resumo geral parasito

resumo geral parasito

(Parte 1 de 4)

-Hemimetabolia: ovo; ninfas (alguns estádios); adulto. -Hematófagos

- Espécies:

Panstrongy lus Panstrongylus megistusmegistus; ; TriatomaTriatoma infes tans infestans; ; Rodnius Rodnius prolixus prolixus

--CausamCausam doendoenççaa de de Chagas Chagas

--ControleControle:: MelhoriaMelhoria nasnas condicondiççõesões de de moradiamoradia e e in forma informaççãoão; ; inseticida s

ObsObs: M: Méétodos de todos de co ntrole controle biologicobiologico ((usouso de de fungosfungos e e predadorespredadores ) e o

) e o uso uso de de hormonios hormonios estimuladoresestimuladores ouou inibidoresinibidores do do crescimentocrescimento apresentam apresentam muitomuito baixobaixo impactoimpacto sobresobre a a populapopulaççãoão de de tria tom tria tom ííneosneos . .

Ordem Hemiptera

Ordem Diptera Família

Família -Holometabólica: ovo; larvas (alguns estádios); pupa; adulto.

-Causam leshimaniose tegumentar e visceral (calazar).

-Espécies:

Lutzomy ia longipa lpis Lutzomyia longipalpis (( cal azar calazar); );

Lutzomyia spp Lutzomyia spp (( tegum entar tegum entar ). ).

Co ntrole: Controle:

Uso de inseticidas em constru Uso de inseticidas em construçç ões dom ões doméé sticas e sticas e per idom per idom é tic as ticas; ; tratar os doentes; eliminar cães infectados. tratar os doentes; eliminar cães infectados.

Família

- Holometabólica: ovo (unido/isolados e sobre/fora d’água); larvas (alguns estádios); pupa; adulto.

-- GÊNERO GÊNERO DDAnopheles Anopheles vetorvetordadamalmalááriaria((Anophelis darlingiAnophelis darlingi) )

DDAedes Aedes vetorvetordo dengue e do dengue e febrefebreamarelaamarela((Aedes aegyptiAedes aegypti) )

D Culex Culex vetorvetor dada elefantelefant ííasease (( Culex quinquefasciatusCulex quinquefasciatus ) )

ControleControle:: UsoUso de de larvaslarvas de de Toxorhynchites sp. (Culicidio) que são predadoras de outras especies de culicidios e o adulto é fitófago; controle químico; controle biológico (bacterias entomopatogênicas, predadores, fungos); remoção de criadouros (locais com água parada); uso de repelentes.

Subordem: Muscomorpha Família Calliphoridae

-Holometabólica: ovo; larvas (alguns estádios); pupa; adulto. -Causam Oncocercose (segunda maior causa de cegueira no mundo).

-Espécies: SimuliumSimulium guianensesguianenses, ,

Si mulium Simulium oyapockenseoyapockense, e , e

Simuliu m

Simulium roraimense roraimense

Controle:

Controle: uso de repelentes tuso de repelentes tóó picos; ingestão de vitaminas B6; Usar camisa de picos; ingestão de vitaminas B6; Usar camisa de manga comprida , calmanga comprida , calçça, meias ou botas evitando que fiquem partes do corpo a, meias ou botas evitando que fiquem partes do corpo expostas; Evitar as expostas; Evitar as ááreas que se concentra grande densidade de reas que se concentra grande densidade de simulsimulíídeodeo no horno horáá rio rio de pico de suas picadas de pico de suas picadas é um meio de se proteger contra as picadas;uso um meio de se proteger contra as picadas;uso larvicida larvicida biolbiol ó gico a base de gico a base de BacillusBacillus thuringiensisthuringiensis nos criadouros. nos criadouros.

-Holometabolia: ovo; larvas (L1 a L3); pupa; adulto. -Causam Miíase cutânea (obrigatória) e miíases necrobiontófagas (facultativa)

-Espécies: Cochliomyia hominivorax; Lucili cuprina; Chrysomya bezziana

- Controle: Técnica de esterilização de machos (Proporção Ö10 insetos irradiados : 1 natural); Vigilância sanitária. - Tratamento: Limpeza da ferida; Anestesia local; Retirada das larvas; Tratamento da ferida com bacteriostático.

Família Sarcophagidae

-Holometabolia: ovo; larvas ; pupa; adulto. -Causam miíase em feridas necrosadas (facultativa).

Sa rcophaga

Sarcophaga spp spp

-Holometabólica: ovo; larvas (alguns estádios); pupa; adulto. -Causam Miíase obrigatória Öinflamação e tumefação na pele do hospedeiro (berne)

-Espécies: Dermatobia hominis

- Tratamento: Raspar os pêlos da região afetada; Colar firmemente um pedaço de esparadrapo (1 hora); Retirar o esparadrapo; Tratar a ferida com bacteriostático local.

Família Oestridae

Família Muscidae

-Holometabólica: ovo; larvas (alguns estádios); pupa; adulto. Aparelho bucal lambedor Espécie: Musca domestica Veiculação de patógenos 9 Regurgitação 9Vei cul ação mecânica

Sub-Família Muscinae

Sub-Fa mília Stomoxydinae -Holometabólica: ovo; larvas (alguns estádios); pupa; adulto.

Aparelho bucal picador-sugador Espécie: Stomoxys calcitrans Mosca dos estábulos; Hematofagia obrigatória (M+F); Ação espoliativa; Problemas saúde animal

Controle de moscas sinantrópicas: Sistema adequado de coleta e tratamento do lixo urbano; Tratamento de fezes de animais; Emprego de inseticidas; Controle bi ológico

Moscas Sinantrópicas (urbanas)

-Holometabolia: ovo; larvas (L1 e L2); pupa; adulto

- Algumas transmitem doenças como peste bubônica e tifo murino (XenopsyllaXenopsylla spp spp); importunam o homem.

(Parte 1 de 4)

Comentários