(Parte 2 de 5)

Na barra de ferramentas existe uma ferramenta própria para marcar as ligações mostradas no desenho abaixo.

Basta clicar essa ferramenta com o lado esquerdo do mouse para cada ponto a ser ligado. Usando essas instruções marque todas as ligações do desenho placa abaixo,

Você notará que para fazer as marcações será bem rápido

Usando estas instruções marque todas as ligações do desenho da placa acima Depois de marcadas as ligações vamos rotear automaticamente a placa.

ESCOLHENDO A LLARRGGUURRA DDA TTRRIILLHHA E O NNÚÚMMERRO DDE FFACCESS A SSERREMM RROTTEADDASS

Vamos escolher uma largura de trilha de 0.40 m e vamos forçar o programa a rotear tudo numa única face. Normalmente os roteadores fazem trilhas verticais e horizontais. Podemos colocar as trilhas horizontais em uma camada (face) e as trilhas verticais em outra. Como vamos rotear em uma só face, vamos programar as estratégias (strategies) para rotear tanto trilhas verticais quando trilhas horizontais na camada superior (top copper), portanto no campo vert selecione com o mouse TOP COPPER. Para acessar EDIT strategies, clicando no menu Edit e em seguida em Set strategies.

Queremos uma largura de trilha (trace style) de 0.40 m No campo trace sytle escolha0. 40 m abaixo temos o quadro EDIT STRATEGIES.

Feramenta para marcar Ligações

Em seguida escolha com o mouse o meu TOOLS (ferramentas) AUTO ROUTER (auto roteador) O quadro auto router aparecerá no campo grid 25, e sua placa será roteada. Siga a seleção conforme o mmoddeello ao lladdo.. Antes de prosseguir estude as modificações em trilhas com muita atenção apresentadas mais abaixo, pois tais modificações poderão ser necessárias.

SALVANDO SEU TRABALHO

A atual cópia que você possui do seu FOTOLITE é chamada de NC, isto é Não Comercial, por isso que você tem acesso a todo potencial do programa a baixo custo. Seu FOTOLITE NC Não tem limites, isto quer dizer que você pode ter qualquer número de pinos que o seu Programa funcionará bem, mas temos uma Restrição na Versão NC ele só poderá salvar sua placa, na fase de ligação, o que não é nenhum inconveniente uma vez que o roteamento se dá em segundos.

Mas se você quiser sua verão sem esta restrição entre contato com a TECNO TRACE e obtenha um registro especial da versão plena por US$ 45,0

Salvando seu trabalho, ative no menu FILE(arquivo)/SAVE , o quadro de salvamento aparecerá e você poderá escolher um nome para salvar seu trabalho.

SALVANDO SEU TRABALHO COMO

As vezes temos que ter variantes de um projeto para fabricação, por exemplo um projeto com vários tipos de reles , pois a cada época temos mais ou menos facilidades em obter certos modelos de reles .Neste caso podemos modificar nosso projeto usando outro relê e salvar o projeto com outro nome , podemos ter tantas variantes do projeto quantas necessárias . Basta escolher o menu FILE /SAVE AS (salvar como e dar outro nome para o projeto que teremos uma cópia do projeto modificado e o original ficará intacto).

A vantagem de se preencher as áreas livres, do ponto de vista estético, é que a placa. Ganha mais solidez, do ponto de vista prático, economizamos tinta de impressora ao imprimimos em negativo e economizamos percloreto de ferro ao corroer a placa final, e velocidade na corrosão, mas o mais importante é o ponto de vista eletrônico. Clique na ferramenta de preenchimento, em seguida, leve o mouse para a área que queremos preencher, aperte o lado esquerdo do mouse e segure, à medida que deslizamos. O mouse ele formará um quadrado de preenchimento e ao liberarmos o mouse este quadrado se preencherá

Preenchimento de áreas livres

O seu FOTOLITE apesar de ser uma versão n.c pode imprimir todas as artes para execução de uma montagem e fabricação industrial isto é.

