Tecido Muscular

Tecido Muscular

•DEFINIÇÃO: Músculo éum tecido especializado para contração e transmissão de impulsos

•Sempre associado com tecido conjuntivo

•Quase sempre associado com tecido nervoso

•A contração se deve aos microfilamentosde ACTINA e MIOSINA

•A contração éuma resposta do tipo “tudo ou nada”

•A força de contração étransmitida por meio de uma rede de fibras colágenas

–Sempre associado ao tecido conjuntivo

•A especialização causou perda de outras capacidades

–Perda da capacidade de se dividir

•Estímulos hormonal, nervoso e físico

– Oxitocina: músculo liso uterino

–Contração intestinal na presença do bolo ali mentar

–Estímulo nervoso pelas vias simpática e parassi mpática

•Contrações geralmente fortes, prolongadas e lentas

–Ocorre amplamente na maioria dos órgãos

•Células isoladas, pequenos agregados ou grandes camadas

• Fusifor mes •Dispostas adjacentes umas às outras em camadas

•Núcleo único central

•Microscopia eletrônica: microfilamentose vesículas de pinocitose

•Células adjacentes possuem junções co municantes

•Vesículas de pinocitose –Endocitosede hormônios, neurotrans missores, etc.

•Secções transversais têm aparência característica

•Secções longitudinais são facilmente confundidas com tecido conjuntivo

• Núcleos “retorcidos” ou “espiralados” devido ao tônus

HISTOLOGIA DO MÚSCULO LISO O estado de contração afeta a aparência

•Dois tipos: ESQUELÉTICO e CARDÍACO •Mais semelhanças do que diferenças

Esquelético

Cardíaco

•Músculo “voluntário”: geralmente sob controle consciente

–Interaçõescom tecido nervoso são absoluta mente necessárias

•Músculo mais abundante

•Responde apenas a estímulos nervosos

• Estriaçõestransversais bem evidentes (cortes longitudinais)

•Células muito grandes

•Vasos sanguíneos entre elas

Corte longitudinal

Cortes tranversais Cortes tranversais

•Feixes de FIBRAS MUSCULARES: fascículos

–Fibras musculares são as células do músculo esquelético

•Fibras musculares contêm MIOFIBRILAS

–Subunidades filamentosas arranjadas ordenadamente

•Miofibrilassão compostas por MIOFILAMENTOS –Actinae Miosina

Músculo

Fibra muscular

Feixe de fibras musculares (fascículo)

Miofibrilas Miofibrilas

/ Sarcômero/

–CADA fibra éuma única CÉLULA

•Pode ter milhares de núcleos

•150 µ µ µmde diâmetro

•Uma única fibra pode ter vários cm de comprimento

• Alta mente especializada –Não pode se dividir

–Citoplasma quase totalmente preenchido com material contrátil

– Sarcô meroscolocados extremidade com extremidade

–Cada miofibrilaéancorada nas extremidades da fibra muscular

Da esquerda para a direita: secções transversais de sarcômerosem diferentes níveis através da banda I, zona

H, linha M e banda A. Note a organização dos filamentos.

•Unidade contrátil básica dos músculos estriados

•Cada fibra muscular possui milhões deles em séries

•Sarcômeroscontraem cerca de 0.4 µ µ µ mcada

•Sarcômerossão formados por microfilamentosde actinae miosina

•Túbulos T

•Próximos do retículo sarcopasmático, mas separados fisica mente

•Contração éum fenômeno TUDO OU NADA

–TODOS os sarcômerosem uma fibra se contraem ou nenhum o faz

–Nem todas as fibras musculares de um mesmo músculo anatômico se contraem ao mesmo tempo

