Fundamentos de rede

Fundamentos de rede

(Parte 6 de 9)

O patch cord liga o patch panel ao equipamento de rede hub/switch. O tamanho máximo é de 5 metros.

O cabo horizontal de link liga o patch panel à tomada da Área de Trabalho e uma vez instalado não deve ser mais manuseado e todas as alterações devem ser efetuadas pelo manuseio dos cabos da estação e patch cord. O tamanho máximo é de 90 metros.

O cabo da estação é o que liga a tomada da Área de Trabalho à placa de rede. O tamanho máximo é de 5 metros.

Área de Trabalho É o espaço delimitado para a instalação da estação de rede e que permita a sua utilização por um usuário.

Para facilitar as alterações no lay-out, definimos uma malha de cabos que atenda uma quantidade de áreas de trabalho de acordo com o tamanho pré-estabelecido.

Exemplo: se tivermos um espaço de 900 metros quadrados e estabelecemos o tamanho de 9 metros quadrados para cada Área de Trabalho, a malha de cabos pode atender até 100 Áreas de Trabalho com uma tomada para telefonia e outra para rede, independente do lay-out.

Programa CIEE de Educação a Distância

Cabeamento do Backbone Consiste de cabos para a ligação das Salas de Comunicação que podem estar em andares distintos de um prédio ou em um mesmo andar devido às limitações de comprimento dos cabos.

custo,mas se a distância for superior ou tiver ruído ou interferência a melhor solução

Quando a distância entre as Salas de Comunicação for menor que 100 metros e a passagem for isenta de ruídos e interferências utilizamos o cabo UTP por ser de menor é a fibra ótica.

Resumo Os principais cabos utilizados são: cabo coaxial, cabo par trançado, fibra ótica e sem fio (ondas eletromagnéticas).

A placa de rede local é a interface que converte os dados digitais do computador para sinais elétricos que são transportados pelo cabo. Pode ser instalada no barramento ISA, PCI, PC-Card ou vir montado na placa mãe do computador.

O Cabeamento Estruturado é uma série de procedimentos e normas para padronizar e garantir o sistema de cabos, tanto nas especificações técnicas dos componentes como a execução dos serviços de instalação nos testes de certificação.

Programa CIEE de Educação a Distância

AULA 4 Introdução Se em poucas palavras e de uma maneira simples podemos dizer que uma rede é um conjunto de computadores que se comunicam entre si, então podemos imaginar que são necessários recursos que possibilitem esta comunicação.

Conteúdo da Aula

Equipamentos: • Estação de rede

• Servidor de rede

• Sistema Operacional

• Hub

• Repetidor

• Bridge (Ponte)

• Roteador

• Switch

• Gateway

Objetivos Conhecer os equipamentos que são utilizados em uma rede local.

Tanto os equipamentos como as estações, servidores e o sistema operacional de rede, como os equipamentos utilizados para estender a rede como os repetidores, pontes, roteadores e gateways.

Também veremos os equipamentos para a implementação de redes locais como o hub e o switch.

Programa CIEE de Educação a Distância

Estação de Rede Atualmente, quase todos os computadores podem ser conectados a uma rede. A maioria das estações de rede são PCs desktop na sua configuração mais comum.

Embora o PC possa ser configurado para atender os requisitos de cada cliente, os fornecedores definem uma configuração padrão que atende uma grande maioria de clientes, o qual está disponível para pronta entrega nas grandes lojas e em anúncios de jornal. Esta configuração padrão também atende os requisitos para uma estação de rede para automação de escritório, naturalmente, esta configuração padrão tem que incluir a placa de rede.

O usuário deve configurar a estação conforme os requisitos dos aplicativos que irá utilizar, lembrando que o desempenho da estação dependerá também do desempenho dos demais recursos envolvidos na rede a que ela estiver conectada. Os notebooks se necessitarem de mobilidade interna no escritório devem utilizar as conexões sem fio.

