Apostila de Latim Básico

Apostila de Latim Básico

(Parte 3 de 11)

A vogal que indica ser o verbo de primeira conjugaçªo Ø ā [amāre amar]; de segunda, ē [monēre aconselhar]; de terceira, ĕ [legĕre ler], [capĕre pegar]; de quarta, ī [audīre ouvir].

Amāre e monēre foram escolhidos como paradigmas dos verbos regulares da primeira e segunda conjugaçıes. Presente do Indicativo:

egŏ amōmonĕō

tū amās monēs (ille) amăt monĕt nōs amāmusmonēmus uōs amātis monētis (illi) amănt monĕnt

Conjugaçªo do verbo irregular esse e seu composto pŏsse no presente do indicativo:

sum pŏssum es pŏtes est pŏtest sumus pŏsŭmus estis pŏtestis sunt pŏssunt

B. Assim como o verbo latino tem vÆrias terminaçıes com que desempenha seu papel particular numa dada frase, tambØm o nome latino tem vÆrias terminaçıes, de acordo com a funçªo sintÆtica que desempenha na frase: sujeito, predicativo do sujeito, objeto direto, objeto indireto, adjunto adverbial, e assim por diante.

As vÆrias formas de um nome sªo chamadas de casosEm latim, seis sªo os casos:
Vocativo:caso da interpelaçªo.
Os termos fāma (F1), fortūna (F2), immŏdĭca īra (F3), Maecēnas (F5), numĕrus

Nominativo: caso do sujeito e do predicativo do sujeito; Genitivo: caso do adjunto adnominal e do complemento nominal; Dativo: caso do objeto indireto; Acusativo: caso do objeto direto e do predicativo do objeto direto; Ablativo: caso dos adjuntos adverbiais; (F10), estªo no nominativo: desempenham a funçªo sintÆtica de sujeito.

Caecă (F2), humānum (F8) e infinītus (F10) tambØm estªo no nominativo: desempenham a funçªo sintÆtica de predicativo do sujeito.

O gŒnero do adjetivo estÆ estreitamente relacionado com o do sujeito da frase: caecă estÆ no feminino porque o sujeito fortūna Ø feminino; infinītus estÆ no masculino em concordância com numĕrus, tambØm masculino; humānum estÆ no neutro, jÆ que o sujeito Ø um verbo no infinitivo, o que faz que o predicativo do sujeito fique no neutro.

Os termos insaniam (F3), īram (F4), mŏdum (F6), multam pecūniam (F7), puellam meam (F9), ocŭlōs meōs (F9) estªo no acusativo: sua funçªo sintÆtica Ø a de objeto direto.

In numĕrō (F5) estÆ no ablativo e o termo que o completa, amicōrum, no genitivo, bem como Augustī, que complementa amīcus; stultōrum (F10) tambØm estÆ no genitivo, em estreita relaçªo com numĕrus.

O adjetivo acompanha o substantivo em gŒnero, nœmero e caso, como em (F3) immŏdĭca ira, (F7) multam pecūniam, (F9) puellam meam, oculōs meōs.

Feitas essas observaçıes, apresentar-se-ªo paradigmas da primeira e segunda declinaçıes:

terră〈terra〉 : paradigma da primeira declinaçªo;
domĭnus〈senhor〉: paradigma da segunda declinaçªo dos nomes nªo-neutros;
donum〈presente〉: paradigma da segunda declinaçªo dos nomes neutros:

singular plural singular plural singular plural nom terră terrae domĭnus domĭnī donum donă gen terrae terrārumdomĭnī domĭnōrum donī donōrum dat terrae terrīs domĭnō domĭnīs donō donīs ac terram terrās domĭnumdomĭnōs donum donă abl terrā terrīs domĭnō domĭnīs donō donīs voc terră terrae domĭnĕ domĭnī donum donă

Para efeitos puramente didÆticos misturar-se-ªo as desinŒncias casuais com a vogal temÆtica dos nomes, como a seguir se pode visualizar:

primeira declinaçªo segunda declinaçªo dos nªo-neutros segunda declinaçªo dos neutros

C. Adjetivos de primeira classe.

O grupo de adjetivos que se serve das terminaçıes dos substantivos de primeira e segunda declinaçıes sªo chamados adjetivos de primeira classe. Sua forma masculina Ø us, a feminina, a, e a neutra, um. Stultŭs, ă, ŭm / caecŭs, ă, ŭm / immŏdicŭs, ă, ŭm / infinītŭs, ă, ŭm sªo, pois, adjetivos de primeira classe.

