apostila contabilidade basica 2

apostila contabilidade basica 2

(Parte 1 de 6)

1CONCEITO DE CONTABILIDADE 2CAMPO DE APLICAÇÃO 3OBJETO DE ESTUDO 4CONCEITO DE PATRIMÔNIO 5FINALIDADES DA CONTABILIDADE 6USUÁRIOS DA CONTABILIDADE 7TÉCNICAS CONTÁBEIS 8PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONTABILIDADE 9FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE 10FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 1

“Contabilidade é a ciência que estuda, registra, controla e interpreta os fatos ocorridos no patrimônio das entidades com fins lucrativos ou não.”

1.2CAMPO DE APLICAÇÃO

O das entidades econômico-administrativas, sejam de fins lucrativos ou não. 1.3OBJETO DE ESTUDO DA CONTABILIDADE

O patrimônio das entidades. 1.4 PATRIMÔNIO

Conjunto de bens, direitos e obrigações vinculados à entidade econômico administrativa. 1.5FINALIDADES DA CONTABILIDADE

Assegurar o controle do patrimônio administrado e fornecer informações sobre a composição e as variações patrimoniais, bem como o resultado das atividades econômicas desenvolvidas pela entidade para alcançar seus fins, que podem ser lucrativos ou meramente ideais.

De acordo com o parágrafo acima, observamos duas funções básicas na contabilidade. Uma é a administrativa, e a outra é a econômica. Assim:

–Função administrativa: controlar o patrimônio –Função econômica: apurar o resultado.

1.6USUÁRIOS DA CONTABILIDADE:

–Sócios, acionistas, proprietários; – Diretores, administradores, executivos;

– Instituições financeiras;

– Empregados

–Sindicatos e associações;

–Institutos de pesquisas

– Fornecedores

– Clientes

– Órgãos governamentais

– Fisco

1.7 TÉCNICAS CONTÁBEIS

A contabilidade para atingir sua finalidade se utiliza das seguintes técnicas. 1.7.1 Escrituração É o registro de todos os fatos que ocorrem no patrimônio.

1.7.2Demonstrações Financeiras

São demonstrativos expositivos dos fatos ocorridos num determinado período. Representam a exposição gráfica dos fatos. São elas:

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 2

– Balanço Patrimonial –Demonstração do Resultado do Exercício

–Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados

–Demonstração das Mutações do patrimônio Líquido

–Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

É o exame e a verificação da exatidão ou não dos procedimentos contábeis. 1.7.4Análise das Demonstrações Financeiras

Analisa e interpreta as demonstrações financeiras. 1.8PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONTABILIDADE

O Conselho Federal de Contabilidade, através da Resolução Federal no 750/93, determinou os seguintes princípios fundamentais de contabilidade.

– Entidade – Continuidade

– Oportunidade

–Registro pelo Valor Original

– Atualização Monetária

– Prudência

– Competência

1.9FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE

Controlar o patrimônio.

a.Patrimônio – conjunto de bens, direitos e obrigações suscetíveis de avaliação econômica, vinculados a uma entidade ou pessoa física.

b.Bem – tudo aquilo que satisfaz as necessidades humanas e pode ser avaliado econômicamente.

1.Classificação dos bens:

1.1Bens tangíveis, corpóreos, concretos ou materiais – têm existência física, existem como coisa ou objeto.

1.2Bens intangíveis, incorpóreos, abstratos ou imateriais – não possuem existência física, porém representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos da empresa, e cujo valor reside em direitos de propriedade que são legalmente que são legalmente conferidos aos seus possuidores.

Exemplos de bens intangíveis: direitos sobre marcas, patentes, direitos autorais, ponto comercial, fundo de comércio, ações ou quotas do capital de outras empresas, etc.

c.Direitos – valores de propriedade da entidade que se encontram em posse de terceiros.

Exemplos: duplicatas a receber, clientes, contas a receber, dinheiro depositado no banco, aplicações financeiras, etc.

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 3 d.Obrigações: são dívidas ou compromissos de qualquer espécie ou natureza assumidos perante terceiros, ou bens de terceiros que se encontram em nossa posse (uso).

