Árvore de eventos

Árvore de eventos

QUAL O SEU SIGNIFICADO ???

  • QUAL O SEU SIGNIFICADO ???

É uma técnica para a análise das conseqüências de um evento indesejado, descrevendo a seqüência temporal dos fatos. Nos estudos de análise e avaliação de riscos, as árvores de eventos são normalmente utilizadas para a quantificação das freqüências de ocorrências de diferentes conseqüências possíveis de ocorrer a partir dos eventos iniciais considerados como mais significativos. Para a determinação da freqüência de ocorrência de um evento final, deve-se realizar o produto de todas as probabilidades dos ramos percorridos.

  • É uma técnica para a análise das conseqüências de um evento indesejado, descrevendo a seqüência temporal dos fatos. Nos estudos de análise e avaliação de riscos, as árvores de eventos são normalmente utilizadas para a quantificação das freqüências de ocorrências de diferentes conseqüências possíveis de ocorrer a partir dos eventos iniciais considerados como mais significativos. Para a determinação da freqüência de ocorrência de um evento final, deve-se realizar o produto de todas as probabilidades dos ramos percorridos.

ONDE SE APLICA ???

  • ONDE SE APLICA ???

Nas aplicações de análise de risco, o evento inicial da árvore de eventos é, em geral, a falha em equipamentos, problemas num determinado sistema ou devido a erros operacionais durante a realização de uma determinada atividade, estabelecendo uma série de relações entre o evento inicial e os eventos subseqüentes (interferências), os quais, combinados, resultam nas conseqüências do acidente.

  • Nas aplicações de análise de risco, o evento inicial da árvore de eventos é, em geral, a falha em equipamentos, problemas num determinado sistema ou devido a erros operacionais durante a realização de uma determinada atividade, estabelecendo uma série de relações entre o evento inicial e os eventos subseqüentes (interferências), os quais, combinados, resultam nas conseqüências do acidente.

O QUE SE PROPÕE ???

  • O QUE SE PROPÕE ???

Para o traçado da árvore de eventos, as seguintes etapas devem ser seguidas:

  • Para o traçado da árvore de eventos, as seguintes etapas devem ser seguidas:

  • Definir o evento inicial que pode conduzir ao acidente;

  • b) Definir os sistemas de segurança (ações) que podem amortecer o efeito do evento inicial;

  • c) Combinar em uma árvore lógica de decisões as várias sequências de acontecimentos que podem surgir a partir do evento inicial;

  • d) Uma vez construída a árvore de eventos, calcular as probabilidades associadas a cada ramo do sistema que conduz a algum acidente.

. .

Eliminação de Perigo:

  • Eliminação de Perigo:

  • Substituição

  • Simplificação

  • Desacoplamento

  • Eliminação de erros humanos

  • Redução de materiais ou condições perigosas

Redução de Perigo:

  • Redução de Perigo:

  • Projetar para ser controlável

    • Controle incremental
    • Modos intermediários
    • Auxílio nas decisões
  • Barreiras

    • Lockout
    • Lockin
    • Interlock
  • Minimização de defeitos

    • Redundância

Controle incremental

  • Controle incremental

  • Como em um loop, a verificação é gradual, permitindo que ações corretivas sejam executadas a tempo

  • Modos intermediários

  • Diferentes níveis de funcionalidades podem ser usados em cada modo (Ex.: completo, reduzido e emergencial)

  • Auxílio nas decisões

  • Interface fácil de ser usada em situações de stress

Interlocks

  • Interlocks

  • força que as operações sejam feitas numa certa ordem.

  • Exemplos:

  • Evento A não pode ocorrer inadvertidamente . Para acionar o evento A deve-se apertar os botões A e B.

  • Evento A não ocorre enquanto a condição C existir. Colocar um porta isolando um equipamento com alta voltagem. Quando a porta abrir, a corrente é cortada.

  • Evento A só ocorre antes do evento D. Garantir que um tanque seja preenchido somente se uma válvula para ventilação já esteja aberta.

www.safeware-eng.com

  • www.safeware-eng.com

  • Software Engineering – Sommerville 6ª edição

  • Safe and Reliable Computer Control Systems - Concepts and Methods - Henrik Thane

  • www.event-tree.com

  • www.eps.ufsc.br/disserta96/anete/index/indx_ane.htm

Comentários