Elementos de transmissao

Elementos de transmissao

(Parte 1 de 4)

Cabos de Aço / Correias / Correntes / Engrenagens

Disciplina: Elementos de Maquina para Mecatrônica

Assunto: Elementos de Transmissão

Data: 20 de Agosto de 2009

Componentes: Anderson Silva Rodrigues dos Santos

Marcelo Borges

Vinicius

Wesley Vagula

Índice

1. Cabos de Aço 4

1. Era preciso substituí-lo. Descrevemos esse problema para que você tenha idéia da importância de cabos, assunto desta aula, como elemento de transmissão. 4

Conceito 4

Construção de Cabos 6

Tipos de alma de Cabos de Aço 7

Tipos de Torção 9

Torção Lang ou em paralelo 9

Preformação dos Cabos de Aço 10

Fixação do cabo de Aço 11

Dimensionamento 12

2. Correias e Polias 12

2.1 Introdução 12

2.2 Polias 13

2.3 Tipos de Polia 13

2.4Correias 16

2.5 Material das correias 18

2.6 Transmissão 18

2.7 Relação de transmissão 20

3. Correntes 21

3.1 Correntes 21

3.2 Relação de Transmissão 21

3.3 Número de Dentes das Rodas 22

3.4 Número Mínimo de Dentes 22

3.5 Número Máximo de Dentes 22

3.6 Distância entre Centros 22

3.7 Alinhamento das Transmissões 22

3.8 Disposição do Acionamento  24

3.9 Modo de Ajustar a Folga da Corrente 25

3.11 Gráfico de Seleção 28

4. Engrenagens Cilíndricas de Dentes Retos 30

4.1 Introdução 30

4.2 Conceitos Básicos e Nomenclatura 33

4.3 Engrenagens Conjugadas e Interferência 35

4.4 Análise de Tensões em Dentes de Engrenagens 39

4.5 Forças Transmitidas no Engrenamento 40

4.6 Tensões de Flexão no Pé do Dente 41

4.7 Tensões devidas ao Contato entre os Dentes 47

4.7 Projeto de Redutores por Engrenagens 50

5. Bibliografia 51

  1. Cabos de Aço

  1. 1Introdução

Um motorista dirigia, quando, de repente, surgiu um problema na embreagem do carro. Por mais que tentasse, o motorista não conseguia engatar a marcha. O carro foi rebocado até uma oficina mecânica. Depois de uma rápida inspeção, o mecânico explicou que o cabo da embreagem estava quebrado.

1.Era preciso substituí-lo. Descrevemos esse problema para que você tenha idéia da importância de cabos, assunto desta aula, como elemento de transmissão.

Conceito

Cabos são elementos de transmissão que suportam cargas (força de tração), deslocando-as nas posições horizontal, vertical ou inclinada.

Os cabos são muito empregados em equipamentos de transporte e na elevação de cargas, como em elevadores, escavadeiras, pontes rolantes.

O cabo de aço se constitui de alma e perna. A perna se compõe de vários arames em torno de um arame central, conforme a figura ao lado.

Vejamos ao lado um esquema de cabo de aço.

Construção de Cabos

Um cabo pode ser construído em uma ou mais operações, dependendo da quantidade de fios e, especificamente, do número de fios da perna. Por exemplo: um cabo de aço 6 por 19 significa que uma perna de 6 fios é enrolada com 12 fios em duas operações, conforme segue:

Quando a perna é construída em várias operações, os passos ficam diferentes no arame usado em cada camada. Essa diferença causa atrito durante o uso e, conseqüentemente, desgasta os fios.

Distribuição Warrington

Os fios das pernas têm diâmetros diferentes numa mesma camada.

Tipos de alma de Cabos de Aço

As almas de cabos de aço podem ser feitas de vários materiais, de acordo com a aplicação desejada. Existem, portanto, diversos tipos de alma. Veremos os mais comuns: alma de fibra, de algodão, de asbesto, de aço.

Alma de Fibra

É o tipo mais utilizado para cargas não muito pesadas. As fibras podem ser naturais (AF) ou artificiais (AFA).

As fibras naturais utilizadas normalmente são o sisal ou o rami. Já a fibra artificial mais usada é o polipropileno (plástico).

Vantagens das fibras artificiais:

· não se deterioram em contato com agentes agressivos;

· são obtidas em maior quantidade;

· não absorvem umidade.

Desvantagens das fibras artificiais:

· são mais caras;

· são utilizadas somente em cabos especiais.

Alma de Algodão

Tipo de alma que é utilizado em cabos de pequenas dimensões.

Alma de Asbesto

Tipo de alma utilizado em cabos especiais, sujeitos a altas temperaturas.

Alma de Aço

A alma de aço pode ser formada por uma perna de cabo (AA) ou por um cabo de aço independente (AACI), sendo que este último oferece maior flexibilidade somada à alta resistência à tração.

Tipos de Torção

Os cabos de aço, quando tracionados, apresentam torção das pernas ao redor da alma. Nas pernas também há torção dos fios ao redor do fio central. O sentido dessas torções pode variar, obtendo-se as situações:

Torção regular ou em cruz. Os fios de cada perna são torcidos no sentido oposto ao das pernas ao redor da alma. As torções podem ser à esquerda ou à direita. Esse tipo de torção confere mais estabilidade ao cabo.

Torção Lang ou em paralelo

Os fios de cada perna são torcidos no mesmo sentido das pernas que ficam ao redor da alma. As torções podem ser à esquerda ou à direita. Esse tipo de torção aumenta a resistência ao atrito (abrasão) e dá mais flexibilidade.

Preformação dos Cabos de Aço

Os cabos de aço são fabricados por um processo especial, de modo que os arames e as pernas possam ser curvadas de forma helicoidal, sem formar tensões internas.

As principais vantagens dos cabos pré-formados são:

· manuseio mais fácil e mais seguro;

· no caso da quebra de um arame, ele continuará curvado;

· não há necessidade de amarrar as pontas.

Fixação do cabo de Aço

Os cabos de aço são fixados em sua extremidade por meio de ganchos ou laços. Os laços são formados pelo trançamento do próprio cabo. Os ganchos são acrescentados ao cabo.

Dimensionamento

Para dimensionar cabos, calculamos a resistência do material de fabricação aos esforços a serem suportados por esses cabos. É necessário verificar o nível de resistência dos materiais à ruptura.

(Parte 1 de 4)

Comentários