Impressão do layout impressão da máscara de componente Impressão da máscara de solda para soldagem em cadinho, ou fluxo de solda.

IMPRESÃO DO LAY OUT

Escolha MENU/PRINT no campo MODE escolha ARTWORK e ative o TOP COPPER ,face superior ou BOTTOM COPPER(face inferior) Cada camada deve ser acionada de uma só vez, com exceção ao campo Board que pode estar acionado, o tempo todo, pôr se tratar do contorno da placa.

No campo MODE dos quadros de impressão, selecione SOLDER RESIST (máscara de solda), e as camadas TOP RESIST OU BOTTOM RESIST (FACE INFERIOR OU SUPERIOR). Cada camada deve ser acionada de uma só vez, com exceção ao campo board que pode. Estar acionado, o tempo todo, por se tratar do contorno da placa.

Placa preenchida

Placa sem preencher

TRILHAS - MUDANDO LARGURA DE TRILHAS Podemos a qualquer ponto de nosso roteamento mudar a largura de uma trilha.

Ao lidarmos com trilhas teremos sempre que Ter o ícone de colocação de trilhas ativado. Ao ativarmos a ferramenta de colocação de trilhas teremos uma lista com todas as larguras De trilhas no lado direito da tela. Escolha a largura de trilha que você quer usando o mouse, em seguida selecione a trilha. Com o lado direito do mouse, em seguida o programa apresentará um quadro pedindo confirmação de mudança de largura, clique ok que a mudança se efetivará.

Ative a ferramenta de colocação de trilha, clique com o lado direito do mouse para selecionar a trilha que você deseja, coloque o mouse sobre um dos extremos do segmento a ser mudado, clique novamente com o lado direito do mouse, em seguida coloque o mouse No outro extremo do segmento, clique o lado direito do mouse, você notará que somente este segmento ficou em destaque, escolha a nova largura de trilha , o programa pedirá a confirmação da mudança, clique ok.

Selecione a trilha com o lado direito do mouse, um segundo toque no mouse e a trilha se apagará. A trilha tem que estar na mesma face mostrada no exibidor de layers, no canto esquerdo inferior da tela. A ferramenta de colocação de trilhas tem que estar ativada.

APAGANDO UM SEGMENTO DE UMAA TRILHA

Ative a ferramenta de colocação de trilha , clique com o lado direito do mouse para selecionar a trilha que você deseja, coloque o mouse sobre um dos extremos do segmento

A ser mudado, clique novamente com o lado direito do mouse, em seguida coloque o mouse no outro extremo do segmento, clique o lado direito, você notará que somente este segmento ficou em destaque, novamente com o lado direito do mouse que este segmento se apagará.

Colocação de trilhas selecione a trilha.

O bom dos roteadores de 32 bits é o fato que podemos desrotear com um simples comando acelerando assim nosso processo de execução de protótipos. Vamos supor que haja um erro em nosso projeto e que queiramos que a placa volte a condição de ligação de componentes e obviamente alterarmos o roteamento. Clique na ferramenta de colocar traço

Em seguida selecione todo o circuito como um só bloco. Atenção para selecionar desenhe com o lado direito do mouse o quadrado selecionador.

ROTEAMENTO AUTOMÁTICO
AJUDANDO O RROTTEEAADDORR
A importância do Neck

Clique na ferramenta apagar objetos que teremos o roteamento apagado e as ligações de volta.

O roteador do seu FOTOLITE é inteligente, levando-se em consideração seu preço é excelente. Mas temos que ajudá-lo ativando certos recursos que o ajudarão a vencer os obstáculos .