–Força gerada éproporcional ao número de fibras musculares em contração

–Perda de fibras = diminuição da força

•Encontrado no coração

•Estruturalmente similar ao esquelético –Células são menores

–Estruturas especializadas para comunicação

•Histologia um pouco diferente

•Responsivo a estímulos diferentes –Contração éuma propriedade inerente

–Não énecessária estimulação neural direta

•Não háJunção Neuromuscular

•Fibras anasto mosadas

•Células menores

–Núcleo único e central

•Muitos capilares

•Músculo cardíaco não pode incorrer em débito de oxigênio

•Estriaçõesmenos visíveis

•Estrutura única do músculo cardíaco: DISCO INTERCALAR

–Característica diagnóstica do músculo cardíaco

Capilar

Discos intercalares Núcleo

Capilar Fibras musculares

HISTOLOGIA DO MÚSCULO CARDÍACO •Em secção transversal:

–Núcleo no CENTRO da célula

–Células com aproximadamente o mesmo tamanho

–Proporcionalmente mais núcleos por unidade de área do que no músculo liso

Esquerda para direita: Cardíaco, Esquelético, Liso (Todos em aproximadamente o mesmo aumento )

•Estriaçõestêm a mesma origem que nas fibras esqueléticas

•Comprimento 70-

•Largura 10-20 µ µ µ m

–Fibras cardíacas ligadas entre si extremidade com extre midade

Acima: MEV ; Embaixo: células isoladas

•Estrutura especial para COMUNICAÇÃO E ADESÃO

•Junção de células musculares cardíacas adjacentes por suas extre midades

•Incluem junções de adesão e junções comunicantes •Local de comunicação e adesão entre as fibras cardíacas

•Variam com o tipo: –ESQUELÉTICO: mais elaboradas

–LISO: simples mas diretas

–CARDÍACO: controladas internamente por uma rede não-neural

•Controle émonitorado pelo SNC –Existem estruturas para essa finalidade

PLACA MOTORA (Junção neuromuscular)

•Músculo esquelético APENAS

•Ausente nos músculos liso e cardíaco

•Transmissão de sinal do

SNC para o músculo éde natureza química

•Éuma estrutura especializada na fibra muscular

•Apenas UMA junção neuromuscularem UMA fibra muscular

•UM axônio controla várias fibras musculares esqueléticas

•O axônio e suas fibras formam uma UNIDADE MOTORA

•Atividade das unidades motoras regula e sustenta a força

•Mecanismo de controle para o músculo esquelético

•Funciona como um barorreceptor

–Fibras sensoriais: fibras musculares esqueléticas modificadas

•Mais numerosos onde é necessário um controle mais fino

•Fusos se localizam ao longo das fibras –Detectam e notificam alterações de tensão

•NÃO existe junção neuro muscular elaborada

•Fibras nervosas terminam nas células musculares lisas

• Neurotrans missores captados por pinocitose e/ou difusão

•Todas as células musculares são revestidas por tecido conjuntivo

•Tecido conjuntivo forma uma rede envolvendo as células e as conectam ao conjuntivo que envolve feixes de fibras e este ao conjuntivo que envolve o músculo

•A força étransmitida por meio do tecido conjuntivo

•Sem o tecido conjuntivo, não hátrabalho muscular

•Células musculares não podem se dividir

–Injúrias geralmente causam alguma perda de material, parte ou toda a fibra

•Cicatrização “preenche”o espaço com colágeno –Colágeno não écontrátil

•Existe uma pequena reserva de mioblastosno músculo esquelético

–Não no músculo liso ou cardíaco

–Pode ocorrer alguma regeneração LIMITADA a partir dos mioblastos, mas não muita

–NUNCA em músculo cardíaco

•Perda de massa muscular

•O número de células não muda

•Diminuição de volume, perda de elementos contráteis

•Frequentemente reversível

Causas da atrofia: •Falta de uso

• Má nutrição

•Dano ao nervo

• Doença

•Com uso constante o músculo esquelético sofre HIPERTROFIA PELO USO

•Número de células não se altera

•Quantidade de material contrátil em

CADA fibra muscular au menta

Exemplo de hipertrofia por uso

Comentários