Apostila 3D Studio MAX

Apostila 3D Studio MAX

(Parte 1 de 6)

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 1

3DS MAX 5.0 Conceitos Básicos

Apostila:

Cecília Santos Franco Março 2004

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 2

Apostila 3ds max 5

Apostila: Cecília Santos Franco

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 3

Apostila de 3DS Max 5

Entendendo a interface com o 3DS Max Vamos mostrar onde estão e como conversar com os comandos do 3DS MAX.

“Por favor você sabe falar a lingua do 3DS MAX?” Como funciona o 3DS MAX?

Para criar objetos: No 3ds max você cria objetos nos viewports. Você escolhe a ferramenta de criação, e modela os objetos. Você também pode importar geometria criada em outro programa. Você controla os parâmetros dos objetos nos painéis rolantes (command-panel rollouts). Os objetos podem ser superficies ou splines, geometria 2D ou 3D, todos posicionados no espaço 3D. Os objetos são mostrados no viewport como malhas de arame (wireframe), sombreados ou ambos.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 4

Malha de arame (Wireframe)

Sombreado (Shaded)

Luzes e Cameras: Você pode acrescentar luzes para obter iluminação e sombras. E você pode criar cameras para rodar filmes de sua cena.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 5

Luzes e Cameras

Materiais e Efeitos: Você pode melhorar ainda mais a sua geometria com materiais de superfície, que você cria e edita com o Editor de Material e depois aplica no objeto da cena. Você ainda pode acrescentar efeitos especiais como sistemas de partículas, atmosfera, e neblina.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 6

Efeitos e Materiais

Animação de quadros chave (Keyframe): Com o palco preparado e os atores em cena, você pode colocar a estória em movimento, criando uma animação de quadros. Pressione o botão Auto Key, e depois selecione os objetos na cena. Mova, rode, e escale os objetos através do tempo para criar a animação. Você tembém pode animaroutros parâmetros através do tempo,como atributos doa materiais. Alternativamente, o modo de animação Set key Animation, com seu fluxo quadro a quadro, permite que você posicione seu personagem, e depois colocar quadros selecionados em trilhas de animação específicas.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 7

Personagem animado

A linha do tempo permite que seus objetos viagem no tempo para qualquer quadro. O botão Auto Key permite criar quadros chave automaticamente, enquanto Set Key permite a colocação de quadros chave manualmente. Mudando qualquer parâmetro pode resultar em um efeito animado, e você vê a mairia dos efeitos de animação diretamente no viewport.

Simulações de Procedimento: Muitos outros tipos de animação podem ser criados no 3ds max. Você pode produzir simulações dinâmicas usando gravidade, colisões, e até mesmo superfíciea macias como tecidos.

Controles e Controladores: You Você pode adicionar controladores de movimento e controles na trilha de animação para criar animação de objetos em tempo real. Objetos podem voar ao longo de caminhos.

Modificadores de Animação: Uma cabeça de personagem pode fazer movimentos de fala sincronizados com uma trilha sonora, usando animação com morphing e outros modificadores. Você pode adicionar movimentos secundários com o modificador Flex. E voc6e pode animar modificadores paramétricos para fazer objetos se curvarem, torcerem, ou tomarem formas onduladas.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 8

Animaçào com sincronismo labial

Animação de Camera: Cameras podem voar no espaço virtual. Você pode fazer a camera virtual fazer o mesmo movimento da camera real do vídeo. Você pode colocar motion blur na animação da camera.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 9

Dragão com motion blur

Rendering: Com a animaçào pronta, você pode criar a sequência final do filme via renderização (rendering). A saída pode ser em formato de filme ou uma sequência de imagens paradas. 3ds max pode renderizar para a maioria dos formatos padrão da indústria. Voc6e pode dar saída na resolução de imagem que desejar. Depois de renderizar você pode colocar efeitos adicionais como desfocar, brilho ou correção de cor.

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo - Disciplina de Informática I

Texto traduzido a partir do tutorial do programa por: Cecília Santos Franco – Março 2004 10

Imagem renderizada Você também pode exportar o modelo 3D do 3ds max para outroa programas.

A Interface do 3DS MAX

Viewports

Quando você inicia o 3ds max, é apresentada a você a interface padrão (maxstart.cui). Ela consiste de quarto viewports rodeada de ferramentas e controles. As viewports são suas janelas para o mundo g’rfico em 3D.

configuração de viewports do 3ds max

(Parte 1 de 6)

Comentários