NECK Quer dizer pescoço em inglês, no Inglês de nosso programa quer dizer , um traço alternativo mais fino do que estamos usando o qual o computador pode usar para passar pôr ilhas ou mesmo traços próximos, um valor bom para o Neck seria 0.30 m , o qual é um traço fino, mas seguro para fabricarmos a placa . Pôr exemplo, se estamos roteando uma placa com trilha de 1 m de largura e o computador vê uma passagem entre duas ilhas de um CI ele vai usar a trilha alternativa (NECK) para passar pôr esse ponto .o NECK determinado vai aumentar o percentual de sucesso do roteador.

Mover Apagar

Se o roteador não conseguiu rotear uma placa totalmente , faça o seguinte ,desroteie, posicione os componentes de forma à facilitar o caminho para o computador, roteie usando diferentes grids 10, 20, 25,50 para cada gride o computador procede diferentemente, pode ser que ele não ache o caminho no gride 10 mas possa achar no gride 20 , pôr exemplo.

ROTEANDO EM DUAS FACES

Agora que temos uma ferramenta poderosa para fazer placas de circuito impresso por que não usarmos todos os recursos deste programa? Ao termos desroteado a placa temos de voltar as ligações, vamos usar essas ligações para rotearmos uma placa em duas faces

Vamos chamar o roteador e rotear essa placa em duas faces

Clique SYSTEM/SET STRATEGIES e o quadro acima aparecerá , selecione para o campo VERT(trilhas verticais ) BUTTOM COPPER(face inferior) para que o roteamento vertical seja colocado na face inferior.

Você notará que os traços da camada inferior serão azuis e os traços da camada superior serão vermelhos (essas cores você poderá mudar no SET COLOURS)

MUDANDO UMATRILHA DE FACE

A qualquer momento podemos mudar de face uma trilha roteada .O indicador de Layer (camadas) no canto inferior esquerdo alterna-se entre TOP COPPER e BUTTOM COPPER a cada toque na barra de espaço ou nas teclas PAGEUP E PAGE DOWN. Vamos supor que estamos na camada TOP COPPER, para saber em que camada estamos, olhe o indicador de camadas, qualquer trilha pode ser mudada para a camada oposta, basta selecionarmos com o lado esquerdo do mouse a trilha que queremos mudar de face, e mudarmos a camada teclando barra de espaço ou PAGEUP PAGE DOWN. O programa Apresentará um quadro pedindo a confirmação , tecle ok que a mudança será efetivada.

IMPRIMINDO

Mais adiante será explicado extensivamente o conceito de camadas, por hora vamos imprimir o layout da placa e a máscara de componentes.

Ao clicarmos o menu OUTPUT/PRINT o quadro abaixo se abrirá:

Devemos escolher uma camada a cada impressão, neste caso a camada TOP COPPER está selecionada e também BOARD EDGE(contorno da placa ) para aparecer na impressão o contorno da placa.

GERANDO FOTOLITO

Seu Fotolite tem a capacidade de gerar fotolito, pois pode tanto imprimir imagem positiva (trilhas Negras fundo Branco) ou imagem negativa (fundo negro linhas transparentes ). As imagens negativas são usadas pelas indústrias de placas de alta definição ,num processo chamado fotográfico.

As imagens Positivas são usadas por amadores ou pequenas indústrias por um processo chamado serigráfico ou silk screen. A TECNO TRACE adotou o FOTOLITE por ser especialmente provido de recursos para gerar fotolito negativo, pois utiliza e processo fotográfico para fabricar as placas. Se você tem uma impressora Jato de tinta, de 600 DPI ou Laser para gerar o fotolito negativo apenas escolha o campo INVERT COLOURS, que você produzirá o fotolito negativo tanto numa transparência para impressora ou imprimir em papel branco e tirar xerox em transparência para retro projetor e reforçar com nosso produto TONER MAGIC . Caso sua impressora seja mais antiga de 300 dpi siga as instruções abaixo. Clique OUT/EXPORT EPS vamos exportar o layout do TOP COPPER para ser capturado pelo COREL PHOTOPAINT para fazer a inversão de cores para nós. Depois de gerado o arquivo EPS, saia do FOTOLITE e entre no CORAL PHOTO PAINT, clique arquivo (file), Abrir (open).