Exemplos: fornecedores, duplicatas a pagar, notas promissórias a pagar, impostos a recolher, contas a pagar, títulos a pagar, contribuições a recolher, etc.

e.Composição Patrimonial: o patrimônio é dividido em três partes. 1a Parte – ATIVO (A) - parte positiva, composta de bens e direitos. 2a Parte – PASSIVO EXIGÍVEL (PE) - parte negativa, composta das obrigações com terceiros.

3a Parte – PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL) ou SITUAÇÃO LÍQUIDA (SL) – parte diferencial entre o ativo e o passivo exigível. O patrimônio líquido representa as obrigações da entidade para com os sócios ou acionistas (proprietários) e indica a diferença entre o valor dos bens e direitos (ativo) e o valor das obrigações com terceiros (passivo exigível).

Essa parte diferencial (PL/SL) é que vai medir ou avaliar a situação ou condição da entidade sendo, portanto, considerado como PASSIVO NÃO EXIGÍVEL.

f.Equação Fundamental do Patrimônio: PL/SL = A – PE

Especificação da fórmula: PL = Patrimônio Líquido, SL = Situação Líquida, A = Ativo, PE = Passivo Exigível.

g.Representação Gráfica do Patrimônio

PATRIMÔNIO ATIVO +PASSIVO (-) BensExigível – Obrigações Direitos PL/SL TOTAL TOTAL h.Situações ou Estados Patrimoniais 1.Situação favorável: ocorre quando A > PE, determinando PL > 0. Assim, A = PE + PL.

2.Situação plena ou propriedade total dos ativos: ocorre quando A > PE e PE = 0, determinando PL > 0. Assim, A = PL.

3.Situação nula ou de equilíbrio aparente: ocorre quando A = PE, determinando PL = 0. Assim, A = PE.

4.Inexistência de ativos: ocorre quando PE > A e A = 0, determinando PL < 0. Assim, PE = (PL).

5.Situação desfavorável: ocorre quando A < PE, determinando PL < 0.

1.10FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE: apurar o resultado (rédito) 1.10.1 Resultado Diferença entre o valor das Receitas e o valor das Despesas (D)

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 4

CURSO DE CONTABILIDADE GERAL PARA CONCURSOS PÚBLICOS O resultado pode ser:

Positivo ou Lucro - quando o valor das receitas é superior ao das despesas; Negativo ou prejuízo – quando o valor das receitas é inferior ao das despesas; Nulo – quando o valor das receitas é igual ao valor das despesas.

1.10.2 Receitas

São entradas de elementos para o ativo da empresa, na forma de bens ou direitos que sempre provocam aumento da situação líquida.

1.10.3 Despesas

ou aumentar o passivo, mas sempre provocam diminuições na situação líquida ou patrimônio líquido
Professores André e Biu

É gasto incorrido para, direta ou indiretamente, gerar receitas. As despesas podem diminuir o ativo

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 5

001.(ESAF-TTN/92) A palavra Azienda é comumente usada em Contabilidade como sinônimo de fazenda, na acepção de:

a.Conjunto de bens e haveres b. Mercadorias c.Finanças públicas d.Grande propriedade rural e.Patrimônio, considerado juntamente com a pessoa que tem sobre ele poderes de administração e disponibilidade

002.(ESAF-TFC/92) As aziendas são entidades econômico-administrativas, cuja existência é reconhecida a partir da união de três elementos essenciais, os quais são:

a.a contabilidade, a administração e o patrimônio b.os órgãos volitivos, diretivos e a executivos c.o planejamento, a coordenação e o controle d.a escrituração, a auditoria e o balanço e.o patrimônio, a administração e o trabalho

003.(ESAF-AFC/92) A situação patrimonial em que os recursos aplicados no ativo são originários, parte de riqueza própria e parte de capital de terceiros, é representada pela equação:

a.A = PL; portanto P = 0 b.A = P; portanto PL = 0 c.A > P; portanto PL > 0 d.A < P; portanto PL < 0 e.P = - PL; portanto A = 0

Obs.:PL = Patrimônio Liquido

A = Ativo P = Passivo (não inclui o PL) 0 = Zero

004.(ESAF-TTN/92) O Primeiro Congresso Brasileiro de Contabilistas, realizado na cidade do Rio de

