daniel. Livro autobiográfico, contém visões apocalípticas acerca dos acontecimentos da história secular e sagrada.

  • 1. Oséias. Contemporâneo de Isaías e Miquéias. Pensamento central: a apostasia de Israel caracterizada como adultério espiritual. O livro está cheio de impressionantes metáforas que descrevem os pecados do povo.

  • 2. Joel. Profeta de Judá. Tema principal: o arrependimento da nação e suas bênçãos. “O dia do Senhor”: o tempo dos juízos divinos pode ser transformado em período de bênçãos.

  • 3. Amós. Profeta e pastor. Valente reformador que denunciava o egoísmo e o pecado. O livro contém uma série de cinco visões.

  • 4. Obadias. Tema principal: a condenação de Edom e a libertação formal de Israel.

  • 5. Jonas. História do “missionário relutante”, a quem Deus ensinou, por meio de uma experiência amarga, a lição da obediência e a profundidade da misericórdia divina.

  • 6. Miquéias. Relato sombrio da condição moral de Israel e de Judá, mas é também a predição do estabelecimento do reino messiânico, no qual prevalecerá a justiça.

  • 7. Naum. Tema principal: a destruição de Nínive. Deus promete libertar Judá da opressão assíria.

  • 8. Habacuque. Escrito no período babilônico (caldeu). Os mistérios da providência. Como pode o Deus justo permitir que uma nação pecadora oprima a Israel?

  • 9. Sofonias. Embora de tom sombrio e cheio de ameaças, termina com a visão da glória futura de Israel.

  • 10. Ageu. Colega de Zacarias. Repreendeu ao povo por negligenciar a construção do Segundo Templo, mas prometeu o retorno da glória de Deus depois que o edifício estivesse concluído.

  • 11. Zacarias. Contemporâneo de Ageu. Ajudou a animar os judeus a reconstruir o Templo. Teve uma série de oito visões e viu o triunfo final do Reino de Deus.

  • 12. Malaquias. Descrição dos últimos períodos da história do AT, que mostra a necessidade de reformas antes da vinda do Messias.

1. Mateus. Autor: um dos doze apóstolos. Narrativa adaptada especialmente para os judeus, mostra que Jesus era o Rei e Messias das profecias hebraicas.

  • 1. Mateus. Autor: um dos doze apóstolos. Narrativa adaptada especialmente para os judeus, mostra que Jesus era o Rei e Messias das profecias hebraicas.

  • 2. Marcos. Autor: João Marcos. Registro pitoresco e breve que ressalta o poder sobrenatural de Cristo sobre a natureza, as enfermidades e os demônios. Todo esse poder divino foi exercitado em benefício do homem.

  • 3. Lucas. Autor: o “médico amado”. Biografia mais completa de Jesus, o Filho do Homem, cheio de compaixão pelos pecadores e pelos pobres.

  • 4. João. Autor: o “discípulo amado”. Narração que revela a Jesus como o Filho de Deus e registra seus ensinos mais profundos. Dois termos, “fé” e “vida eterna”, são ressaltados no livro.

Atos dos Apóstolos. Autor: Lucas. Continuação do evangelho de Lucas. Tema

  • Atos dos Apóstolos. Autor: Lucas. Continuação do evangelho de Lucas. Tema

  • principal: a origem e o crescimento da igreja primitiva, desde a ascensão de Cristo até

  • o encarceramento de Paulo em Roma.

1. Romanos. Dirigida aos cristãos de Roma.

  • 1. Romanos. Dirigida aos cristãos de Roma.

    • Parte 1: caps. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11. Magistral exposição da necessidade e da natureza do plano de salvação.
    • Parte 2: caps. 12, 13, 14, 15, 16. Na maior parte, exortações acerca dos deveres espirituais, sociais e cívicos.
  • 2. 1Coríntios. Dirigida à igreja de Corinto. Temas principais: a purificação da igreja de diversos males e instruções doutrinárias.

  • 3. 2Coríntios. Temas principais: as características do ministério apostólico e o reconhecimento do apostolado de Paulo.

