Prova residencia PI

Prova residencia PI

(Parte 1 de 5)

ÁREA: RESIDÊNCIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA DATA: 15/06/2008 – HORÁRIO: 8h às 12h (horário do Piauí)

1. Você deve receber do fiscal o material abaixo: a) Este caderno com 80 questões objetivas, sem repetição ou falha. b) Um CARTÃO-RESPOSTA destinado às respostas objetivas da prova. c) Para realizar sua prova, use apenas o material mencionado nas letras a) e b) e, em hipótese alguma, papéis para rascunhos.

2. Verifique se este material está completo, em ordem e se seus dados pessoais conferem com aqueles constantes do CARTÃO-RESPOSTA.

3. Após a conferência, você deverá assinar seu nome completo, no espaço próprio do CARTÃO-RESPOSTA, utilizando caneta esferográfica com tinta de cor azul ou preta.

4. Escreva o seu nome nos espaços indicados na capa deste CADERNO DE QUESTÕES, observando as condições para tal (assinatura e letra de fôrma), bem como o preenchimento do campo reservado à informação de seu número de inscrição.

5. No CARTÃO-RESPOSTA, a marcação das letras correspondentes às respostas de sua opção, deve ser feita com o preenchimento de todo o espaço do campo reservado para tal fim.

6. Tenha muito cuidado com o CARTÃO-RESPOSTA, para não dobrar, amassar ou manchar, pois este é personalizado e em hipótese alguma poderá ser substituído.

7. Para cada uma das questões são apresentadas cinco alternativas, classificadas com as letras a), b), c), d) e e); somente uma responde adequadamente ao quesito proposto. Você deve assinalar apenas uma alternativa para cada questão; a marcação em mais de uma alternativa anula a questão, mesmo que uma das respostas esteja correta; também serão nulas as marcações rasuradas.

8. As questões são identificadas pelo número que fica à esquerda de seu enunciado.

9. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião nem a prestar esclarecimentos sobre o conteúdo da Prova. Cabe única e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir a este respeito.

10. Reserve os 30(trinta) minutos finais do tempo de prova para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcações assinaladas no CADERNO DE QUESTÕES não serão levados em conta.

1. Quando terminar sua prova, assine a LISTA DE FREQÜÊNCIA, entregue ao Fiscal o CADERNO DE

QUESTÕES e o CARTÃO-RESPOSTA, que deverão conter, respectivamente, sua assinatura, assinatura/impressão digital, a serem coletadas por este.

12. O TEMPO DE DURAÇÃO PARA ESTA PROVA É DE 4h.

13. Por motivos de segurança, você somente poderá ausentar-se da sala de prova após decorridas 2(duas) horas do início do tempo de prova.

Assinatura Nome do Candidato (letra de fôrma)

Universidade Estadual do Piauí

Processo Seletivo – Residência em Saúde da Família 2008 2

Processo Seletivo – Residência em Saúde da Família 2008 3

01. Na Constituição Federal do Brasil de 1988, a saúde é definida como:

a) dever do Estado, da família, das empresas e da sociedade, executando as ações de vigilância sanitária e epidemiológica; b) valor inalienável, devendo o Estado colaborar na assistência através de políticas de proteção aos mais necessitados; c) resultado das condições de vida, devendo ser garantida mediante acesso a planos de saúde complementares; d) ato de cuidar da saúde e assistência pública, da proteção e garantia das pessoas portadoras de deficiência; e) direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício.

02. O SUS deve ser organizado de acordo com a seguinte diretriz:

a) atendimento integral, com prioridade para as atividades assistenciais, sem prejuízo dos serviços preventivos; b) regionalização da atenção básica entre os municípios vizinhos; c) descentralização, com direção única da esfera municipal; d) participação da comunidade; e) descentralização com direção única da esfera estadual.

03. É da competência e das atribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios exercerem, em seu âmbito administrativo, as seguintes atribuições:

a) definição das instâncias e mecanismos de controle social; b) organização das lideranças dos grupos existentes na população adscrita no território destinado à implementação da estratégia Saúde da Família; c) acompanhamento, avaliação e divulgação do nível de saúde da população e das condições ambientais; d) controle dos sistemas de informação em saúde para o apoio à tomada de decisões; e) capacitar técnicos em informação para a gestão das informações produzidas para uso nas gerências da organização de saúde.

04. Em se tratando do SUS, o Programa Saúde da Família (PSF) se situa como um(a):

a) articulação de ações de saúde especializadas; b) programa paralelo; c) abordagem de intervenção mínima; d) estratégia de reorientação de ações; e) uma proposta antagônica.

