Janeiro do ano 1800, a família Du Pont desembarcou em Newport, Rhode Island (Estados Unidos), procedente de França.

  • Janeiro do ano 1800, a família Du Pont desembarcou em Newport, Rhode Island (Estados Unidos), procedente de França.

  • Foram com o objetivo de fundar uma colônia agrícola onde outros imigrantes franceses, fugitivos do caos que continuará depois da Revolução francesa, pudessem se estabelecer e viver.

  • Nos Estados Unidos, numerosos obstáculos impediram-lhes realizar o seu projeto inicial.

No entanto, Eleuthère Irénée, filho de Pierre Samuel Du Pont, o patriarca da família, comprovou a má qualidade da pólvora americana, quando foi convidado para uma caçada e a sua espingarda falhou várias vezes. Constatando o monopólio da pólvora de boa qualidade pelos ingleses.

  • No entanto, Eleuthère Irénée, filho de Pierre Samuel Du Pont, o patriarca da família, comprovou a má qualidade da pólvora americana, quando foi convidado para uma caçada e a sua espingarda falhou várias vezes. Constatando o monopólio da pólvora de boa qualidade pelos ingleses.

Em 1802 fundou-se a companhia que desde então tinha como único produto a produção da pólvora para seus diversos fins.

  • Em 1802 fundou-se a companhia que desde então tinha como único produto a produção da pólvora para seus diversos fins.

  • Abrangendo finalidades bélicas, construção do caminho-de-ferro, a abertura de minas, a desarborização de bosques para a agricultura e entre outras.

  • Perdurando por mais de trinta anos. Começando em 1832 a diversificar com o nitrato potássico refinado, o ácido pirolenhoso e a creosota para a produção de explosivos.

Com o nascimento da indústria automótiva aparecem novas tecnologias e produtos como soluções de nitrocelulose, lacas ou tecidos plastificados.

  • Com o nascimento da indústria automótiva aparecem novas tecnologias e produtos como soluções de nitrocelulose, lacas ou tecidos plastificados.

  • Nessa época a companhia apontou para o campo da química. O ano 1903 marca uma referência fundamental na história da investigação e do desenvolvimento da companhia: cria-se a Estação Experimental de Gibbstown, nos arredores de Wilmington, onde se começa a investigação das fibras sintéticas.

  • Nos anos vinte, a DuPont aproveitou ao máximo as oportunidades de diversificação.

  • Quando começou a primeira guerra mundial, a companhia converteu-se no fornecedor principal de explosivos para as forças aliadas. No entanto, já havia a preocupação de qual produto a companhia se empenharia a produzir, quando a guerra acabasse.

  • Por esse motivo, iniciou-se um programa de investigação de novos produtos, tintas e vernizes, para encher o oco que a guerra iria deixar no mercado.

Em 1930, criou -se o primeiro polímero fibrógeno sintético, que foi um precursor do nylon.

  • Em 1930, criou -se o primeiro polímero fibrógeno sintético, que foi um precursor do nylon.

  • Pelas mãos e conhecimento de Wallace Hume Carothers, até então um jovem professor de Química Orgânica da universidade Harvard, percebeu-se que aqueles fios de xarope produzidos em laboratório, por um de seus colaboradores, Julian Hill, eram, na verdade, as moléculas esticadas de polímeros, que formavam longo fios paralelos semelhantes a fibras naturais, como a da seda e a celulose.

Nos quatro anos seguintes, o laboratório de Carothers ensaiou milhares de combinações químicas e no meio do caminho para a produção do náilon ainda conseguiu criar o neopreno, uma das mais úteis borrachas sintéticas.

  • Nos quatro anos seguintes, o laboratório de Carothers ensaiou milhares de combinações químicas e no meio do caminho para a produção do náilon ainda conseguiu criar o neopreno, uma das mais úteis borrachas sintéticas.

  • Mas foi só em 1934 que a reação de duas substâncias de nomes complicados – hexametilenodamina e ácido adípico – se conseguiu produziu nylon e deixar uma marca na história e na ciência.

Comentários