Servidores Os servidores de redes são computadores dedicados a fornecer recursos para as estações. Apesar de um PC Desktop ter a capacidade de realizar a função de um servidor, ele não fornece a confiabilidade necessária para garantir o funcionamento da rede.

Um computador projetado para a função de servidor utiliza componentes com menor índice de erros, a memória utilizada no PC desktop apresenta um erro de acesso a cada 5 anos e a memória utilizada no servidor apresenta um erro de acesso a cada 80 anos.

As principais características de um servidor são: • Gabinete que permite expansão de disco (mínimo 6).

Programa CIEE de Educação a Distância

• Arquitetura de multiprocessamento escalável: é configurado com uma CPU e conforme a necessidade de processamento permite a instalação de mais CPUs

• Alta disponibilidade com redundância dos dispositivos críticos: todos os dispositivos têm níveis baixíssimos de falha e os mais críticos estão em duplicidade de forma que na falha de um o outro assume.

• Ferramenta de diagnóstico e manutenção hot swap: é efetuado um diagnóstico constante da situação dos dispositivos, emitindo alarmes das possíveis falhas. Para a manutenção de alguns dispositivos não é necessário desligar o servidor, podemos trocar um disco com o servidor ligado.

Servidores Para ambientes de grande concentração de servidores como Data Center e de servidores WEB onde o espaço e a escalabilidade são muito importantes, podemos utilizar a tecnologia de servidores em 1U (aproximadamente 4 cm) para montagem em rack padrão.

Nesta solução consideramos que os discos de dados estarão em gabinete separado, e dois discos no servidor para o sistema operacional.

Sistema Operacional de Redes O sistema operacional foi desenvolvido para facilitar a comunicação entre o ser humano e o computador e para padronizar a interface entre os softwares, aplicativos e os dispositivos, permitindo que a troca de uma impressora não afetasse os softwares, ou seja, o software aplicativo emite o comando de impressão e passa os dados para o sistema operacional. Ele possui o driver (software que interpreta os comandos e converte os dados para o dispositivo) que manda o comando e os dados que são reconhecidos pela impressora. Quando se troca a impressora, apenas é necessária a instalação do novo driver.

Programa CIEE de Educação a Distância

Para atender a requisição de rede, foi adicionado um software de rede denominado de Redirecionador no sistema operacional.

Quando o software aplicativo emite um comando para o sistema operacional, o redirecionador recebe o comando e verifica se o dispositivo está no computador, se estiver, simplesmente passa para o sistema operacional. Caso contrário, utiliza os serviços de comunicação para enviar o comando para o dispositivo remoto.

Hub Nas redes que utilizam o cabo UTP é necessário adotar um equipamento central denominado hub, que concentra todos os cabos UTPs, transformando uma topologia barramento lógico em uma estrela física.

O hub tem diversas portas onde são conectados os cabos vindos das estações e ao verificar que há algum problema na conexão de uma porta, esta é isolada de tal forma que não afeta as demais. A estação envia o sinal para o hub que o amplifica e propaga por todas as outras portas. A largura de banda é compartilhada por todas as portas. Se a largura de banda for de 10 Mbps, esta é dividida entre todas as estações, ou seja, todas transmitem a 10 Mbps, mas apenas uma pode transmitir por vez.

Basicamente existem dois tipos de hubs:

Stackable: consiste de um equipamento com determinado número de portas capaz de atender este número de estações. No caso de expansão, compra-se mais um equipamento e o empilha, conectando-o com o anterior, e a pilha funciona como se fosse um único equipamento.

Repetidor: quando utilizamos sinais elétricos para transmissão digital através de um meio físico, o mesmo vai enfraquecendo e perdendo as suas características originais. Este fenômeno é chamado de atenuação, por isso o comprimento do cabo é limitado.

Programa CIEE de Educação a Distância

(Parte 6 de 9)

Comentários