Janeiro, de 17 a 27 de agosto de 1924, formulou um conceito oficial para Contabilidade. Assinale a opção que indica esse conceito oficial.

a.Contabilidade é a ciência que estuda o patrimônio do ponto de vista econômico e financeiro, observando seus aspectos quantitativo e especifico e as variações por ele sofridas. b.Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, de controle e de registro relativas à Administração Econômica. c.Contabilidade é a metodologia especial concebida para captar, registrar, reunir e interpretar os fenômenos que afetam as situações patrimoniais, financeiras e econômicas de qualquer ente. d.Contabilidade é a arte de registrar todas as transações de uma companhia que possam ser expressas em termos monetários e de informar os reflexos dessas transações na situação econômico-financeira dessa companhia. e.Contabilidade é a ciência que estuda e controla o patrimônio das entidades, mediante registro, demonstração expositiva, confirmação, análise e interpretação dos fatos nele ocorridos.

005.(BD-ESAF) Assinale a alternativa que conceitue corretamente Contabilidade:

a.Ciência que trata dos fenômenos relativos à produção, distribuição, acumulação e consumo dos bens materiais

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 6

CURSO DE CONTABILIDADE GERAL PARA CONCURSOS PÚBLICOS b.Técnica que registra as ocorrências que afetam o patrimônio de uma entidade c.Ciência que estuda e pratica as funções de orientação, controle e registro dos atos e fatos de uma administração econômica d.Técnica que consiste na decomposição, comparação e interpretação, dos demonstrativos do estado patrimonial e do resultado econômico de uma entidade e.Conjunto de princípios, normas e funções que têm por fim ordenar os fatores de produção e controlar a sua produtividade e eficiência, para se obter determinados resultados

006.(BD-ESAF) As técnicas de que a Contabilidade se utiliza para alcançar os seus objetivos são:

a.Escrituração, planejamento, coordenação e controle b.Escrituração, balanços, inventários e orçamentos c.Contabilização, auditoria, controle e análise de balanços d.Auditoria, análise de balanços, planejamento e controle e.Auditoria, escrituração, análise de balanços e demonstração

007.(BD-ESAF) Assinale a opção que não identifique uma técnica contábil:

a. Planejamento d. Escrituração b.Análise de balanços e.Auditoria c.Demonstrações contábeis

"O patrimônio, que a contabilidade estuda e controla, registrando todas as ocorrências nele verificadas".

"Estudar e controlar o patrimônio, para fornecer informações sobre sua composição e variações, bem como sobre o resultado econômico decorrente da gestão da riqueza patrimonial".

As proposições indicam, respectivamente:

a.o objeto e a finalidade da contabilidade b.a finalidade e o conceito da contabilidade c.o campo de aplicação e o objeto da contabilidade d.o campo de aplicação e o conceito da contabilidade e.a finalidade e as técnicas contábeis da contabilidade

009.(ESAF-TTN/94) Na maioria das empresas comerciais, o Ativo suplanta o Passivo (Obrigações). Assim, a representação mais comum do patrimônio de uma empresa comercial assume a forma:

a.Passivo + Ativo = Patrimônio Liquido b.Ativo + Patrimônio Liquido = Passivo c.Ativo = Passivo + Patrimônio Liquido d.Ativo Permanente + Ativo Circulante = Passivo e.Ativo + Situação Liquida = Passivo

010.(ESAF-TTN/92) Diz-se que a situação liquida é negativa quando o Ativo total é:

a.maior que o Passivo Total b.maior que o Passivo Exigível c.igual à soma do Passivo Circulante com o Passivo Exigível a Longo Prazo d.igual ao Passivo Exigível

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 7

CURSO DE CONTABILIDADE GERAL PARA CONCURSOS PÚBLICOS e.menor que o Passivo Exigível

011.(ESAF-AFTN/85) Assinale a alternativa que indica situação patrimonial inconcebível:

a.Situação Liquida igual ao Ativo b.Situação Liquida maior que o Ativo c.Situação Liquida menor que o Ativo d.Situação Liquida maior que o Passivo Exigível e.Situação Liquida menor que o Passivo Exigível

