Joinville bairros 2010

Joinville bairros 2010

(Parte 1 de 15)

bairro a bairro Joinville

Sumário

APRESENTAÇÃO 4 ADHEMAR GARCIA 6 AMÉRICA 1 ANITA GARIBALDI 13 ATIRADORES 16 AVENTUREIRO 18 BOA VISTA 21 BOEHMERWALDT 24 BOM RETIRO 26 BUCAREIN 28 CENTRO 31 COMASA 34 COSTA E SILVA 37 DONA FRANCISCA 39 ESPINHEIROS 41 FÁTIMA 50 FLORESTA 39 GLÓRIA 53 GUANABARA 56 IRIRIU 59 ITAUM 62 ITINGA 65 JARDIM IRIRIU 68

JARDIM PARAÍSO 70 JARDIM SOFIA 73 JARIVATUBA 75 JOÃO COSTA 78 MORRO DO MEIO 81 NOVA BRASÍLIA 84 PARANAGUAMIRIM 87 PARQUE GUARANÍ 90 PETRÓPOLIS 93 PIRABEIRABA 95 PROFIPO 98 RIO BONITO 100 SAGUAÇU 103 SANTA CATARINA 106 SANTO ANTÔNIO 109 SÃO MARCOS 1 ULYSSES GUIMARÃES 113 VILA CUBATÃO 115 VILA NOVA 117

Apr esentação

Joinville nos seus 158 anos vêm somando histórias e culturas, desde os sambaquianos, que denotam a presença dos povos americanos (indígenas), passando pelas comunidades afro-descendentes e a colonização luso-germânica que corroborou decisivamente na formação cultural e paisagística. Mais recentemente os movimentos migratórios internos, motivados pela dinâmica da cadeia produtiva, modelaram costumes, contribuindo com a diversidade cultural de sua população, manifestada através do sincretismo religioso, arquitetura, festas locais, gastronomia, artes, cinema, música, teatro e dança. Essa pluralidade manifesta-se através da apropriação do ambiente natural e na construção do espaço, verificado nos bairros da cidade, os quais apresentam características peculiares, como por exemplo: o bairro Boa Vista originalmente composto por operários, e o América e Pirabeiraba, formados por descendentes dos “Pioneiros”. A biodiversidade da Mata Atlântica, os manguezais, as restingas, o Complexo Lagunar-Estuarino da Baía de Babitonga, a Serra do Mar, os sítios arqueológicos pré-coloniais são elementos que compõe o patrimônio ambiental da região de Joinville. Ciente destas questões a Fundação IPPUJ organizou a publicação “Joinville Bairro a Bairro 2008”, criada em 2004 com a colaboração de diversos setores. Objetiva agrupar, sintetizar e divulgar informações sobre a organização urbana de Joinville, através de indicadores sociais, econômicos, históricos e ambientais, numa leitura fácil e objetiva. O caderno está organizado em ordem alfabética por bairro, com os seguintes dados: área e delimitação, distância do centro, lei de criação, história, população fragmentada por sexo e faixa etária, densidade demográfica, loteamentos ou localidades mais importantes. Também consta na caracterização do ambiente natural e construído: patrimônio histórico, artístico e cultural, unidade de planejamento e gestão do meio ambiente, remanescentes de manguezal da região leste de Joinville, sítio arqueológico précolonial, unidade de planejamento e gestão dos recursos hídricos, parques/praças. Em relação ao potencial econômico do bairro, constam as atividades produtivas em número e porcentagem em relação ao município, renda por habitante expressa em faixas salariais e em porcentagem, renda per capita em salário mínimo por mês. A rede de infraestrutura pública é descrita por unidade de saúde, de educação e de turismo: pontos turísticos, eventos, além dos pontos de táxi. As entidades de classes estão apresentadas na formas de organização social. As principais vias públicas são elencadas: sua extensão total no bairro e tipo de pavimento. Além disso, consta a porcentagem de cobertura da rede de abastecimento de água e energia elétrica e coleta de esgoto domiciliar. Por fim, cita-se à qual unidade de gestão administrativa municipal o bairro faz parte. Esta publicação visa a disseminação das informações do município como ferramenta de contribuição à pesquisa para estudantes e toda sociedade catarinense. A Fundação IPPUJ agradece àqueles que contribuíram direta ou indiretamente para o “Joinville Bairro a Bairro 2008” e se coloca à disposição para eventuais contribuições através do endereço eletrônico: informa.ippuj@joinville.sc.gov.br.

