Provas de Fisioterapia de Concurso + Gabaritos

Provas de Fisioterapia de Concurso + Gabaritos

(Parte 1 de 2)

SBC – 01/2008 – FISIOTERAPEUTA – TARDE

01. A manobra muito vigorosa, que provoca um estiramento muscular e com isso elimina possível aderência, recebe o nome de: a) Amassamento.

b) Fricção. c) Deslizamento profundo. d) Deslizamento superficial.

02. As lesões do cotovelo são comuns tanto em atletas jovens como em atletas idosos. Quanto a epidondilite lateral: I- A epicondilite lateral é resultante do microtrauma repetitivo no sítio de origem dos extensores do antebraço.

I- Os pacientes podem queixar-se de dor irradiada para cima em direção ao ombro e no sentido distal em direção ao antebraço.

I- A origem do extensor ulnar curto do carpo é o tendão mais comumente comprometido.

IV- O tratamento inicial da epicondilite lateral envolve apenas exercícios de flexibilidade e fortalecimento dos extensores do antebraço.

a) Somente I e I estão corretas. b) Somente I e IV estão corretas. c) Somente I está incorreta. d) Todas as alternativas estão incorretas.

03. Qual é o único músculo biarticular do grupamento flexor do quadril e da pelve? a) Iliopsoas. b) Sartório. c) Retofemural. d) Glúteo médio.

04. A epicondilite medial mostra que radiografias podem ser úteis no caso de pacientes jovens, que apresentam a epicondilite medial persistente. Esses estudos, em geral, mostram um aumento da apófise epicondilar medial. Esse aumento da apófise representa uma reação ao estresse em virtude da tração repetitiva sobre o epicôndilo medial por excesso de uso do cotovelo, neste sentido pode-se dizer que: a) As lesões ligamentares são relacionadas à dor durante o estresse em valgo do cotovelo, ao passo que a tendinite provoca dor durante a elevação resistida do braço com o cotovelo totalmente extendido e completamente supinado. b) As lesões por excesso de uso em atletas de arremesso podem estar associadas a tendinites dos músculos pronadores flexores ou por lesões no ligamento colateral ulnar. c) Um programa de reabilitação deve ser iniciado antes do agravamento dos sintomas e da dor, pois quanto maior for o período de tempo durante o qual a epicondilite medial é sintomática, mais difícil e prolongado será o tratamento. d) Todas as alternativas estão corretas.

05. O teste de Hoover determina se o paciente: a) Está simulando ao afirmar que não pode elevar a perna. b) Está simulando que não consegue elevar o braço. c) Sente dor nas costas. d) Manifesta reação similar a do teste de Babinski.

06. A ruptura do tendão do bíceps distal geralmente ocorre no atleta de meia idade, mas pode ocorrer em atletas jovens que fazem levantamento de peso e fisiculturismo de maneira agressiva. Quanto à ruptura do bíceps e a atuação do fisioterapeuta: a) O mecanismo da lesão é, em geral, um evento traumático único, envolvendo a resistência contra o braço com o cotovelo em aproximadamente 90 graus de flexão. b) A sensação de estalido é experimentada, seguida de dor e inchaço. c) O atendimento pós operatório imediato é constituído da fase de proteção máxima durante as 2 primeiras semanas. Nesse período, o cotovelo é imobilizado em 90 graus de flexão, geralmente com o antebraço supinado. d) Todas as alternativas estão corretas.

07. Nos últimos anos, as atividades esportivas tornaram-se extremamente populares em nossa sociedade. Os esportes tornaram-se mais exigentes e competitivos em virtude da crescente habilidade, estatura e força dos atletas. As lesões no quadril e na pelve, de modo geral, representam um desafio para a medicina e podem ser frustrante para o atleta. Quanto à bursite trocantérica assinale a alternativa incorreta. a) Ela decorre, freqüentemente, da irritação da bursa no trato íliotibial sobreposto ou do aumento do estresse ao longo das múltiplas inserções musculares no trocanter maior. b) Mulheres que praticam corrida e apresentam uma pelve ampla não são susceptíveis a sofrer de bursite trocantérica. c) O paciente que sofre de bursite trocantérica queixa-se de dor com sensibilidade localizada no trocanter maior, exarcerbada com a rotação externa e a adução do quadril. d) Entre os fatores que podem contribuir para essa ocorrência estão a lesão anterior com enfraquecimento muscular residual, a discrepância no comprimento do membro, a hiperpronacão do pé e as superfícies irregulares no campo ou na quadra.