Paradigma dos adjetivos de primeira classe: magnŭs, ă, ŭm 〈grande〉:

masculino feminino neutro singular plural singular plural singular plural nom. magnŭs magnī magnă magnae magnŭm magnă gen. magnī magnōrummagnae magnārum magnī magnōrum dat. magnō magnīs magnae magnīs magnō magnīs ac. magnŭm magnōs magnăm magnās magnŭm magnă abl. magnō magnīs magnā magnīs magnō magnīs voc. magnĕ magnī magnă magnae magnŭm magnă

ComentÆrios morfo-fonológicos:

nome pertence, sobretudo quando se examina a terceira declinaçªo

Para a obtençªo do tema de um nome em latim, retira-se a terminaçªo do genitivo plural, visto ser este o œnico caso que deixa entrever com clareza a que tema determinado

Os substantivos acima pertencem, pois, ao tema em a [terra-rum] e em o [dominorum dono-rum].

Os de tema em a sªo chamados de primeira declinaçªo e os de tema em o, de segunda declinaçªo. As declinaçıes sªo cinco.

significativas, sobretudo no nominativo, como Ø o caso de magister, proveniente de

Regras fonológicas costumam atuar no tema de alguns nomes, fazendo alteraçıes *magistros. Mas nªo hÆ problema para a identificaçªo da declinaçªo de uma palavra, uma vez que o dicionÆrio informa seu nominativo e genitivo singular.

Assim: terră , ae pertence à primeira declinaçªo, pois seu genitivo termina em ae;

termina em –i

domĭnus, ī , magister, magistrī, donum, ī pertencem à segunda, pois seu genitivo

Sªo aparentemente irregulares os nominativos magister, ager, puer, uir, jÆ que o tema de cada um Ø *magistro , *agro , *puero , *uiro , o que se pode verificar no genitivo plural: magistro-rum, agro-rum, puero-rum, uiro-rum.

magistr (simplificaçªo das consoantes geminadas ) ! magister ( epŒntese da vogal e)

As regras que alteram *agro s para ager [campo] sªo as mesmas das de magister [mestre]: *magistros ! magistrs (síncope do o) ! magistrr (assimilaçªo do s ao r) !

*agros ! agrs ! agrr ! agr ⇒ ager

As mudanças de *puero-s a puer [jovem] e de *uiro-s a uir [homem] sªo as que se seguem:

*puero-s ! puers ! puerr ! puer: síncope, assimilaçªo, simplificaçªo.

*uiro-s ! uirs ! uirr ! uir: síncope, assimilaçªo, simplificaçªo.

Leitura 5

Viuāmus, mĕa Lesbia, atque amēmus,Vivamos, minha LØsbia, e amemos,
rumōrēsque senum seueriōrume as graves vozes velhas
omnēs unīus aestimēmus assis— todas —
5 nōbis cum semel occĭdit brĕuis lūx,Os sóis podem morrer e renascer:
Da mi basia mille, deinde centum,dormimos uma noite infinita.
dein mille altĕra, dein secunda centum,DÆ-me pois mil beijos, e mais cem,
10 Dein, cum milia multa fecerĭmus,Quando somarmos muitas vezes mil
conturbābĭmus illa, ne sciāmus,misturaremos tudo atØ perder a conta:
aut ne quis malus inuĭdēre possit,que a inveja nªo ponha o olho de agouro

Sōlēs occidĕre et redīre pŏssunt: valham para nós menos que um vintØm. nox est perpetŭa una dormienda. quando se apaga nosso fogo breve deinde usque altĕra mille, deinde centum. e mil, e cem, e mil, e mil e cem. cum tantum sciat esse basiōrum. no assombro de uma tal soma de beijos.

