Joseph-Louis Lagrange (1736-1813)

Lagrange é geralmente considerado um matemático francês, mas na realidade ele nasceu em Turim, Itália, e foi batizado com o nome Giuseppe Lodovico Lagrangia. Seu pai, Giuseppe Francesco Lodovico Lagrangia era tesoureiro do escritório público de trabalhos e fortificações de Turim. Sua mãe era filha única de um médico de Cambiano, perto de Turim.

Lagrange era o primogênito de um total de onze filhos, dos quais, apenas ele e mais um irmão atingiram a idade adulta. Lagrange se interessou pela matemática quando recebeu uma cópia do livro de Halley de 1693 sobre o uso da álgebra em óptica.

Apesar de seu pai ter um cargo relativamente importante, a família de Lagrange não era rica. Talvez nós devamos agradecer ao pai de Lagrange pela sua situação economicamente modesta pois o próprio Lagrange iria dizer: "Se eu tivesse sido rico, provavelmente não teria dedicado a minha vida à matemática".

Lagrange foi uma criança prodígio. Basicamente auto-didata, aos 19 anos foi indicado para ser professor universitário da Escola Real de Artilharia de Turim. Membro fundador da Academia Real de Ciências de Turim, Lagrange recebeu um convite para suceder Euler na Academia de Berlin onde permaneceu por 20 anos. Posteriormente mudou-se para Paris após um convite de Frederico, o grande, para a Academia de Ciências de Paris.

Lagrange ganhou incontáveis prêmios e publicou inúmeros trabalhos de alta qualidade em várias áreas da ciência, dentre eles: a teoria dos números; teoria das funções; cálculo de probabilidades; teoria dos grupos; equações diferenciais; mecânica dos fluidos; mecânica analítica e mecânica celeste. Sua vida foi quase que inteiramente dedicada à ciência.

Comentários