George Boole ( 1815 - 1864 )

No dia 2 de novembro de 1815, nasceu George Boole em Lincoln na Inglaterra, proveniente de uma família modesta. Seu pai era sapateiro e gostava de construir instrumentos ópticos. Inicialmente, Boole não teve formação acadêmica, no entanto, aos doze anos já havia aprendido Latim. Estava destinado a tornar-se um dos gênios que possibilitaríam, mais tarde, a invenção dos computadores.

Boole pensava que os nossos processos de raciocínio, na vida cotidiana, podiam ser representados em termos de lógicas formais. Ele acreditava que, a rigor, poderíamos mesmo chegar a exprimir o raciocínio humano em termos matemáticos. Boole dispôs-se a fazer exatamente isso: estudou Matemática sozinho e iniciou sua pesquisa sobre a lógica dos processos de pensamento.

Aos dezesseis anos já era professor assistente de uma escola em Lincoln. Sempre teve interesse por línguas e pretendia entrar para a Igreja. Entretanto, em 1835, abriu sua própria escola e começou a estudar Matemática. Nesse período, Boole continuou aprendendo outras línguas e estudou as obras de Laplace e Lagrange que serviriam de base para o seu primeiro trabalho.

Jornal de Matemática

Sociedade Real

Uma aplicação de métodos algébricos a equações diferenciais, publicada no Journal of Mathematics de Cambridge foi um dos seus primeiros trabalhos a ser reconhecido; por esse trabalho ganhou a medalha de Ouro da Royal Society. Em 1847, publicou The Mathematical Analysis of Logic. Nessa obra, defendia que a Lógica devia ser associada à Matemática e não à Metafísica, dizendo: "Nós não necessitamos mais associar Lógica e Metafísica, mas sim Lógica e Matemática". Nessa época, a concepção da Matemática era como Ciência das grandezas e dos números, mas Boole a defendia como uma visão mais ampla.

A Análise Matemática da Lógica.

Em 1849, nomeado professor de Matemática do recém fundado Queens College, foi trabalhar na Irlanda, ficando lá até o final de sua vida. Em 1854, publicou sua obra mais famosa, Investigation of the Laws of Thought, na qual se fundamentam as Teorias da Lógica e das probabilidades. Incorporando a Lógica à Matemática de um modo novo, ele estabeleceu uma nova Álgebra - Álgebra Booleana. Sua teoria hoje é aplicada na construção de computadores modernos e telefones.

Investigação sobre as Leis do Pensamento.

A Álgebra Booleana é um ramo que trabalha com objetos diferentes. Estudam-se proposições e seus valores de verdade em vez de variáveis e seus valores numéricos. Formalmente, a Álgebra Booleana é um sistema matemático composto por um conjunto de elementos, e que se utiliza somente de dois algarismos para representar os números ou as proposições: o zero (0) e o um (1). Esse sistema de numeração é chamado binário - de base 2 - e tem grande utilidade na Lógica e na Teoria dos Conjuntos.

Em 1855, casou-se com Mary Everest, e deste casamento teve cinco filhas. Em 1857 foi eleito membro da Royal Society.

Escreveu um tratado sobre equações diferenciais em 1859, trabalhou em métodos gerais de probabilidades e foi um dos primeiros a investigar as propriedades básicas dos números, tais como a propriedade distributiva. Seus trabalhos foram reconhecidos e lhe rederam muitas honras como as das Universidades de Dublin e Oxford. De Morgan foi grande admirador de seu trabalho.

George Boole morreu aos quarenta e nove anos de idade, em 1864, um século antes da revolução dos microcomputadores, no dia oito de dezembro, na Irlanda, devido a uma pneumonia. Sem suas idéias o computador moderno não teria as características que tem hoje.

Comentários