PMBOOK 2000 em folhas duplas

PMBOOK 2000 em folhas duplas

(Parte 1 de 34)

Tradução livre do PMBOK, V 1.0, disponibilizada através da Internet pelo PMI MG em maio de 2000

Universo de Conhecimento em Gerência de Projetos

(PMBOK) é uma denominação que representa todo o som atór io de conhecimento dentro da profissão de gerência de projetos. Como qualquer outra profissão - advocacia, medicina e contabilidade

- o conjunto de conhecimentos baseia

-se na contribuição daqueles profissionais e estudantes que aplicam esses conhecimentos no dia a dia, desenvolvendo- os. Este Conjunto

Completo de Conhecimentos em Gerência de Projetos (

Full PMBOK) inclui os conhecimentos já comprovados através de práticas tradicionais que são amplamente utilizadas, assim como conhecimentos de práticas mais inovadoras e avançadas que têm tido uma aplicação mais limitada.Este capítulo define e explica uma série de termos característicos da área apresentando também uma visão geral do resto do documento. Ele inclui as seguintes seções:

O propósito principal deste documento é identificar e descrever aquela parte do PMBOK que é geralmente aceita

. O termo “geralmente aceita” significa, neste caso, que os conhecimentos e práticas descritos são aplicáveis à maioria dos projetos, na maioria das vezes, e que há um consenso amplamente difundido sobre seu valor e utilidade.

Geralmente aceita não significa, entretanto, que os conhecimentos e práticas descritos são ou devem ser praticados uniformemente em todos os projetos; a equipe de gerência do projeto é sempre responsável pela escolha daquilo que é mais apropriado para um projeto específico.Este documento pretende também fornecer uma terminologia comum, dentro da profissão, para discussões sobre Gerência de Projetos. A Gerência de Projeto é uma profissão relativamente nova e, embora haja uma razoável concordância, dentro dacomunidade de projetos, acerca daquilo que é feito, existe relativamente pouco consenso quanto aos termos usados. Este documento provê uma referência básica para qualquer profissionalinteressado na profissão de Gerência de Projetos. Entre outras categorias inclui:

• Gerentes de Projetos e outros membros da equipe

• Gerentes dos Gerentes de Projetos• Clientes e outras partes envolvidas do projeto

• Gerentes Funcionais que têm funcionários alocados à s equipes de projeto

• Professores que atuam em cadeiras de Gerência de Projetos e tópicos relacionados• Consultores e outros especialistas em Gerência de Projetos e áreas relacionadas• Instrutores que ministram programas de treinamento em Gerência de ProjetosPor ser uma referência básica, este documento não abrange todos os aspectos d

Gerência de Projetos. O Apêndice E discute a questão de extensões ao PMBOK para Áreas de Aplicação específicas, enquanto no Apêndice F são listadas algumas fontes principais de informações sobre Gerência de Projetos. Tradução para Stakeholders que são indivíduos ou organizações que estão ativamente envolvidos no projeto, ou cujos interesses podem ser positiva ou negativamente afetados pelos resultados do projeto.

1 1.1Propósito deste Documento1.2O que é um Projeto?1.3O que é Gerência de Projetos?1.4Relacionamento com Outras Disciplinas de Gerência1.5EmpreendimentosRelacionados

Tradução livre do PMBOK, V 1.0, disponibilizada através da Internet pelo PMI MG em maio de 2000

Este documento é também utilizado pelo

(P roject Management Institute) como uma estrutura consistente para seus programas de desenvolvimentoprofissional incluindo: •

Certificação de Profissionais de

Gerência de Projetos (PMP – Project

Management Professional)• Credenciamento dos programa s educacionais que concedem grau em

Gerência de Projetos.

As organizações executam trabalho. O trabalho envolve serviços continuados e/ou projetos

, embora possa haver superposição entre os dois. Serviços continuados e projetos pos suem muitas características comuns; por exemplo, ambos são:

• Executados por pessoas• Restringidos por recursos limitados• Planejados, executados e controlados Serviços continuados e projetos diferem principalmente porque enquanto os primeiros são contínuos e repetitivos, os projetos são temporários e únicos. Assim, um projeto pode ser definido em termos de suas características distintas

– um projeto é um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviçoúnico

. Temporário significa que cada projeto tem um começo e um fim bem definidos.

Único significa que o produto ou serviço produzido é de alguma forma diferente de todos os outros produtos ou serviços semelhantes.Os projetos são desenvolvidos em todos os níveis da organização. Eles podem envolver uma única pessoa ou milhares delas. Podem requerer menos do que 100 horas de trabalho ou até 10.0.0 ou mais para se completarem. Os projetos podem envolver uma unidade isolada da organização ou atravessar as fronteiras organizacionais, como ocorre com consórcios e parcerias. Os projetos são freqüentemente componentes críticos da estratégia de negócios da organização. Pode- se ci tar como exemplos de projetos:

• Desenvolver um novo produto ou serviço•

Implementar uma mudança organizacional a nível de estrutura, de pessoas ou de estilo gerencial• Planejar um novo veículo de transporte• Desenvolver ou adquirir um sistema de informação novo ou modificado• Construir um prédio ou instalações• Levar a cabo uma campanha política• Implementar um novo processo ou p rocedimento organizacional

TemporárioTemporárioTemporáriosignifica que cada projeto tem um início e um fim muito bem definidos. Chega- se ao fim do projeto quando os seus objetivos foram alcançados ou quando tornase claro que os objetivos do projeto não ser ão ou não poderão mais ser atingidos. O projeto é então encerrado. Temporário não significa que a sua duração é curta; muitos projetos duram vários anos. Em todos os casos, entretanto, a duração do projeto é finita; projetos não são esforços continuados. Além disto, o termo temporário geralmente não se aplica ao produto ou serviço criado pelo projeto. A maioria dos projetos são empreendidos para criar umresultado duradouro. Por exemplo, um projeto para erigir um monumento nacional criará um resultado que d everá durar séculos.

Muitos empreendimentos são temporários apenas no sentido de que eles terminarão num momento qualquer. Por exemplo, uma linha de montagem de uma fábrica de automóveis, poderá eventualmente ser descontinuada, ou a própria fábrica ser des ativada. Um projeto é fundamentalmente diferente porque ele termina quando seus objetivos propostos são alcançados, enquanto as operações continuadas (não projetos), quando atingem seus objetivos, criam um novo grupo de objetivos e o trabalho continua .

Tradução livre do PMBOK, V 1.0, disponibilizada através da Internet pelo PMI MG em maio de 2000

A natureza temporária dos projetos se aplica também a outros aspectos dos empreendimentos:

• A oportunidade ou os nichos de mercado são usualmente temporários – a maioria dos projetos têm um espaço de tempo limitado para produzir seus produtos e serviços• A equipe do projeto normalmente é desmontada após o projeto – os projetos em sua maioria são conduzidos por uma equipe que tem o único compromisso daquele projeto. Ao término do projeto, a equipe é liberada e os membros realocados em outras atividades.

ou Serviço

Único

Produto ou Serviço

Único

Os projetos envolvem o desenvolvimento de algo que nunca foi feito antes, e que é, portanto, único . Um produto ou serviço pode ser único, mesmo considerando que já tenha sido desenvolvida uma infinidade de produtos/serviços em sua categoria. Por exemplo, muitos e muitos edifícios já foram construídos, mas cada nova unidadelançada, é única

– com um proprietário diferente, projeto próprio, localização específica, construtor diferente, e assim por d iante. A presença de fat ores repe tit ivos não muda a característica intrínseca de unicidade do esforço global. Por exemplo:

• Um projeto para desenvolver um novo tipo de avião comercial pode requerer uma série de protótipos•

Um projeto para liberação à população de um novo medicamento, pode requerer milhares de doses da droga para distribuição em testes clínicos• A construção de um conjunto habitacional pode incluir centenas de unidades individuaisComo o produto de cada projeto é único, as características peculiares que o distinguem devem ser progressivamente elaboradas.

Progressivament e significa

“proceder por etapas; continuar de forma determinada, por incrementos” enquanto elaboradas significa “trabalhadas com cuidado e detalhe; desenvolvidas por completo” [1]. Estas características que dist inguem os produtos a serem construídos, são amplamente definidas bem cedo no projeto, e se tornam mais explícitas e detalhadas assim que a equipe adquire uma melhor e mais completa percepção do produto. A elaboração progressiva das características do produto necessita ser cuidadosamente coordenada com a correta definição do escopo do projeto,especialmente se o projeto é desenvolvido sob contrato. Quando adequadamentedefinido, o escopo do projeto – que define todo o trabalho a ser realizado no projeto deve permanecer constante, ainda que as características do produto estejam sendo elaboradas progressivamente. O relacionamento entre o escopo do produto e o escopo do projeto é discutido mais à frente na introdução do Capítulo 5. Os dois exemplos seguintes i lustram o conceito de elaboração progressiva em duas áreas de aplicação diferentes. Exemplo

1. Uma fábrica de processamento químico começa com o processo de engenharia definindo as características do processo. Estas características são usadas para projetar as principais unidades de produção. Esta informação, por sua vez, torna- s e a base para o design de engenharia que define o leiaute detalhado da fábrica e as características mecânicas das unidades de processo e das instalações auxiliares. Como resultado obt ê m-se desenhos de engenharia que são desdobrados para produzir desenhos de fabricação (isometria de construção). Durante a construção, uma série deinterpretações e adaptações são feitas, quando necessárias, e submetidas à aprovação formal. Esta “elaboração” posterior é também transposta para desenhos do que realmente foi construído (“as built design”). Durante as fases de teste e manutenção, novas transformações são freqüentemente realizadas sob a forma de ajustes finais.

Exemplo

2. O produto de uma pesq uisa biofarmacêutica pode ser inicialmente definido como “Testes clínicos de XYZ” uma vez que o número e o tamanho de cada teste não é conhecido. Com o início do projeto, o produto pode ser descrito mais explicitamente como

“Três testes

(Parte 1 de 34)

Comentários