Apostila de Parasitologia

Apostila de Parasitologia

(Parte 1 de 21)

116

DISCIPLINA DE PARASITOLOGIA

PROGRAMA DE REFORÇO

DAS ATIVIDADES

PEDAGÓGICAS TEÓRICAS

EQUIPE:ANDRÉ VIANNA MARTINS

AUGUSTO CEZAR P. BASTOS.

OTILIO MACHADO P. BASTOS.

ÍNDICE GERAL

I. Conceitos Gerais em Parasitologia .....................................005

II. Introdução a Protozoologia ..............................................018

II. 1 FILO Sarcomastigophora ..............................................020

II. 1.1 Subfilo Mastigophora

1. Principais Flagelados Cavitários:

Giardia lamblia ..................................................................020

Trichomonas vaginalis .......................................................024

2. Principais Flagelados de Habitat Tecidual:

Gênero Leishmania ............................................................027

Gênero Trypanosoma .........................................................031

II. 1.2 Subfilo Sarcodina:

Amebídeos..........................................................................035

II. 2 FILO Ciliophora .............................................................039

II.3 FILO APICOMPLEXA .......................................................042

Gênero Plasmodium ...........................................................042

Toxoplasma gondii .............................................................048

II.4 Infecções Por Protozoários Em Imunodeficientes ..........053

Gênero Cryptosporidium .....................................................053

Microsporídios de Importância Médica ................................056

III. Helmintologia ..................................................................058

III. Introdução à Helmintologia .............................................058

III. 1 FILO Plathyhelminthes ..................................................058

III. 1.1 Classe Digenea

III. 1.1.1 Gênero Schistosoma ................................................058

III. 1.1.2 Gênero Fasciola .......................................................063

III. 1.2 Classe Cestoidea

III. 1.2.1 Gênero Taenia .........................................................066

III. 1.2.2 Gênero Echinococcus ...............................................071

III. 2 FILO Nemathelminthes ..................................................074

III. 2.1 Classe Nematoda

III. 2.1.1 Nematóides de Habitat em Intestino Delgado ..........074

1. Ascaris lumbricoides ...........................................................074

2. Ancilostomídeos ..................................................................077

3. Strongyloides stercoralis ....................................................080

III.2.1.2 Nematóides de Habitat em Intestino Grosso .............083

1. Trichuris trichiura ................................................................083

2. Enterobius vermicularis .......................................................085

III.2.1.3 Nematodíases de Habitat Extra Intestinal .................088

3.1 Filarídeos ...........................................................................088

3.2 Larva Migrans ....................................................................092

IV. FILO Artropoda ..................................................................096

IV. Introdução ao Estudo dos Artrópodes ...............................096

IV. 1 Classe Insecta ..................................................................096

IV. 1.1 Ordem Anoplura ............................................................096

IV. 1.1.2 Gêneros Pediculus e Pthirus .......................................096

IV. 1.2 Ordem Siphonaptera ......................................................099

IV. 1.3 Ordem Diptera ...............................................................101

IV. 1.3.1 Espécies determinantes de Miíase ..............................101

IV. 1.4 Ordem Hemíptera ..........................................................103

IV. 2 Classe Arachnida ..............................................................104

IV. 2.1 Acaros determinantes de sarna .....................................104

IV. 2.2 Familia Ixodidae ............................................................105

  1. CONCEITOS GERAIS EM PARASITOLOGIA MÉDICA

As primeiras conceituações de parasitismo o caracterizavam como uma relação desarmônica, portanto unilateral, onde o parasita obrigatoriamente trazia prejuízos ao seu hospedeiro. Como esta definição se mostrou falha, principalmente em razão de nem sempre se conseguir demonstrar danos determinantes de sinais e/ou sintomas, no hospedeiro, a mesma foi sendo abandonada pela maioria dos profissionais da área e substituída por outras mais coerentes com os conceitos mais modernos.

Atualmente, parasitismo é principalmente conceituado como a “relação entre dois elementos de espécies (ou grupo e espécie, no caso dos vírus) diferentes onde um destes, apresenta uma deficiência metabólica (parasita) que faz com que se associe por período significativo a um hospedeiro (hospedador), visando suprir tal carência”.

A. CAMPO DA PARASITOLOGIA

A.1 Sentido amplo (lato senso): Fazem parte, todos os vírus, algumas espécies de: Bactérias, Fungos, Protozoários, Platelmintos, Nematelmintos, Artrópodes e de Algas microscópicas.

B.2 Sentido estrito (estrito senso): Onde por razões convencionais são alocados somente algumas espécies de: Protozoários, Helmintos e Artrópodes compreendendo também em algumas instituições de ensino o estudo dos Fungos parasitas.

(Parte 1 de 21)

Comentários