Controle de pragas em sistema de armazenagem de grãos

Controle de pragas em sistema de armazenagem de grãos

(Parte 3 de 3)

. ORIGEM: originário da Ásia Central. Conhecido desde o Antigo Egito

. PROLIFERAÇÃO: Foi introduzido nas Américas pelos espanhois e portugueses

. CARACTERÍSTICAS BIOLÓGICAS: Pesa aproximadamente 35 g e tema área de atuação em torno de 5 m ao redor da toca. Alimenta-se pouco, mas estraga muito os alimentos em função da sua curiosidade. Vive me lã de vidro de fogões, atrás de motores de geladeira, dentro de sofás, atrás de cochos de comida de animaisetc. Entram em qualquer orifício que passar a sua cabeça. Vivem durante 1 ano, têm 6 ninhadas por ano, com 10 a 12 filhotes por ninhada, com período gestacional de 21 dias e atingem a maturidade sexual aos 2 meses

. Apresentam um par de dentes incisivos no maxilar superior e outro no inferior, que cresce entre 10 e 12 cm / ano. Não tem caninos e pré-molares. A dureza dos dentes é classificada em 5.5 (igual a do alumínio) e podem ruem argamassa no traço 3:1;

. Podem dectar movimentos em até 10 m de distância, com percepção de profundidade de 1 m, sendo capazes de aliar o esforço necessário para um salto;

. Enxergam em tom cinza e não têm sensibilidade ao vermelho, podendo ser observados com o uso de iluminação em vermelho, sem incomodá-los .

os camundongos podem identificar objetos a uma distância de 15 m.

1) OLFATO

. ODORES SOCOAIS: impactos diretos no comportamento e na fisiologia de fero mônios primários;

. ODORES FUNCIONAIS: produzidos pela urina, fezes, secreções de glândulas apócrinas e sebáceas (costa, prepúcio, olhos). Algumas espécies respondem naturalmente aos odores de predadores. Marcam comcheiro seu território e trilha. O olfato é importante natransferência de informação entre indivíduos.

2) TATO

. TIGMOTAXIA: movimentos regulados por estímulos táteis. Altamente desenvolvido em ratos e camundongos, através das vibrissas e pêlos táteis, permitindo deslocamentos guiados por contato em superfícies.;

. QUINESTESIS: relação do sentido tato ao músculo "ciente do perigo", isto é, o roedor é capaz de perceber o perigo em seu ambiente físico através de uma memória combinada de movimento e tato. Utilizado para escapadas rápidas do predador.

3) AUDIÇÃO

. FREQUÊNCIA: camundongos podem ouvir sons de 90 kHz e os ratos de 100 kHz enquanto o homem apenas 20 kHz;

COMUNICAÇÃO: podem emitir sons ultra-sônicos sem alertar seus predadores; . LOCOMOÇÃO: estes sons podem ser úteis para se movimentarem no escuro

4) PALADAR E HÁBITOS ALIMENTARES

. PREFERÊNCIA ALIMENTAR:reflete sua preferência alimentar, podendo afetar a eficácia da iscagem. Tem paladar apurado, podendo detectar substâncias tóxicas em baixas concentrações (0.5 ppm);

. MEMÓRIA GUSTATIVA: experimentando certos sabores, dificilmenteele será mascarado;

. PALATABILIDADE: é uma combinação entre os sentidos visual, olfatórioe gustativo;

. COMPORTAMENTO ALIMENTAR: é o mais importante do ponto de vista prático, em função do uso de iscas envenenadas;

. PERÍODOS: alimentam-se mais nos períodos de início e final da noite. . NEOFOBIA: aversão a coisas novas (o alimento não deve matar antes de 16 horas)

. PODEM COMER 10 % DO SEU PESO POR DIA E CONTAMINAM 5 VEZES A QUANTIDADE QUE COMEM;

. FAO (1986) -ESTIMATIVA DE ESTRAGO DE 3 MILHÕES DE TONELADAS, O SUFICIENTE PARA ALIMENTAR 130 MILHÕES DE PESSOAS / ANO;

. OMS -ESTIMOU QUE UM RATO DÊ UM PREJUÍZO DE U$ 10,0 / ANO E QUE EXISTEM 3 RATOS POR HABITANTE;

. BRASIL -ESTIMA-SE QUE 4 % DA PERDA DE GRÃOS É DEIVIDA AOS RATOS (ARROZ, FEIJÃO E MILHO);

(Parte 3 de 3)

Comentários