Joinville Joinville

Adhemar Garcia

BairroRio Ruas Morro Limite do MunicÌpio
Sem escala

Adh e mar Gar cia

Área: 2,02 km2 Distância Do Centro: 5,21 km

Delimitação do bairro: Inicia na confluência da linha do Perímetro Urbano da Sede com o ribeirão Santinho, segue pelo ribeirão, pela Rua Max Pruner e pela Rua Jarivatuba até encontrar a linha do Perímetro Urbano da Sede, seguindo até o ponto inicial.

Criação do bairro: Lei nº. 2815, de 30/04/1993. Lei Complementar nº. 54, de 18/12/1997. Lei Complementar nº. 173, de 29 de dezembro de 2004. Lei Complementar nº. 192, de 10 de outubro de 2005.

História: O bairro Adhemar Garcia, foi primeiramente conhecido como: “Caieira”, “Caieira de Cima”, “Caieira de Baixo”, e “Terras do Stock”, de onde era extraído o barro para a produção de telhas e tijolos. Caieira: eram os locais onde fabricavam a cal tirada dos cascalhos dos sambaquis. A caieira entrou em fase de desativação na década de 30, e mais tarde foi vendida para a Fiação Joinvilense. Em 1980 foi iniciada a implantação do Conjunto Habitacional Adhemar Garcia, considerado na época o maior conjunto habitacional horizontal de Santa Catarina. Em 1982 foi concluída e iniciada a fase de cadastramento das famílias de baixa renda do município. Em 1985 foi iniciada a entrega das primeiras casas, com área construída de 49 m2, para famílias com renda salarial de três (03) salários mínimos. Em 1986 foram entregues as demais casas com área construída de 42 m2, 30 m2 e ainda lotes urbanizados, com área de terrenos de 240 m2 para famílias com renda de dois (02) salários mínimos. Em 27/03/1990 era aprovado então o Conjunto Habitacional Adhemar Garcia, pelo decreto nº. 6.337/90

Fonte: MACHADO, Maria Goretti. Plano de Reestruturação Urbana do Bairro Adhemar Garcia. 1992.

Localidade / Loteamento: Santo Amaro, Dos Ipês, Casa Nova, Rosa I, Loteamento Nova Joinville, Conjunto Habitacional Adhemar Garcia.

População: • Total: 10.411;

• Homens: 5.185;

• Mulheres: 5.226;

• Faixa Etária:

40 a 49 anos 50 a 59 anos 60 ou mais

• Densidade Demográfica: 5.154hab/km2 Fontes: Estimativa IPPUJ 2008 e Secretaria Municipal de Saúde 2007.

Adh e mar Gar cia

Meio Ambiente: Patrimônio histórico, artístico e cultural: Parque Caieiras, decreto de criação nº. 1.734 de 1/03/2004 Tombamento: 1.760 de 2/04/2004. Inauguração: 20/03/2004; Fonte: Fundação Cultural de Joinville, 2006. Unidade de planejamento e gestão do meio ambiente: Unidade de Conservação da Natureza Parque Natural Municipal da Caieira: está localizada fora do perímetro urbano da cidade, a margem da Lagoa do Saguaçu, cujo acesso é dado pela rua Waldemiro Rosa até que em seu final adentre-se à antiga propriedade da Fiação Joinvilense. Um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta entre o Ministério Público Federal, a Prefeitura Municipal de Joinville e a Fiação Joinvilense originou a criação de tal Unidade de Conservação da Natureza;* Fonte: FUNDEMA/PMJ. Unidades de conservação.* Grifo nosso