(Catulo) (Trad. de Haroldo de Campos)

O latim e algumas línguas românicas dele derivadas:

Latim Italiano Espanhol PortuguŒs FrancŒs amicum / amicus amico amigo amigo ami librum / liber libro libro livro livre tempus tempo tiempo tempo temps manum / manus mano mano mªo main *buccam / bucca bocca boca boca bouche caballum/caballus cavallo caballo cavalo cheval filium / filius figlio hijo filho fils ille il el ele il quattuor quattro cuatro quatro quatre bonum / bonus buono bueno bom bon bene bene bien bem bien facere fare hacer fazer faire dicere dire decir dizer dire legere leggere leer ler lire

• A palavra para boca, no Latim ClÆssico, Ø os, oris; para cavalo, Ø equus, i: bucca e caballus pertencem ao chamado Latim Vulgar, variedade do latim que dÆ origem às línguas neolatinas ou românicas.

Responder, em latim, às perguntas:

a. Quae rēs? (nom. sg.) Que coisa? Resposta: Nominativo singular. b. Quae rēs? (nom. pl.) Que coisas? Resposta: Nominativo plural. c. Quam rem? (ac. sg.) Que coisa? Resposta: Acusativo singular. d. Quās rēs? (ac. pl.) Que coisas? Resposta: Acusativo plural. e. Quis? (nom. sg. ) Quem? Resposta: Nominativo singular. f. Quem? (ac. sg. ) (A) quem? Resposta: Acusativo singular. g. Quī? (nom. pl. /plural de quis.) Resposta: Nominativo plural. h. Quōs? (ac. pl./ plural de quem ) Resposta: Acusativo plural. i. Cuius? (gen. sg.) De quem? Resposta: Genitivo singular. j. Quōrum? (gen. pl. / pl. de cuius) Resposta: Genitivo plural.

F2 Fortūnă est caecă. [o destino Ø cego] a. Quae rēs est caeca? F3 Immŏdĭca iră creat insāniam. [a ira desmedida gera a loucura]

F4 Debēmus īram uitāre[devemos evitar a ira]
F5Maecēnas, amīcus Augustī, mē in numĕrō amicōrum habet.
[Mecenas, amigo de Augusto, me tem no rol de seus amigos]

b. Cuius est amīcus Maecēnas? .. c. Quōrum in numĕrō Maecēnas habet Horatium? d.Quem Maecenas in numĕrō amicōrum habet? .

F7Multam pecūniam deportat. [ele leva muito dinheiro]
F8Errāre est humānum. [errar Ø humano]
F9Puellam meam magis quam ocŭlōs meōs amō. [amo minha menina mais do que meus olhos]
F10Infinītus est numĕrus stultōrum. [o nœmero dos insensatos Ø infinito]

Exercício: Dizer o caso, o nœmero e a funçªo sintÆtica dos termos das oraçıes, em latim.

1. Terră rotundă est[A terra Ø redonda.] [terra.-ae (f) terra; rotundus, a, um redondo; sum, es, esse ser]

terra funçªo: caso: rotunda funçªo : caso:

2Amīcus meus bonus est. [Meu amigo Ø bom.] [amicus, –i (m) amigo; meus, a, um meu; bonus, a, um

bom; sum, es, esse ser] amīcus meus funçªo: caso:

bonus funçªo: caso:

3. Poeta pecūniam non habet[O poeta nªo tem dinheiro.] [poeta, –ae (m) poeta; pecūnia, –ae (f) dinheiro;

poeta funçªo: caso:

pecūniam funçªo: caso:

4Numĕrus amicōrum meōrum magnus est. [O nœmero de meus amigos Ø grande.] [numĕrus, –i (m)

nœmero; amīcus, i (m) amigo; meus, a, um meu; magnus, a, um grande; sum, es, esse ser] numĕrus funçªo: caso: amicōrum meōrum funçªo: caso: magnus funçªo: caso:

(Parte 3 de 11)

Comentários