05. Historicamente, as políticas públicas de saúde bucal priorizam o atendimento a crianças e gestantes.

Um princípio do Sistema Único de Saúde (SUS) orientou uma mudança de modelo assistencial e ampliou a oferta e acesso à saúde bucal para linhas de cuidado, condições de vida com o reconhecimento de especificidades próprias da idade como saúde da criança, saúde do adolescente, saúde do adulto e saúde do idoso, saúde da mulher, saúde do trabalhador, portadores de necessidades especiais, hipertensos, diabéticos, dentre outras. Este princípio é CORRETAMENTE denominado(a):

a) participação popular; b) igualdade; c) universalidade; d) complementaridade; e) controle social.

06. Marque dentre as alternativas abaixo a que faz referência à Portaria que regulamentou os pactos pela vida, pela defesa do SUS e de Gestão do SUS.

a) Portaria GM/MS 699 de 24 /02/ 2004. b) Portaria GM/MS 204 de 28 /01/ 2006. c) Portaria GM/MS 399 de 2 /02/ 2006. d) Portaria GM/MS 3.332 de 29/01/2006. e) Portaria GM/MS 3.339 de 18/03/2005.

Processo Seletivo – Residência em Saúde da Família 2008 4

07. A respeito da VIII Conferência Nacional de Saúde, realizada em março de 1996, em Brasília, é INCORRETO afirmar:

a) saúde como direito de cidadania, foi um dos principais temas debatidos nesta conferência; b) reformulação foi um dos principais temas debatidos na VII Conferência Nacional de Saúde; c) financiamento do Setor, foi também um dos principais temas debatidos nesta Conferência; d) esta Conferência diferiu das demais pela participação de setores organizados da sociedade; e) os principais temas debatidos nesta Conferência foram quatro, dentre os quais está incluído a Comunicação Social.

08. O PSF/MS desenvolve ações de promoção e proteção à saúde do indivíduo, da família e da comunidade. O primeiro passo para que isto ocorra é o:

a) encaminhamento odontológico; b) encaminhamento médico; c) encaminhamento de enfermagem; d) cadastramento hospitalar; e) cadastramento familiar.

09. O encaminhamento de pacientes a um atendimento de maior grau de complexidade no âmbito do SUS, é denominado(a):

a) referência; b) contra-referência; c) acesso universal; d) eqüidade; e) hierarquização.

10. O Agente Comunitário de Saúde está incluído no PSF/MS. O êxito no modelo assistencial desse processo de trabalho está CORRETAMENTE identificado em:

a) prestação de assistência secundária especializada no domicílio e na comunidade; b) atua nas Unidades e na rede hospitalar; c) atenção ao paciente sem fazer contato com a Unidade Básica de Saúde; d) elo de ligação entre a Unidade Básica de Saúde e a Comunidade; e) realiza uma rede entre atenção primária, secundária e terciária.

1. A respeito do Sistema Único de Saúde (SUS) e da sua regulamentação é INCORRETO afirmar:

processo de construção do SUS no Brasil

a) as leis Orgânicas de Saúde (LOS) são consideradas leis infraconstitucionais, que disciplinam legalmente o cumprimento do mandamento constitucional da proteção e da defesa da saúde. b) a regulamentação infraconstitucional do SUS inicia-se com as leis 8.080 e 8142 e é seguida por um conjunto de Leis, Decretos, Normas Operacionais. c) a lei 8.080 (19/09/1990) dispõe sobre as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, organização e funcionamento dos serviços correspondentes. d) a lei 8.089 (27/07/1993) dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do SUS. e) a lei 8.142/90 é fruto de grande negociação ocorrida na época entre os vários atores envolvidos no

12. Para o desenvolvimento de ações na perspectiva do cuidado em saúde bucal foi definido, democraticamente, na política pública a participação das representações de usuários, trabalhadores e prestadores de serviço, em todas as esferas de governo. A orientação deste princípio significa:

a) Gestão Participativa; b) Acolhimento; c) Intersetorialidade; d) Eqüidade; e) Vínculo.

Processo Seletivo – Residência em Saúde da Família 2008 5

13. Desenvolver ações para o usuário, considerando-o em sua integralidade biopsicossocial, obedecendo ao pressuposto de que o serviço de saúde seja organizado de forma centrada no usuário, garantido por uma equipe multiprofissional, nos atos de receber, escutar, orientar, atender, encaminhar e acompanhar, é a descrição de:

a) vínculo; b) ética; c) acesso; d) responsabilização; e) acolhimento.

14. As Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal estabelecem que as ações sejam precedidas de um diagnóstico das condições de saúde-doença das populações, através da abordagem familiar e das relações que se estabelecem no território onde se desenvolve a prática do PSF, orientada por:

a) anamnese dos pacientes realizada na Unidade Básica de Saúde; b) estudo epidemiológico e informações sobre o território; c) exames laboratoriais indicados pelo CD; d) exames radiográficos; e) uma combinação de técnicas e tecnologias.

(Parte 1 de 5)

Comentários