Como podemos observar o diretório em que o arquivo EPS do nosso lay out é C: / fotolito/lig. Eps. Devemos nos encaminhar a esse diretório para carregar este arquivo. O quadro OPEN AN IMAGE aparecerá, procure o diretório em que o lay out de seu EPS encontra-se e carregue o arquivo. Um novo quadro aparecerá, Import Eps, clique OK. O programa então apresentará o QUADRO IMPORT INTO BIT MAP no campo resolução, escolha a resolução de sua impressora. Clique ok e o lay out aparecerá no CORAL PAINT. Escolha um zoom de 50 pôr cento para poder manusear a imagem. Selecione a imagem usando a segunda ferramenta da barra de ferramentas (quadrado Selecionador), clique no menu EFECT, FANCY, INVERT. que teremos a imagem em negativo (cores invertidas) basta salvá-la e imprimí-la . Se imprimir em transparência própria para jato de tinta ou Laser Film para laser teremos um fotolito direto. Caso você opte em tirar xerox numa transparência para retro projetor e reforçar com Toner Magic por uma questão de custo e qualidade (laser), teremos um fotolito indireto xerográfico que após o tratamento com TONER MAGIC fica com qualidade laser.CONSULTE O MANUAL DO SEU KIT.

O fotolite é um software destinado à confecção de placas de circuito impresso. O programa é o mais popular do mundo, pois engloba uma biblioteca de componentes vasta e recursos que somente programas de maior custo possuem. Tais como recursos para criação de componentes, editoração de texto dentro do programa e resolução gráfica de altíssima qualidade. Ele permite traços de até 1 milésimo de polegada. Mas a razão principal de seu sucesso está na simplicidade de domínio do programa pelos usuários. Nosso curso foi elaborado de forma a explorar os principais recursos do programa no menor espaço de tempo possível, seguindo as instruções detalhadamente você estará apto à desenhar suas placas após 40 min. de estudo deste programa. Aconselhamos que você faça todos os exercícios sugeridos antes de tentar usar o programa. Este curso parte do pressuposto que você instalou o fotolite no Windows 95 /98 Para executar o programa clique iniciar, programas e clique no ícone fotolite.

SISTEMA DE MEDIDA DE LARGURA DE TRILHA E CCOOMMPPOONNENNTTESS

O sistema de largura de trilhas usado neste programa é o SISTEMA IMPERIAL, nesta versão usaremos o sistema métrico. Mas vamos estudar também o sistema Imperial por ser usado nas medidas dos componentes e traços do programa

ESCOLHENDO O SISTEMA MMÉÉTTRRIICCO

Vamos trabalhar com a tela em m, isto quer dizer que medidas de placas e distância dos componentes serão expressas em m. Clique com o lado esquerdo do mouse sobre o Menu Display em seguida clique Metric.

Para lhe preparar para compreender o programa a fundo, vamos estudar o sistema imperial, pois ele está presente em todas as versões do fotolite. O mil é a unidade deste sistema de medida. Um mil é equivalente a um milésimo de polegada. Pois medidas de trilhas e ilhas são expressas em mils.

Medida em mils x 25.4 / 1.0= valor em centímetros

Memorize a tabela abaixo: MILS OU THOU (THOUSANDTHS) M (MILIMETROS) 5 é igual a 0.125 m 10 é igual a 0.25 m 20 é igual a 0.5 m 30 é igual a 0.75 m 40 é igual a 1.0 m A tabela acima deve ser memorizada.. A tabela acima foi calculada com a seguinte formula: Ex: Vamos supor que queiramos saber quantos milímetros são 40 mils. Seguindo a fórmula: 40 x 25.4 /1.0=1.02 m em termos práticos é igual a 1 m. Vamos supor que queiramos traçar uma trilha de 5 cm de comprimento, quanto seria em mils? Muito simples:

(Parte 2 de 5)

Comentários