  • 4. Gálatas. Dirigida à igreja da Galácia. Temas principais: defesa da autoridade apostólica de Paulo e da doutrina da justificação pela fé, com advertências contra falsos mestres e contra a volta ao judaísmo.

  • 5. Efésios. Escrita à igreja de Éfeso. Exposição do glorioso plano da salvação. Ressalta o fato de que foram derrubadas todas as barreiras entre judeus e gentios.

  • 6. Filipenses. Carta de amor à igreja de Filipos. Revela a intensa devoção do apóstolo a Cristo, sua feliz experiência na prisão e seu profundo interesse em que a igreja esteja firmada na sã doutrina.

  • 7. Colossenses. Escrita à igreja de Colossos. Tema principal: a glória transcendente de Cristo como cabeça da Igreja, incentivando o abandono de todas as filosofias mundanas e do pecado.

8. 1Tessalonicenses. Escrita à igreja de Tessalônica. Contém recomendações apostólicas, reminiscências, conselhos e exortações. Dá ênfase à esperança consoladora da futura vinda de Cristo.

  • 8. 1Tessalonicenses. Escrita à igreja de Tessalônica. Contém recomendações apostólicas, reminiscências, conselhos e exortações. Dá ênfase à esperança consoladora da futura vinda de Cristo.

  • 9. 2Tessalonicenses. Continuação da primeira carta. Escrita a fim de esclarecer à igreja a doutrina da segunda vinda de Cristo e alertar os crentes acerca de distúrbios e desordens sociais.

  • 10. 1Timóteo. Conselhos a um jovem pastor concernentes à sua conduta e suas atividades ministeriais.

  • 11. 2Timóteo. Última carta de Paulo, escrita pouco antes de sua morte para instruir e aconselhar seu “verdadeiro filho na fé”.

  • 12. Tito. Carta apostólica de aconselhamento e exortações a um amigo de confiança, evangelista em um campo difícil. Enfatiza a doutrina das boas obras.

  • 13. Filemom. Carta particular a Filemom, pedindo-lhe que receba e perdoe Onésimo, escravo fugitivo.

  • 1. Hebreus. Autor: desconhecido. Tema principal: a glória transcendente de Cristo e as bênçãos da nova dispensação, comparadas às do AT.

  • 2. Tiago. Autor: possivelmente Tiago, irmão do Senhor. Dirigida aos judeus convertidos dispersos. Tema principal: a fé prática, manifestada em boas obras, em contraste com a simples profissão de fé.

  • 3. 1Pedro. Carta de ânimo escrita pelo apóstolo Pedro aos santos dispersos por toda a Ásia Menor. Tema principal: o privilégio do crente em obter vitória nas provas, seguindo o exemplo de Cristo, e de viver uma vida santa neste mundo ímpio.

  • 4. 2Pedro. Em grande parte, é uma advertência contra falsos mestres e zombadores.

  • 5. 1João. Profunda mensagem espiritual dirigida pelo apóstolo João às diversas classes de crentes na igreja. Ressalta o privilégio do conhecimento espiritual do crente, o dever do companheirismo e o amor fraternal.

  • 6. 2João. Breve mensagem de João acerca da verdade divina e do erro mundano. Dirigido “à senhora eleita e aos seus filhos”. Adverte contra a heresia e os falsos mestres.

  • 7. 3João. Carta apostólica de recomendação endereçada a Gaio, a qual contém traços da personalidade de certos membros da igreja.

  • 8. Judas. Autor: possivelmente o irmão de Tiago. Temas principais: exemplos históricos da apostasia e o juízo divino sobre os pecadores. Contém advertências contra os mestres imorais.

Apocalipse. Autor: o apóstolo João.

  • Apocalipse. Autor: o apóstolo João.

  • Constitui-se principalmente de uma série de visões apocalípticas acerca dos acontecimentos na história religiosa. Descreve o grande conflito moral entre os poderes divino e satânico, terminando com a vitória do Cordeiro.

Comentários