polimeros slide

polimeros slide

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

  • TEMA:

  • POLÍMEROS.

  • Elvis Melgaço Werneck

  • Prof.°: José Borba

POLÍMEROS

  • O que são Polímeros?

  • Materiais orgânicos ou inorgânicos, naturais ou sintéticos, de alto peso molecular, cuja estrutura molecular consiste na repetição de pequenas unidades, chamadas meros, que compõem as macromoléculas.

  • Daí o nome:

  • poli (muitos) + mero.

Como são produzidos os polímeros?

  • Como são produzidos os polímeros?

  • A matéria prima que dá origem ao polímero chama-se monômero. No caso do polietileno (PE) é o etileno (ou eteno).

  • A molécula inicial (monômero) vai, sucessivamente, se unindo a outras, dando o dímero, trímero, tetrâmero, . . . até chegar ao polímero.

  • A esta reação que produz o polímero dá- se o nome de Reação de Polimerização.

  • Como de dividem os Polímeros?

  • Há diversas maneiras de se dividir os polímeros. Por isso adotamos sua classificação conforme suas características mecânicas, por ser a mais importante.

  • Deste modo os polímeros podem ser divididos em:

  • Termoplásticos.

  •  Termorrígidos (termofixos).

  •  Elastômeros (borrachas).

Produtos Petroquímicos.

Produtos Petroquímicos.

Produtos Petroquímicos.

Aditivos

Aditivos

Aditivos

Propriedades Mecânicas dos Polímeros.

  • Alta flexibilidade.

  • Variável ao longo de faixa bastante ampla, conforme o tipo de polímero e os aditivos usados na sua formulação;

  • Alta resistência ao impacto.

  • Tal propriedade, associada à transparência, permite substituição do vidro em várias aplicações.

  • . Baixas Temperaturas de Processamento

  • Alguns plásticos especiais requerem até 400oC para sua conformação.

  • Disso decorre baixo consumo de energia para conformação.

  • . Ajuste Fino de Propriedades através de Aditivação

  • Uso de fibras (vidro, carbono, boro) ou algumas cargas minerais (talco, mica, caolim, wolastonita) aumentam a resistência mecânica; As cargas fibrosas podem assumir forma de fibras curtas ou longas, redes, tecidos

Baixa Condutividade Elétrica

  • Baixa Condutividade Elétrica

  • Polímeros são altamente indicados para aplicações onde se requeira isolamento elétrico.

  • Baixa Condutividade Térmica

  • A condutividade térmica dos polímeros é cerca de mil vezes menor que a dos metais. Logo, são altamente recomendados em aplicações que requeiram isolamento térmico, particularmente na forma de espumas.

  • Estes dois últimos deve- se a ausência de elétrons livres.

  • . Maior Resistência a Corrosão

  • As ligações químicas presentes nos plásticos (covalentes/Van der Walls) lhes conferem maior resistência à corrosão por oxigênio ou produtos químicos do que no caso dos metais (ligação metálica).

Porosidade

  • Porosidade

  • O espaço entre as macromoléculas do polímero é relativamente grande. Isso confere baixa densidade ao polímero, o que é uma vantagem em certos aspectos.

  • A principal conseqüência deste fato é a limitação dos plásticos como material de embalagem, que fica patente no prazo de validade mais curto de bebidas acondicionadas em garrafas de PET.

Injeção

Injeção

Extrusão

Extrusão

Insuflação

Insuflação

Insuflação

Prensagem

Prensagem

Polímeros Para Construção Civil

Polímeros Para Construção Civil

Polímeros Para Construção Civil

Polímeros Para Construção Civil

Exemplos da Aplicação de PE:

  • Caixa d’água de PE de Alta Densidade.

Exemplos da Aplicação de PE:

Poli(cloreto de vinila) (PVC)

  • Poli(cloreto de vinila) (PVC)

  • - Principais propriedades:

  • · Baixo custo;

  • · Elevada resistência a chama, pela presença do cloro;

  • · Processamento demanda um pouco de cuidado.

  • - Restrições:

  • ·O monômero é um potente cancerígeno; deve haver controle do teor residual que permanece no polímero, particularmente em aplicações em que o polímero vai entrar em contato com alimentos.

  • · Plastificantes (aditivo usado para tornar o polímero mais flexível) a base de ftalatos também são considerados cancerígenos.

  • O Greenpeace vem promovendo ampla campanha para banir o uso do PVC que contenha esse aditivo, particularmente em brinquedos e produtos que venham a entrar em contato com alimentos.

Há quatro tipos básicos:

  • Há quatro tipos básicos:

  • - PVC rígido, isento de plastificantes.

  • Usado na fabricação de tubos, carcaças de utensílios domésticos e baterias.

  • - PVC flexível ou plastificado.

  • Usado no revestimento de fios e cabos elétricos, composições de tintas (látex vinílico), cortinas de banheiros.

  • - PVC transparente, isento de cargas.

  • - PVC celular ou expandido.

Exemplos da Aplicação de PVC:

Comentários