Enguita - LIVRO A FACE OCULTA DA ESCOLA

Enguita - LIVRO A FACE OCULTA DA ESCOLA

Livros encontrados do autor

Quantas e quais das relações sociais que atribuímos ao capitalismo não são meramente o efeito da industrialização ?

INTRODUÇÃO

Burocracia e impessoalidade

Conceito

A alienação com relação ao processo de trabalho

A alienação com relação ao processo de trabalho

  • Podemos relacionar o processo de trabalho

  • ao processo pedagógico?

  • “... Chego a pensar que a aprendizagem é um processo

  • passivo, algo que fazem a ti,

  • em vez de algo que fazes por ti mesmo.”

  • (Holt, 1977: 23)

  • “O objetivo da escola é a imposição de tarefas;

  • se o aluno gostar, muito bem; se não,

  • a obrigação é a mesma.”

  • (John D. Philbrick, citado por Track, 1974: 40)

A percepção social e pessoal do tempo

Trabalho versus atividade livre

  • O professor, com seus ditames prescritivos e sua vigilância sobre a atenção do estudante, proporciona o ingrediente que faltava para tornar real o trabalho. O professor, embora possa rejeitar o título, é o primeiro “patrão” do estudante. (Jackson,1968:31)

  •  

  • Mas por que razão ter-se-ia que esperar até o ensino primário ou secundário para ensinar as crianças o que é o trabalho?

  • Assim, “trabalho” era aquilo que nos dizem que temos de fazer, sem levar em conta a natureza da atividade de que se trata.(Apple e King,1977:46-48)

A alienação com relação aos meios de produção

A seleção dos traços de personalidade

  • POSITIVOS

  • PERSEVERANTE;

  • FORMAL;

  • CONSTANTE;

  • ACEITA ORDENS;

  • IDENTIFICA-SE COM A

  • ESCOLA;

  • MOTIVADO.

Comentários