Nbr 07173 - 1982

Nbr 07173 - 1982

(Parte 1 de 2)

Copyright © 1982, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210-3122 Fax: (021) 240-8249/532-2143 Endereço Telegráfico: NORMATÉCNICA

ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas

Palavra-chave: Bloco de concreto3 páginas

NBR 7173FEV 1982

Blocos vazados de concreto simples para alvenaria sem função estrutural

SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Documentos complementares 3 Definições 4 Condições gerais 5 Condições específicas 6 Inspeção 7 Aceitação e rejeição

1 Objetivo

Esta Norma fixa as características exigíveis no recebimento de blocos vazados de concreto simples, destinados à execução de alvenaria sem função estrutural.

2 Documentos complementares Na aplicação desta Norma é necessário consultar:

NBR 7184 - Blocos vazados de concreto simples para alvenaria sem função estrutural - Método de ensaio

NBR 7211 - Agregados para concreto - Especificação 3 Definições

Para os efeitos desta Norma são adotadas as definições de 3.1 a 3.6.

3.1 Bloco vazado

Elemento de alvenaria cuja seção transversal média útil seja inferior a 75% da seção transversal bruta.

3.2 Seção transversal bruta Área total da seção transversal do bloco. 3.3 Seção transversal útil

Área da seção transversal do bloco, descontadas as áreas vazadas.

3.4 Dimensões nominais Dimensões dos blocos, indicadas pelos fabricantes. 3.5 Blocos modulares

Blocos com dimensões coordenadas, para a execução de alvenarias modulares, isto é, alvenarias com dimensões múltiplas do módulo M = 10 cm.

3.6 Dimensões coordenadas

Dimensões dos blocos destinados à execução de alvenarias modulares. As dimensões coordenadas são dimensões múltiplas do módulo M = 10 cm ou de submódulos M/2 e M/4, diminuídas em 1 cm, que corresponde à espessura média da junta de armagassa.

4 Condições gerais 4.1 Especificação

4.1.1 As dimensões reais que os blocos modulares e submodulares devem atender estão apresentadas na Tabela.

Origem: Projeto EB-50/1974 CB-02 - Comitê Brasileiro de Construção Civil CE-02:003.04 - Comissão de Estudo de Alvenaria Estrutural de Blocos de Concreto

Especificação

2NBR 7173/1982

Tabela - Dimensões reais Unid.: cm

Designação Largura Altura Comprimento

4.1.1.1 Estas dimensões devem ser verificadas com precisão de 0,5 m.

4.1.2 As tolerâncias permitidas nas dimensões dos blocos, indicadas na Tabela, são de + 3 e - 2 m.

4.1.3 A espessura mínima de qualquer parede de bloco deve ser de 15 m.

4.1.4 Os blocos devem ser fabricados e curados por processos que assegurem a obtenção de um concreto suficientemente homogêneo e compacto, de modo a atender a todas as exigências desta Norma, e devem ser manipulados com as devidas precauções para não terem as suas qualidades prejudicadas.

4.1.5 Os blocos devem ter arestas vivas e não devem apresentar trincas, fraturas ou outros defeitos que possam prejudicar o seu assentamento ou afetar a resistência e durabilidade da construção.

4.1.6 Os blocos destinados a receber revestimento devem ter uma superfície suficientemente áspera para garantir uma boa aderência, não sendo permitida qualquer pintura que oculte defeitos eventualmente existentes no bloco.

4.1.7 Os blocos destinados à execução de alvenaria aparente que não receberão revestimento, não podem apresentar trincas, lascas ou pequenas imperfeições na face que ficará exposta.

4.1.8 Por ocasião do pedido de cotação de preços, o comprador deverá indicar o local da entrega do material, bem como dimensões e tipo dos blocos desejados.

4.1.9 Para fins de fornecimentos regulares, a unidade de compra é o bloco.

4.2 Materiais

4.2.1 O concreto deve ser constituído de cimento Portland, agregados e água.

4.2.1.1 Será permitido o uso de aditivos, desde que não acarretem efeitos prejudiciais devidamente comprovados por ensaios.

4.2.2 Somente cimentos que obedeçam às especificações brasileiras para cimento, destinados à preparação de concretos e argamassas, são considerados nesta Norma.

4.2.3 Os agregados podem ser areia e pedra, de acordo com a NBR 7211, ou escórias de alto forno, cinzas volantes, argila expandida ou outros agregados leves que satisfaçam às especificações próprias a cada um desses materiais.

5 Condições específicas 5.1 Condições impostas

A amostra submetida aos ensaios, de acordo com a NBR 7184, deverá satisfazer aos limites indicados abaixo:

a) resistência à compressão (valores mínimos): - média: 2,5 MPa;

- individual: 2,0 MPa; b) umidade:

- no momento da entrega ao laboratório, os blocos não deverão apresentar umidade superior a 40% da quantidade de água fixada como absorção máxima;

NBR 7173/19823 c) absorção (valores máximos): - média: 10%;

- individual: 15%; d) os ensaios previstos nas alíneas b) e c) não serão necessários quando os blocos destinarem-se à execução de alvenarias não expostas às intempéries ou umidade, cabendo ao comprador indicar claramente quando este ensaio não deve ser exigido.

6 Inspeção 6.1 Amostragem

(Parte 1 de 2)

Comentários