08. Sobre a bursite isquial:

I- A bursite isquial ocorre geralmente, após contusões ou após um impacto direto na tuberosidade isquiática.

I- O tratamento da bursite isquial é composto de repouso relativo, gelo e medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides.

I- Pode ser confundida com a dor decorrente da irritação do nervo ciático causada por longos períodos na posição sentada.

IV- A bursectomia só é necessária nos casos crônicos que não respondam ao tratamento.

a) Somente I e I estão corretas. b) Somente I e IV estão corretas. c) Somente I está incorreta. d) Todas as alternativas estão corretas.

09. Sobre a bursite iliopectínea assinale a alternativa incorreta. a) A bursite iliopectínea apresenta-se em geral com dor sobre o aspecto anterior do quadril, a qual pode ser incapacitante. b) O paciente, de modo geral, mantém o quadril comprometido em extensão e rotacionado internamente a fim de aliviar a pressão dentro do quadril. c) O exame físico revela bursas aumentadas como massas palpáveis na área da virilha. Essas massas de partes moles podem ser diferenciadas dos tumores por meio da RM (ressonância magnética). d) Raramente é necessária a liberação cirúrgica do tendão íliopsoas em sua inserção dentro do trocanter menor, apenas em casos crônicos refratários ao controle não-cirúrgico.

10. Os exercícios em cadeia cinética fechada promovem a: a) Solicitação de mais de uma articulação, proporcionando menor estabilidade articular do que em cadeia aberta. b) Diminuição da efetividade na estimulação dos mecanoceptores que os exercícios em cadeia aberta. c) Melhora da força, porém sem aumentar a resistência à fadiga. d) Estimulação da co-contração muscular, acrescentando estabilidade articular.

1. Nos exercícios isocinéticos: a) A resistência é constante. b) A velocidade do movimento permitida ao membro é constante. c) A carga imposta ao músculo independe da amplitude do movimento articular. d) Não há variação de amplitude articular.

12. Os exercícios de alta intensidade e alta velocidade que enfatizam o desenvolvimento de potência muscular e coordenação motora são conhecidos como: a) Isocinético excêntrico. b) Isocinético concêntrico. c) Em cadeia aberta. d) Pliométrico.

w.pciconcursos.com.br

SBC – 01/2008 – FISIOTERAPEUTA – TARDE

13. Quanto ao mecanismo do trauma nas entorses do tornozelo, por inversão, ocorre acometimento capsular e distensão músculoligamentar de: a) Ligamento deltóideo; músculo tibial anterior. b) Ligamentos calcâneo-fibular e talo-fibular posterior; músculo tibial anterior. c) Ligamentos talo-fibular anterior e calcâneo; músculos fibulares. d) Ligamento tíbio-fibular anterior e posterior; músculos fibulares.

14. Quanto aos exercícios na fase de fortalecimento, em paciente com luxação glenoumeral anterior, quais grupos musculares devem ser fortalecidos? a) Rotadores internos e adutores. b) Rotadores externos e abdutores. c) Flexores e elevadores. d) Abdutores e flexores.

15. Que movimentos do quadril ocorrem no plano transverso em torno do eixo vertical? a) Rotação medial e lateral. b) Flexão e extensão. c) Abdução e adução. d) Flexão e abdução.

16. Sobre cinesioterapia, assinale a alternativa correta: a) O exercício isométrico envolve movimento de um peso constante através de uma amplitude de movimento. b) O exercício isocinético é realizado por ação contra um objeto imóvel ou segurando-se um objeto numa posição estática. c) Os exercício isotônico envolve movimento de um peso constante através de uma amplitude de movimento. d) O exercício isotônico é realizado por ação contra um objeto imóvel ou segurando-se um objeto numa posição estática.

17. Os três componentes principais que compõem o reflexo de distensão são: a) Fuso muscular, fibra nervosa aferente e motoneurônio eferente. b) Fuso muscular, fibra nervosa eferente e motoneurônio medular aferente. c) Órgão tendinoso de golgi, fibra nervosa eferente e motoneurônio medular aferente. d) Órgão tendinoso de golgi, fibra nervosa aferente e motoneurônio medular eferente.

18. Na reabilitação das lesões esportivas, na fase supervisionada de exercícios progressivos, o programa de alongamento será mais efetivo se for feito: a) Sem aquecimento prévio e repetido no período de desaquecimento. b) Somente no período de desaquecimento. c) Somente se precedido de um período de aquecimento. d) Precedido de um período de aquecimento e se for realizado também no período de desaquecimento.

