FISIOLOGIA HUMANA

Fisiologia humana

  • Ciência que visa explicar os fatores físicos e químicos responsáveis pela origem, desenvolvimento e continuação da vida humana.

  • Ou, em outras palavras, é o estudo das funções do corpo e suas partes.

Organização Funcional do Corpo Humano

  • Célula  unidade estrutural básica do corpo humano

  • Tecido  conjunto de células de origem comum, diferenciadas para o desempenho de certas funções

  • Órgão  reunião de tecidos semelhantes e diferenciados, com relativa autonomia para o desempenho de certas funções

  • Sistema  conjunto de órgãos que atuam com funções similares

Controle das Funções Fisiológicas

  • Líquido Intra e Extracelular

  • Meio Interno

  • Regulação

  • Homeostase

Líquido Intra e Extracelular

  • 56% do corpo humano é formado por líquido, sendo 1/3 extracelular, que está em movimento constante e que contém íons e nutrientes.

Meio Interno

  • O líquido extracelular, por ser o meio que contém as células e as alimenta, é chamado de meio interno.

  • Este líquido é transportado pelo sistema circulatório, e é composto, basicamente, de dois elementos constituintes:

  • Íons – sódio, cloreto e bicarbonato

  • Nutrientes – oxigênio, glicose, ácidos graxos e aminoácidos.

Regulação

  • Certas propriedades deste fluido, como pressão, volume, osmolaridade, pH, concentrações iônicas e de outros componentes devem ser mantidas constantes para permitir a sobrevida normal das células.

Homeostase

  • Manutenção das condições estáticas ou constantes do meio interno, por meio do funcionamento dos órgãos e tecidos do corpo humano, organizados em sistemas.

  • [Gr. homoios – igual; stasis – posição]

Atuação dos Sistemas na Homeostase:

  • Sistema Digestivo

  • Sistema Respiratório

  • Sistema Renal

  • Sistema Cardiovascular

  • Sistema Endócrino

Sistema Digestivo:

  • Mantém a constituição do meio interno pela ingestão, digestão e absorção de nutrientes como hidratos de carbono, proteínas e gorduras, importante para a constância dos níveis extracelulares de glicose, aminoácidos e ácidos graxos, por exemplo.

Sistema Respiratório

  • Mantém a homeostase dos gases oxigênio e gás carbônico, ingerindo o primeiro e eliminando o segundo.

Sistema Renal

  • O rim mantém o nível interno de uma plêiade de componentes, como concentração de íons, pH, osmolaridade, etc.

  • Sua função é eliminar resíduos como a uréia e reabsorver glicose, aminoácidos, íons e quantidades adequadas de água.

Sistema Cardiovascular

  • É o sistema de condução por excelência, cujas propriedades estão intimamente relacionadas com o líquido extracelular.

Sistema Endócrino

  • O sistema endócrino forma um sistema regulador através de substâncias químicas, os hormônios, que atuam nos diversos órgãos e sistemas de controle inibindo ou estimulando a ação destes e de seus subprodutos.

Interrelação entre os Sistemas Nervoso e Endócrino e a Homeostase

  • O Sistema Nervoso é um órgão primário de regulação e controle das funções corporais. Seja por meio consciente (Sistema Nervoso Somático) ou inconsciente (Sistema Nervoso Autônomo).

  • A sua função é adaptar o organismo às solicitações do meio ambiente, de forma a manter a homeostase, e está intimamente relacionado ao Sistema Endócrino.

  • O Sistema Nervoso regula principalmente as atividades musculares e secretoras, enquanto o sistema hormonal regula primariamente as funções metabólicas.

Sistemas de Controle e Feedback

  • O Corpo Humano possui milhares de mecanismos de controle, os quais serão estudados, ao menos os principais, em suas respectivas unidades. Estes sistemas de controle estão normalmente associados para proporcionar a regulação de alguma função corporal.

  • Ex.: Regulação da Pressão Arterial o Sistema Baroreceptor é um dos sistemas que atua na regulação da pressão arterial.

  • Receptores neurais localizados nas Artérias Carótidas são estimulados por estiramento das artérias;

  • Ao se elevar a pressão arterial, os baroreceptores enviam sinais ao bulbo, no encéfalo, inibindo o centro vasomotor;

  • O centro vasomotor reduz o número de impulsos transmitidos ao Sistema Nervoso Simpático para o coração e vasos sanguíneos;

  • A falta dos impulsos reduz a atividade bombeadora do coração e facilita o fluxo sanguíneo aos vasos periféricos, fazendo com que a pressão caia até chegar ao valor normal

Características dos Sistemas de Controle

  • Embora existam milhares de Sistemas de Controle no corpo, eles funcionam, basicamente, a partir de duas formas básicas:

  • Feedback Negativo

  • Feedback Positivo

Feedback Negativo

  • É o sistema de controle mais usado. A alta concentração de um elemento provoca uma redução desta concentração, que é negativo em relação ao estímulo desencadeante;

  • Ex: Redução da Pressão Arterial

Feedback Positivo

  • Contrariamente ao que se pode pensar, o feedback positivo não leva à estabilidade, mas à instabilidade.

  • O estímulo inicial causa mais estimulação do mesmo tipo, que é positivo em relação ao estímulo desencadeante;

  • Ex: Perda de 2 litros de Sangue / Parturição

Controle Adaptativo por Feed-forward

  • Mais comum no sistema nervoso, este sistema de controle é utilizado quando não há tempo suficiente para que os sinais neurais percorram as instâncias necessárias para geração de um efeito, ou seja: a ação é anterior à resposta nervosa, que ocorrerá na ação seguinte, quando for necessária;

  • Ex: Movimentos corporais rápidos.

Comentários