012.(ESAF-TTN/92) É função econômica da Contabilidade:

a.apurar lucro ou prejuízo d.controlar o patrimônio b.evitar erros e fraudese.efetuar o registro dos fatos contábeis c.verificar a autenticidade das operações

013.(ESAF-TTN/89) Considerando: CP = Capital Próprio; CTe = Capital de Terceiros; CN = Capital

Nominal; CTo = Capital Total à disposição da empresa; PL = Patrimônio Líquido; SLp = Situação Líquida positiva e A = Ativo, pode-se afirmar que CTo é igual a:

a.CP + CTe = SLp d. A (-) SLp b.A + CTee.CP + CTe + CN c.CP + CTe

014.(ESAF-TTN/85) – Na maioria das empresas comerciais, o ATIVO suplanta o PASSIVO

(Obrigações). Assim, a representação mais comum do Patrimônio de uma empresa comercial assume a forma:

a.Ativo = Passivo + Patrimônio Liquido b.Ativo + Patrimônio Liquido = Passivo c.Passivo + Ativo = Patrimônio Liquido d.Ativo Permanente + Ativo Circulante = Passivo e.Ativo + Situação Líquida = Passivo

015.(FESP/9 1 ) - Considerando a equação fundamental da Contabilidade, a igualdade que indica um "PASSIVO A DESCOBERTO" é:

a.A = PE + SLd.PE = A - SL b.PE = A + SL e.A = SL + PE c.SL = A - PE onde: A = Ativo; PE = Passivo Exigível; SL = Situação Líquida

016.(ESAF-TTN/92) A situação patrimonial denominada Passivo a Descoberto configura inexistência de:

a.bens e direitosd.capital de terceiros b.obrigações e. capital a disposição da empresa c.capital próprio

Professores André e Biu

2.1ASPECTO QUANTITATIVO

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 8

Neste aspecto os elementos patrimoniais são considerados sob um aspecto homogêneo, que é o da tradução monetária de seus valores, formando por assim dizer um fundo de valores, representados de um lado por valores positivos (ATIVO – bens e direitos) e de outro os valores negativos (PASSIVO - obrigações), tendo a seguinte classificação:

2.1.1 Ativo

São os valores positivos (bens e direitos) do patrimônio e subdivide-se em: 2.1.1.1 Circulante (AC)

Agrupa as disponibilidades, os direitos realizáveis no curso do exercício social subseqüente e as despesas antecipadas* (pagas e não incorridas).

2.1.1.2Realizável a Longo Prazo (ARLP)

Direitos realizáveis após o término do exercício social subseqüente, assim como, também, os direitos derivados de vendas, adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas, diretores, acionistas ou participantes no lucro da companhia, que não constituam negócios usuais no objeto da exploração da companhia. OBS: independentemente do prazo.

Agrega os bens da manutenção da empresa, bem como os bens de uso futuro e as despesas diferidas. Subdivide-se em:

Professores André e Biu

Sê Tu, ó Deus, a nossa fortaleza! 9

Exercício Social – é o espaço de tempo de (12 meses), findo o qual as pessoas jurídicas apuram o resultado do exercício; ele pode coincidir, ou não, com o ano-calendário, de acordo com o que dispuser o estatuto ou o contrato social.

1.Curto Prazo

Classificam-se os bens, direitos e obrigações, com prazo de vencimento ou realização de um ano, ou seja, durante o curso do exercício social seguinte; como por exemplo, as contas do Ativo Circulante e do Passivo Circulante.

Classificam-se os bens, os direitos e as obrigações, com prazo de vencimento ou realização superior a um ano, ou seja, após o término do exercício social seguinte; como por exemplo, as contas do Ativo Realizável a Longo Prazo e do Passivo Exigível a Longo Prazo.

OBS.: na empresa em que o ciclo operacional tiver duração maior que o exercício social, a classificação no circulante ou no longo prazo terá por base o prazo deste ciclo.

3.Ciclo Operacional

Representa a aplicação de recursos na atividade da entidade até a formação dos estoques que, mediante venda, voltarão a ser valores disponíveis.

(Parte 1 de 6)

Comentários