Apresentação FMEA

Apresentação FMEA

FMEA

  • Failure Mode and Effects Analysis (Análise dos Modos e Efeitos de Falha)

DEFINIÇÃO

  • Técnica utilizada para definir, identificar e eliminar falhas, problemas ou erros potenciais ou conhecidos do sistema, projeto, processo e/ou serviço antes que eles cheguem ao usuário.

  • O FMEA fornece informações auxiliares na redução do risco operacional de sistemas.

ANÁLISE DOS DADOS

  • Usar dados históricos (Dados similares relativos a produtos e/ou serviços, garantia, reclamações de clientes e etc.);

  • Usar técnicas matemáticas (Dados baseados em inferência estatística, modelagem matemática, simulações e estudos de confiabilidade);

AÇÕES

  • FMEA – Método sistemático para analisar todas as maneiras em que falhas podem ocorrer.

  • FMEA – Identifica ações corretivas que previnam a ocorrência de falhas.

PROPRIEDADES

  • Identifica modos de falha conhecidos e potenciais;

  • Identifica causas e efeitos de cada modo de falha;

  • Prioriza modos de falha de acordo com o RPN (risk priority number), produto da frequência de ocorrência, severidade e detecção;

  • Elenca ações corretivas.

PLANILHA FMEA

ETAPAS – FMEA PRODUTO

RESPONSABILIDADES

PRIORIDADES DE UMA FALHA

  • Os componentes que definem a prioridade de uma falha são:

    • Ocorrência (O) – frequência de incidência da falha;
    • Severidade (S) – gravidade da falha;
    • Detecção (D) – capacidade de detectar a falha antes que chegue ao usuário final.

RPN (Risk Priority Number)

  • Medida de Risco (RPN = O x S x D)

  • Falhas devem ser analisadas sempre que tiverem RPN>50.

  • Determinação do ponto de corte:

    • Deseja-se atuar sobre 95% das falhas;
    • Valor máximo de RPN (10x10x10=1000);
    • 95% de 1000 é 950. Se 1000-950=50, 50 será o ponto de corte para análise das falhas.

FLUXOGRAMA

ESTUDO DE CASO Setor de Transporte de Cargas

  • Matriz de transporte direcionada ao modal rodoviário;

  • Mercado de 47.588 empresas;

  • Alta competitividade;

  • Busca constante por diferencial de mercado (Atualmente baseado na qualidade dos serviços prestados).

DEPENDÊNCIA DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

  • Considerando-se países de extensão territorial semelhantes:

    • Brasil – 60%
    • EUA – 26%
    • AUSTRÁLIA – 24%
    • CHINA – 8%
  • Apesar disso, produtividade medida em “Toneladas por quilômetro útil produzida por mão-de-obra empregada” equivale a 22% da dos EUA.

PROBLEMAS ENFRENTADOS

  • Infraestrutura:

    • Extensão e Qualidade das vias
      • Falta de manutenção
        • Aumento de 30 40% no custo operacional dos caminhões
      • Km via/Km extensão território:
        • China 69% / Canadá 55% / México 45% / EUA 6%
  • Segurança:

    • Roubo de Cargas
      • Dados de 2001 (8000 ocorrências / prejuízo R$500 milhões.
    • Acidentes
      • 70 vezes maior que em países desenvolvidos.

FMEA - Métodos

  • Duas concepções para análise dos dados:

    • NPR (Número de Prioridade de Risco)
    • Análise visual:
      • Possibilidade de ocorrência do modo de falha;
      • Causas;
      • Severidade.

FMEA - Definições

FMEA – Análise dos Dados

FMEA – Obtenção de Resultados

Estudo de Caso - Conclusões

  • Pôde-se concluir, através deste trabalho, que o FMEA mostra-se uma como uma ferramenta de grande utilidade no que se refere ao controle da qualidade. Através da aplicação das duas diferentes abordagens de análise foi possível analisar o comportamento de ambas e verificar que as duas são válidas, estando o uso de uma ou de outra associado às intenções e condições da organização quando da utilização do FMEA. Neste caso, se fosse desejado atacar, de forma mais efetiva, um menor número de itens (otimizando recursos) provavelmente a abordagem visual, gráfica seria mais interessante.

Comentários