Dimensionamento de Aterro Sanitario

Dimensionamento de Aterro Sanitario

METODOLOGIA 1 – Cidades de pequeno a médio porte

Dados Gerais do Aterro a ser dimensionado:

cidade de 40.0 habitantes; vida útil de 10 anos; As condições da área são favoráveis a utilização do método das trincheiras.

Considerar:

• Densidade média do lixo compactado:δ = 0,70t /m³
• Contribuição per capita de lixo:θ = 0,50 Kg / hab . dia

Solução:

a) Massa de lixo gerada por dia:

M = 40.0 hab x 0,50 Kg/hab . dia = 20.0Kg/dia = 20t/dia b) Volume de lixo gerado por dia ( compactado):

V =20t /dia = 28,6 m³ / dia ⇒Adotado V = 30 m³/dia

Assumindo o acréscimo de mais 20% ,que correspondente à argila de cobertura das camadas de lixo, finalizadas as frentes diárias de trabalho. Tem-se:

d) Dimensões necessárias para o aterro:

Adotando solução por aterro em trincheira, com altura útil de 5m e taludes laterais de 1 : 1 , fixando a largura da base do aterro em 140 m, a largura útil na superfície será de 150 m.Assim a área transversal do aterro será:

O comprimento da trincheira será:

Str725m²

A área superficial ocupada pela trincheira será:

e) Volume de argila gasto:

METODOLOGIA 2 – Cidades de médio a grande porte

Cálculo das dimensões da célula diária de lixo:

O aterro sanitário é formado de células diárias de lixo e terra, cuja altura usual varia entre 2 e 5 metros.

De maneira geral, consegue-se obter uma célula diária com área mínima de cobertura de terra (A), quando a sua frente de operação (b), tem dimensão igual a sua profundidade (l).

As dimensões da célula diária de lixo, podem ser calculas através das fórmulas:

l = b = 2√ √ √ √ V= 3√ p.√ p.√ p.√ p.V

Onde:

h = altura da célula V = volume de lixo a ser disposto na célula diária (m3);

Igual à geração diária de lixo (/dia) dividida pela densidade do lixo (= 0,7 t/ m3 para o lixo compactado); p= talude da rampa de trabalho (recomendado 1:3, portanto p=3) l = profundidade da célula; b = frente de operação (m); A = área a ser coberta com terra (m2).

Obs.: Adotando-se uma espessura média de terra para cobertura da célula pode-se obter previsão sobre o volume de solo a ser consumido diariamente.

Dimensionando-se o pátio de compostagem para os dados do problema anterior, considerando que o material orgânico perfaz 50% de resíduos coletados e que a sua densidade é levemente superior, 0,800t/m³ .

a) Cálculo das dimensões das leiras de compostagem:

Considerando leiras com seção transversal triangular, com 1,50m de altura e 2,50 m de largura, obtem-se:

Área da Seção Transversal da leira:

Densidade da massa a compostar:

Volume da leira de compostagem:

Comprimento da leira:

L = 25m³= 13,33m ⇒ Adotado L = 14,00m

Cálculo das dimensões do pátio de compostagem:

Área da base da leira:

Área de folga para o reviramento da leira:

Área total ocupada pela leira: Sfo = 2 x 35m² = 70m²

Área do pátio de compostagem:

Admitindo que o período de compostagem seja de 120 dias (fase ativa e faze de maturação) , e que seja montada uma leira por dia, tem-se para área útil do pátio de compostagem:

Assumindo que serão necessários mais 10% de área para circulação e estacionamento, resulta:

Comentários