19. Quando um músculo desenvolve uma tensão suficiente para superar uma resistência, de modo que se encurte visivelmente e mova uma parte corporal a despeito de uma dada resistência, tem-se o quadro denominado: a) Contração de alongamento ou excêntrica. b) Movimento de força contínua. c) Contração estática ou isométrica. d) Contração de encurtamento ou concêntrica.

20. O que se observa nas fibras do músculo, quando a forma de contração é isotônica? a) Encurtamento com alteração do tônus. b) Encurtamento sem alteração do tônus. c) Manutenção do tamanho do tônus. d) Manutenção do tamanho com alteração do tônus.

21. Paciente com lesão da articulação do ombro apresenta durante a fase aguda: a) Edema, fibrose e dor. b) Edema, dor e fibrina. c) Diminuição da amplitude de movimento, dor e inflamação. d) Diminuição da amplitude de movimento, inflamação e vasoconstrição.

2. Durante o alongamento do músculo quadríceps femoral o joelho é fletido. Esse alongamento pode ser dificultado pela posição em extensão da articulação do quadril, este fato é explicado pela tensão causada principalmente no: a) Músculo reto femoral. b) Músculo vasto lateral. c) Músculo vasto medial. d) Músculo vasto intermédio.

23. A confirmação de uma lesão no ligamento cruzado anterior pode ser confirmada através do teste de: a) Tinel. b) Gaveta anterior. c) Gaveta posterior. d) Rotação medial.

24. Um entorse geralmente acontece por um movimento além de sua amplitude normal. Quais dos fatores abaixo não contribuem para a estabilização de uma articulação: a) Cápsula articular. b) Ligamentos. c) Músculos que atravessam a articulação. d) Cartilagem articular.

25. Qual músculo abaixo é responsável pelo aumento da lordose lombar? a) Músculo reto abdominal. b) Músculo glúteo máximo. c) Músculo psoas maior. d) Músculo quadrado lombar.

26. Em um teste clássico de força muscular, quando o paciente realiza a contração voluntária e move o segmento, porém não consegue vencer a gravidade, esse músculo tem grau de força: a) 0. b) 1. c) 2. d) 3.

27. Assinale a alternativa em que o quadríceps realiza uma contração excêntrica. a) Subir escadas. b) Chutar uma bola. c) Descer um degrau. d) Flexionar o joelho.

28. Ao tratarmos um paciente com luxação anterior de ombro deve-se evitar os seguintes movimentos: a) Adução e rotação interna. b) Abdução e rotação externa. c) Abdução interna e elevação. d) Flexão e rotação externa.

29. Nas lesões dos tecidos moles, fisiologicamente nosso organismo segue uma ordem que pode ser dividida em várias fases. Assinale a alternativa que corresponde à ordem correta dessas fases. a) Fase inflamatória, fase de reparo e fase de remodelagem. b) Fase inflamatória, fase de remodelagem e fase de reparo. c) Fase de reparo, fase inflamatória e fase de remodelagem. d) Fase inflamatória, fase de modelagem e fase de reparo.

30. O uso do gelo, também denominado de crioterapia, é muito utilizado em lesões do sistema músculo-esquelético. Portanto, na fase aguda de uma lesão, é utilizado: a) Para produzir hiperemia. b) Apenas após as 48 horas da ocorrência da lesão. c) Para provocar vasoconstrição, reduzindo risco de ocorrer dor, edema e hematomas. d) Somente como medida analgésica.

31. Sobre os exercícios de cadeia cinética fechada na articulação fêmuro-patelar, é correto afirmar que: a) Maximizam a área de contato e pressão da articulação. b) Minimizam a área de contato e pressão da articulação. c) A partir da flexão do joelho a tensão do ligamento patelar diminui. d) No momento da extensão total do joelho a área de contato articular aumenta.

w.pciconcursos.com.br

SBC – 01/2008 – FISIOTERAPEUTA – TARDE

32. A estimulação em pulso de alta freqüência e de curta duração aplicada em nível sensorial ativaria que mecanismo de controle de dor? a) Mecanismo de portão. b) Opiáceos endógenos. c) Interferência central. d) Especificidade.

3. Considere as seguintes afirmativas:

I- O músculo supra-espinhoso era considerado apenas um iniciador do movimento de abdução do ombro. Hoje, sabe-se que ele atua progressivamente junto com o deltóide por todo o arco de movimento, variando sua força em função da amplitude.

I- Ao treinar a força dos músculos do manguito rotador, num programa de reabilitação de ombro, dá-se preferência aos elásticos para resistência, pois enfatizam a fase excêntrica mais efetivamente que os pesos (halteres) ou mecanoterapia.

(Parte 1 de 2)

Comentários