Remanescentes de manguezais da região leste de Joinville: ao longo das margens do ribeirão Santinho, ao longo das margens do rio Velho, braço do rio Cachoeira, rio Cachoeira, no entorno da Lagoa do Saguaçu onde não se faz presente a ocupação humana. Está localizado fora do perímetro urbano da cidade; Fonte: PMJ, Programa de proteção dos remanescentes de manguezais da Baía da Babitonga, ago. 2000, folha 2/2.

Sítio arqueológico pré-colonial: sambaqui - Lagoa do Saguaçu, oficina lítica – Caieira, oficina lítica Saguaçu; Fonte: Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville – MASJ/FCJ, 2006.

Unidade de planejamento e gestão dos recursos hídricos: bacia hidrográfica do rio Cachoeira; bacias hidrográficas independentes da vertente sul; Fonte: FUNDEMA/PMJ. Planejando por bacias.

Parques/praças: Praça da Paz, Área de Lazer Conjunto Habitacional Adhemar Garcia.

Potencial Econômico do Bairro (número e % em relação ao município) • Indústrias: 15 (0,9%);

• Comércios: 103 (1,0%);

• Serviços: 70 (0,5%).

Fonte: Prefeitura Municipal de Joinville / Cadastro Técnico 2008.

Renda / Habitante:

1%Até 1 salário mínimo
1 a 3 salários mínimos
3 a 5 salários mínimos
5 a10 salários mínimos
10 a 15 salários mínimos
15 a 20 salários mínimos

Acima de 20 salários mínimos Fonte: Censo Demográfico IBGE 2000.

• Renda per capita do bairro em salário mínimo*: 1,42 sm/mês. (Diagnóstico da Exclusão Social em SC 200). *conforme salário mínimo (R$ 151,0) medida provisória Nº2.019 23/03/2.00.

Adh e mar Gar cia

Saúde: Posto de Saúde Adhemar Garcia – CAIC.

Educação: • Escolas: EEB. Dr. Paulo Medeiros, EM. Professor Mariano Costa (Caic), EM. Amador Aguiar, EM. João de Oliveira, EM. Pref. Luiz Gomes;

• CEI/jardins: CEI Adhemar Garcia, Espaço da Criança.

Turismo: • Pontos turísticos: Parque Natural Municipal da Caieira;

• Eventos: Igreja São Francisco de Assis (Procissão da Morte e Ressurreição de Cristo), Pista Bicicross - Circuito Montain Bike;

• Ponto de táxi: 2.

Organização Social: Associação de moradores do Conjunto Adhemar Garcia, Associação de moradores do Jardim Santo Amaro, Associação de moradores do Loteamento Nova Joinville, Associação de moradores do Loteamento Rosa I, Associação de moradores Selestino Negerhbom, Associação de moradores Severo Gomes.

Infra-estrutura: • Ruas principais: avenida Alvino Hansen, rua Agulhas Negras, rua Waldemiro Rosa, rua Jarivatuba, rua Álvaro Dippold, rua Max Prunner, rua José Clara de Oliveira, rua Ronald Martin Dedekind; • Extensão total de ruas: 27.420 m;

• Extensão de asfalto: 20.086 m;

• Extensão de saibro: 7.334m; Fonte: SEINFRA 2008 (Dados Dez/2007).

• Água: 95%; • Luz: 9%;

• Esgoto domiciliar: 45,24% da área do bairro é atendida por rede coletora de esgoto

Fonte: Companhia Águas de Joinville, 2008.

Unidade de gestão administrativa municipal: Secretaria Regional do Fátima / Telefone: 3436-5104.

Adh e mar Gar cia

América

(Parte 1 de 15)

Comentários