Como falar bem em público

Como falar bem em público

(Parte 1 de 5)

Comunicação é o instrumento pelo qual nos relacionamos, ou seja, é o instrumento de expressão de nosso interior, do que pensamos, do que acreditamos.

EMISSORMENSAGEM... RECEPTOR

Pontos importantes a serem lembrados pelo EMISSOR para evitar problemas na comunicação:

Preparar sua fala;

- 2 -

Utilizar “feed – back”, Confirmar a recepção da mensagem; Falar com a linguagem verbal e não verbal.

Auto – imagem; Saber ouvir; Clareza de expressão; Capacidade de lidar com a contrariedade; Auto abertura.

“De nada vale nosso conhecimento senão soubermos expressá-lo no mundo”.

(Autor Desconhecido).

Espacial; Musical; Corporal; Matemática.

- 24 -

• Palavra; • Tom de voz;

• Fisiologia.

A capacitadade de transmitir nossas mensagens, nossos pensamentos e sentimentos está:

• 7% - PALAVRA (capacitade de influência entre as pessoas); • 38% - TOM DE VOZ (postura corporal);

• 5%- FISIOLOGIA (estudo das funções orgânicas dos seres vivos).

OBS.: Quanto mais a educação se faz através das palavras, menos comunicativas as pessoas ficam.

• Palavras; • Gestos;

• Contexto;

• Mensagem.

• Quando o medo aparecer, encare-o normalmente, controle o nervosismo;

• Tenha uma atitude correta;

• Antes de pensar como, saiba o que falar;

• Evite fazer pressupostos;

• Evite adquirir vícios;

• Chame a sua voz pela respiração;

• A prática irá proporcionar-lhe o sucesso.

A emoção do orador tem influência determinante no processo de conquista dos ouvintes.

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.

(Ayrton Senna)

- 3 - - 24 -

1-Administrar as inibições;
2-Estruturar-se mentalmente;
3-Motivar-se;
4-Analisar cuidadosamente o tema;
5-Fixar objetivos;
6-Organizar as etapas da exposição;
7-Adequar a linguagem ao público alvo;
8-Utilizar a empatia;
9-Criar zona de confiança;

10- Estabelecer sintonia; 1- Estar atualizado; 12- Cuidar da expressão vocal; 13- Movimentar-se harmoniosamente; 14- Comunicar-se com o olhar; 15- Acelerar o mecanismo de compreensão; 16- Criar um estilo pessoal; 17- Treinar, treinar e treinar.

• Medo é indesejável, mas é normal aos oradores. Use os aspectos positivos dele;

• Admita seu medo. Procure compreender as suas origens;

• Você não precisa e não deve demostrar seu medo. Mantenha sua privacidade;

• Utilize a adrenalina produzida pelo medo em seu benefício. Carisma e adrenalina são coisas muito ligadas;

• Encare o público como seu aliado. Transmita sempre o sentimento de: “Sinto-me feliz por estar na companhia de vocês”;

• Prepare-se. Pense de forma positiva sobre si. Repita sempre consigo mesmo qualquer frase que contenha forte apelo positivo, como por exemplo: “Estou preparado e equilibrado. Sou convincente, positivo e forte. Também estou tranqüilo e confiante”;

• Falar em público é uma arte que só melhora com o tempo. Aplique-se a ela;

• medo é vencido pela determinação e pelo treinamento.

- 2 -

9) Use recursos audiovisuais

Esse estudo é impressionante - se apresentar a mensagem apenas verbalmente, depois de três dias os ouvintes irão se lembrar de 10% do que falou. Se, entretanto, expuser o assunto verbalmente, mas com auxílio de um recurso visual, depois do mesmo período, as pessoas se lembrarão de 65% do que foi transmitido. Mais uma vez, tome cuidado com os excessos. Nada de Power Point acompanhado de brecadinhas de carro, barulhinhos de máquina de escrever, e outros ruídos que deixaram de ser novidade há muito tempo e por isso podem vulgarizar a apresentação.

Um bom visual deverá atender a três grandes objetivos: destacar as informações importantes, facilitar o acompanhamento do raciocínio e fazer com que os ouvintes se lembrem das informações por tempo mais prolongado. Portanto, não use o visual como "colinha", só porque é bonito, para impressionar, ou porque todo mundo usa. Observe sempre se o seu uso é mesmo necessário.

Faça visuais com letras de um tamanho que todos possam ler.

Projete apenas a essência da mensagem em poucas palavras. Apresente números em forma de gráficos.

Use cores contrastantes, mas sem excesso.
Posicione o aparelho de projeção e a tela em local que

possibilite a visualização da platéia e facilite sua movimentação.

Evite excesso de aparelhos. Quanto mais aparelhos e mais botões maiores as chances de aparecerem problemas.

10) Fale com emoção

Fale sempre com energia, entusiasmo, emoção. Se nós não demonstrarmos interesse e envolvimento pelo assunto que estamos abordando, como é que poderemos pretender que os ouvintes se interessem pela mensagem?

- 4 - - 23 -

(Parte 1 de 5)

Comentários